Encontre uma Pregação

2

Uma Igreja Missionária

-Tema: MISSÕES
Atos 11.19-26
-Introdução: A Igreja de Jerusalém havia recebido o Espírito Santo que os impulsionou a pregar o evangelho para muitas nações em outras línguas no dia de Pentecostes. Mas depois disso, se fecharam para a evangelização dos gentios [povos descrentes] ficando só em torno de si mesma. Porém, quando aconteceu a perseguição a partir do martírio de Estêvão, eles foram dispersos e tiveram que sair de seu lugar (v.19). Somente assim, anunciaram o evangelho para outros povos.
Quando os cristãos de Jerusalém começaram a evangelizar, descobriram que Deus já estava trabalhando entre os gentios e descobriram a Igreja de Antioquia que já era uma Igreja Missionária (v.20). Mandaram Barnabé para ir verificar se era uma igreja verdadeira e chegando ali descobriu uma igreja missionária abençoada (v.22). Esta igreja se tornou um centro missionário, como ponto estratégico para formar e enviar líderes. O próprio Barnabé e Saulo foram enviados como obreiros pela Igreja de Antioquia (Atos 13.1-3).
Existem basicamente dois tipos de igrejas: a de programa e a missionária.

Igreja de programas ou eventos
Igreja Missionária
-mantém tudo centralizado em torno de seus interesses realizando grandes atividades.
-distribui seus obreiros para trabalhos evangelísticos e sociais de acordo com os desafios.
-Quando termina um programa, logo se iniciam os preparativos para o próximo. A igreja de evento, ‘é vento’, ou seja, tudo é passageiro.
-Nem sempre podem fazer grandes eventos porque estão muito ocupados visitando pessoas, evangelizando, discipulando novos convertidos e outras atividades.
-As pessoas desta igreja têm cargos fixos e títulos honorários por seus feitos e nunca pensam em sair dali.
-Os missionários desta igreja não precisam de cargos ou títulos para trabalhar como formiguinhas que nunca param.
-Todos estão bem acomodados e satisfeitos com o que acontece.
-Todos estão sempre incomodados ao ver vidas sem Jesus.
-Ajunta muitas pessoas, mas não une o povo e quando vem um problema se dispersam.
- Quando acontece um problema, mais ainda se unem buscando fortalecer um ao outro em comunhão.
-Todos estão reunidos num ativismo constante procurando fazer melhor que o outro.
-Sempre sensível aos desafios do povo, estão sempre prontos a servir sem precisar aparecer.
-A força da igreja de eventos é a centrípeta, que puxa para dentro.
-A força da Igreja Missionária é a centrífuga, que lança para fora.
-Baseia-se na religiosidade.
-Baseia-se na espiritualidade prática.
-Valoriza coisas e fatos.
-Valoriza vidas antes de tudo.


Você prefere uma igreja de eventos
 ou uma Igreja Missionária?
Vamos aprender com a Igreja de Antioquia, como ser uma igreja missionária:

 1- Entregar tudo nas mãos de Deus: v.21 “a mão do Senhor estava com eles, e muitos, crendo se converteram ao Senhor”
A Igreja Missionária depende sempre das mãos de Deus. Vive em oração pedindo ao Senhor e crendo que ele é quem proporciona todas as coisas.
Já a Igreja de eventos, sempre busca méritos e procuram mostrar seus próprios feitos.
A Igreja de Antioquia tinha êxito em tudo que fazia por que Deus era com eles.
Quando carregamos algo que achamos pesado e ganhamos uma mãozinha, logo se torna mais leve. Assim, com ajuda da mão de Deus, tudo na igreja flui levemente. Mas quando é forçado pela vontade do homem, tudo acontece com dificuldade sendo pesado demais.
Conte com a mão de Deus para tudo que fizer na igreja!
                              
2- Depender da Graça de Deus: v.23ª “vendo a graça de Deus, alegrou-se”
Como será que Barnabé viu a Graça invisível de Deus? Certamente foi pela alegria daquele povo que chegou a contagiar ele mesmo.
A Igreja Missionária vê em tudo a graça de Deus e sempre está cheia de alegria. Mesmo quando surgem problemas, percebem que são oportunidades da graça de Deus para vermos milagres e se alegra por isso.
A igreja de eventos, entretanto, primeiro avalia os custos e dificuldades e com pesar enfrenta os desafios.
A Igreja de Antioquia vivia na dependência da Graça Divina e por isso estavam sempre alegres.
A Graça de Deus nos faz ver um ao outro sem preconceitos ou julgamentos, por isso o ambiente da igreja se torna mais leve e acolhedor. Todos podem sorrir e se abraçar sem ressentimento qualquer.
Dependa da Graça de Deus e faça tudo com alegria na sua Igreja!

