Encontre uma Pregação

5

Aduladores ou Adoradores?

-Tema: ADORAÇÃO
João 4.23,24
-Introdução: Deus já sabe de seus atributos Divinos e não precisa que ninguém o fique adulando com elogios apenas. Contudo, o Senhor procura adoradores que reconheçam seu poder sobre suas vidas. Ao se encontrar com a mulher perto do poço, Jesus iniciou o assunto pedindo água e depois continuaram a conversa falando sobre a verdadeira adoração. Aquela mulher pensava que a adoração dependia de lugar, pessoas ou forma, mas quando o Mestre disse que conhecia sua vida, ela se encheu de uma alegria que contagiou os moradores de Samaria. Jesus foi enfático ao declarar que Deus quer uma adoração que seja em Espírito e em verdade. Isso significa um culto espiritual e sincero. Diante da realidade cerimonial da época, Jesus exige uma mudança radical.
Você é adulador ou adorador?
Vamos fazer uma comparação entre ser adulador e adorador:


1- Aduladores: Judas 1.16   “aduladores dos outros, por motivos interesseiros”
Adular é uma tentativa de agradar uma pessoa com elogios e palavras bonitas. O adulador procura seus próprios interesses tentando convencer a Deus através de lisonjas, “porque amaram mais a glória dos homens do que a glória de Deus” (João 12.43). Na verdade o adulador quer receber alguma coisa em troca de seus favores, como se Deus precisasse ouvir coisas bonitas para ser convencido do que deve fazer.
Quem adula está “buscando glória de homens” (I Tessalonicenses 2.6), contudo Deus não divide sua glória com ninguém (Isaías 42.8) e sabe que “este povo se aproxima de mim e, com a boca e com os lábios, me honra, mas o seu coração está longe de mim” (Isaías 29.13). Herodes não quis dar glória a Deus e recebeu glória de homens, por isso foi ferido pela ira divina (Atos 12.21-23).
Muitas pessoas oram como o fariseu que gritava na praça para todos ouvirem, contudo falava de si mesmo e não de Deus (Lucas 18.9-14). Por isso Jesus alertou que sua oração não foi ouvida, em contrapartida com o simples pedido de um humilde pecador que se reconheceu pequeno diante de Deus. Jesus também disse que “eu não aceito a glória que vem dos homens” (João 5.41) no sentido de adoração carnal e interesseira.
Não faça nada para Deus por interesse!

2 - Adoradores: Salmos 29.2“tributai ao SENHOR a glória devida ao seu nome, adorai o SENHOR na beleza da santidade”
    Adorar significa se render diante de uma pessoa que se reconhece maior do que a si próprio. Deus já é o Senhor de tudo e deve ser reconhecido como tal por seus adoradores como ensinou o salmista. O adorador conhece a Deus e sabe que é tão ínfimo diante de Sua grandeza, que nem todas as palavras do mundo podem convencer o Soberano a mudar seus propósitos.
Um grande exemplo de verdadeiros adoradores foram os jovens lançados na fornalha de fogo quando declararam sua fé em Deus primeiramente não aceitando dar glória ao homem e mais ainda quando se dispuseram até mesmo a morrer crendo incondicionalmente no Senhor (Daniel 3.18,19).
Outro exemplo de verdadeiro adorador foi Jó quando após receber as piores notícias de sua vida, se prostrou ao chão e adorou ao Senhor (Jó 1.20-22). Sua mulher era uma aduladora que não aceitava reconhecer a grandeza de Deus apesar de seus problemas. Para ela Deus só merecia seu louvor se fizesse a sua vontade pessoal e resolvesse seus problemas. Por isso a mulher de Jó quis amaldiçoar a Deus revelando que não era uma verdadeira adoradora (Jó 2.9).
Satanás desejava por um segundo apenas ser maior que Jesus. A estratégia do diabo em fazer de Jesus um adulador foi primeiro oferecer algum interesse quando “lhe disse: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares”, mas Cristo já sabia que é o Senhor de tudo, então “Jesus lhe ordenou: Retira-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás, e só a ele darás culto” (Mateus 4.9,10). O exemplo de Jesus deve ser seguido por verdadeiros adoradores, “resistindo ao diabo” (Tiago 4.7) e toda tentação de oferecer um louvor interesseiro.
Adore a Deus além das circunstâncias!
Seja um adorador e não um adulador!
-CONCLUSÃO:
Quando Caim e Abel levaram seus sacrifícios, Deus rejeitou a oferta de Caim aceitando a de Abel (Gênesis 4.3-5). Enquanto Abel desejava agradar tão somente ao Senhor, Caim queria satisfazer sua própria necessidade de aparecer diante de Deus. Ainda hoje um irmão tem inveja do outro por causa de sua forma de adorar a Deus. Contudo, não adianta simplesmente imitar o que ou outro faz, ou se irar por isso, nem mesmo pensar que Deus tem que receber de qualquer maneira. O critério de Deus para avaliar a adoração é a sinceridade do coração.
A principal diferença entre adulador e adorador é que o adulador busca seu próprio interesse e o adorador conhece quem é o Senhor, tendo um coração grato pelo que Deus faz, sem necessidade de receber algo em troca. Deus já sabe o que se passa no coração de cada pessoa e conhece as palavras antes de serem ditas (Salmos 19.4), então não há como enganar ao Senhor.

Deus conhece a intenção do coração!

5 comentários:

  1. Hey just wanted to give you a brief heads up and let you know a few of the pictures aren't loading properly.

    I'm not sure why but I think its a linking issue.
    I've tried it in two different web browsers and both show the same outcome.


    Also visit my website http://www.comoganhardinheiro101.com/?p=8

    ResponderExcluir
  2. De fato fomos criados para a adoração do criador, louvo ao senhor por essa mensagem que me fez lembrar de como devo adorar a DEUS. Obrigado

    ResponderExcluir
  3. amem.obrigado pela mensagem que deus te abencoe...grandemente

    ResponderExcluir
  4. muito boa a sua mensagem, Deus continui te usando.

    ResponderExcluir
  5. Amém, edificante esta mensagem, que o Deus continue lhe agraciando com mensgens que falam conosco. deus te abençoe hoje e sempre.

    ResponderExcluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...