3- Ser perseverante: v.23b “exortava a todos a que, com firmeza de coração permanecessem no Senhor”
A primeira pregação de Barnabé para os irmãos de Antioquia foi sobre a necessidade de perseverança. Ele ficou tão impressionado que não queria que aquele momento acabasse.
A Igreja Missionária é guerreira por natureza e não desiste fácil. Nada pode fazer essa igreja parar. São como um exército onde cada soldado sabe o seu posto e defende seu companheiro sabendo que disso depende a vitória de todos.
Numa igreja de eventos, tudo é passageiro e após uma atividade vem outra sem se perceber o propósito do que está sendo feito. Qualquer obstáculo é motivo de parar.
A Igreja de Antioquia era uma comunidade lutadora. A cada crise, mais firmes e unidos se tornavam.
Um grande desafio para os dias atuais é a perseverança porque as pessoas têm “ânimo dobre” (Tiago 1.8 e 4.8) e são inconstantes. Um dia querem uma coisa e depois outra. Por isso cada convertido deve pedir a Deus que firme o seu coração (Salmos 108.1) porque o Senhor “conservarás em perfeita paz aquele cujo propósito é firme; porque ele confia em ti” (Isaías 26.3).
Nunca pare na metade a obra que Deus colocou em suas mãos!

4- Cuidar do Testemunho: v.24ª “porque era homem bom”
Aqui o texto enfatiza o testemunho de Barnabé como “homem bom”, mas toda aquela igreja tinha um bom testemunho na comunidade.
Uma Igreja Missionária mantém bom testemunho na sociedade. A liderança é exemplo para os novos convertidos. O pastor ou pastora sempre exorta suas ovelhas e disciplina quem precisa de correção para preservar o bom testemunho. A beleza dessa igreja não é o templo ou festas e sim a vida de seu povo.
Já na igreja de eventos, desde que a pessoa contribua ou tenha talento para fazer algo bonito, não importa sua conduta lá fora. Essa igreja se interessa em mostrar coisas belas e grandes.
A Igreja de Antioquia tinha um bom testemunho de pessoas que se convertiam e suas vidas eram transformadas pelo poder de Deus. Pediram orientação dos apóstolos sobre as questões da lei para não dar mal testemunho e por isso foi feito o concílio de Jerusalém (Atos 15.22-29).
Para dar bom testemunho a Igreja precisa ser obediente a suas lideranças e sempre vigiar porque o mundo está de olho procurando um motivo para nos acusar. Para isso é necessários sempre pregar sobre moral e conduta ensinando o povo de Deus a testemunhar cada dia melhor.
Vigie sempre o seu bom testemunho antes de qualquer coisa!

5- Buscar o poder do Espírito Santo e fé: v.24b “cheio do Espírito Santo e de fé. E muita gente se uniu ao Senhor”
Barnabé era um homem cheio do Espírito Santo e de fé. Também ali em Antioquia havia muitos irmãos e irmãs fervorosos.
A Igreja Missionária é fervorosa ou cheia de fé. Sempre busca o Espírito Santo como funde de energia (dynamus) que fortalece os irmãos. Para ser cheia do Espírito Santo é preciso esvaziar de si mesmo. Por isso a Igreja missionária é composta de um povo humilde e fiel.
Na igreja de eventos, as pessoas são cheias de opiniões e vontades. Cada um quer fazer uma coisa que gosta mais.  Um irmão mostra que sabe mais que o outro e quer fazer melhor.
A Igreja de Antioquia era cheia de fé porque pregava a Palavra de Deus que ensina a crer na verdade (João 8.32 e Romanos 10.17). Sua emoção maior era sentir o poder de Deus através de suas vidas.
Quanto mais poderosa uma igreja, no sentido humano e terreno, mais carnal e sem o Espírito Santo esta igreja fica. Mas quando não tem nada e se coloca na dependência e direção do Espírito Santo, faz tudo pela fé sem temer.
Busque o Espírito Santo e se encha de fé para fazer a missão!

6- Aprender a Palavra: v.25b “por todo um ano, ser reuniram naquela igreja e ensinaram numerosa multidão”
Assim que conheceu a Igreja de Antioquia, Barnabé correu para encontrar Saulo e convidá-lo para ir doutrinar aquela comunidade na Palavra de Deus. Os irmãos de Antioquia estavam famintos por aprender mais das Escrituras.
Uma Igreja Missionária ama ouvir e aprender a Palavra de Deus. Os cristãos estudam a Bíblia e ninguém se julga mais sábio do que o outro porque todos estão aprendendo juntos.
A igreja de eventos sempre está ocupada demais para ter tempo de estudar a Bíblia. São tantas atividades que a pregação e ensino acabam ficando por último, mesmo que não percebam.
Para a Igreja de Antioquia, aquele ano foi de muito aprendizado. Aproveitaram a presença do Apóstolo Paulo para aprender o máximo possível. Muitas pessoas vinham aprender do Evangelho com eles.
O estudo bíblico é um desafio para os dias atuais, porque as pessoas são exigentes e vêm na igreja como um lugar de apresentações. Como se a religião fosse mais um setor de entretenimento como a TV, cinema, estádios, teatros e outros. Infelizmente, a Escola Dominical e cultos de Estudo Bíblico estão sendo desvalorizados em muitas igrejas. Muitos querem ouvir o que gostam e se enjoam das ‘historinhas’ da Bíblia. O estudo das Escrituras exige tempo e esforço (João 5.39).
A Palavra de Deus é a ferramenta para fazer a missão!

7- Honrar o nome de Cristão: v.26 “em Antioquia, foram os discípulos, pela primeira vez chamados cristãos”
Os membros da Igreja de Antioquia falavam tanto de Jesus Cristo e se pareciam tanto com Ele, que as pessoas começaram a chama-los de ‘cristãos’ com significado de pessoas de Cristo.
A Igreja Missionária é verdadeiramente cristã. Uma comunidade Cristocêntrica, onde Jesus é o centro de tudo o que acontece. O único nome em evidência sempre é o nome de Jesus Cristo. A Igreja não é conhecida pelo templo bonito ou grandes eventos e sim porque as pessoas se parecem com Jesus.
Na igreja de eventos o homem é o centro de tudo. Seus feitos e realizações estão sempre em evidência.
O nome de Jesus começou a ser tão divulgado em Antioquia, que todos chamavam os irmãos da igreja de Cristãos. Foi a partir dali que o nome cristão se difundiu.
A Palavra de Deus nos ensina que “tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai” (Colossenses 3.17).  Fazer algo em nome de uma pessoa significa que pertence a tal pessoa e é de acordo com sua vontade. Contudo, vemos a cada dia igrejas que passam a ser propriedade do fundador e ministérios ganham o nome do líder. Comunidades inteiras se fecham dentro de um círculo social ou familiar e não saem para pregar o evangelho de Jesus.
A Igreja precisa ser mais cristã, agindo e fazendo tudo baseado no nome de Jesus.

Vamos ser uma Igreja Missionária!
-CONCLUSÃO: Atos 13.1-3

A Igreja de Jerusalém desprezou sua vocação missionária e se fechou dentro de si. Já a Igreja de Antioquia, vivenciava a cada dia a missão anunciando o evangelho, enviando missionários e aceitando desafios como oportunidades de fazer a vontade de Deus.
Com esta mensagem aprendemos a diferença entre ser uma igreja de eventos e uma Igreja Missionária. O que é mais fácil? Certamente ser de uma igreja de eventos onde nossas vontades serão satisfeitas.
Para ser uma Igreja Missionária é preciso sair da zona de conforto e incomodar o povo para cumprir sua vocação missionária. Isso não é fácil.
Deus quer que sua Igreja faça Missão!

2 comentários:

  1. Apaz do Senhor Jesus pastor!Que Deus venha vitalizar e capacitar a sua faculdades mentais quanto ao estudo da santa palavra de Deus,bem como assuntos afins e legitimos.Esta pregacao e boua,muito boua,otima e ecelenti.

    ResponderExcluir
  2. maravilhoso é de Deus

    ResponderExcluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...