Desafiando os profetas de Baal

-Tema: ORAÇÃO    
I Reis 18.21-39
-Introdução: Os profetas de Baal serviam a esta entidade cananeia chamada Baal, cujo nome significa Senhor ou dono da terra 1. A mistura da fé judaica com a idolatria do povo cananeu chegou ao ponto de confundirem Baal com o Senhor Deus, o que foi duramente repreendido pelos profetas (Oseias 2.16-18). Por isso o povo precisava decidir entre o Senhor e Baal, “então, Elias se chegou a todo o povo e disse: Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o SENHOR é Deus, segui-o; se é Baal, segui-o. Porém o povo nada lhe respondeu” (I Reis 18.21).
Profetas de Baal eram pessoas que estão em dúvida entre dois pensamentos (Tiago 1.6-8), idólatras (I Reis 16.31), que procuram a agradar ao homem (I Reis 18.19). Os profetas de Baal hoje são representados por todos aqueles que querem nos ensinar o que não é fiel à Palavra de Deus induzindo a servir a dois senhores (Mateus 6.24) e aceitam as coisas do mundo (I Reis 16.30), que são contra Deus (Tiago 4.4). Por isso precisamos desafiar estes falsos profetas e nos posicionar diante do Senhor.

Como desafiar os profetas de Baal?

Vamos refletir como Elias venceu os profetas de Baal e como podemos nos posicionar como verdadeiros profetas diante de Deus:



1- O Cordeiro – confissão de pecados: v.23

A primeira proposta de Elias desafiando os profetas de Baal é que providenciassem dois novilhos e poderiam preparar o seu novilho para o sacrifício primeiro. O que os profetas de Baal fizeram, mas não tiveram sucesso.
Toda vez que passamos por desafios em nossas vidas, nossa primeira atitude deve ser a de se posicionar diante do Senhor como seus servos, clamando ao “cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo” (João 1.29). Deste modo nos arrependemos dos nossos pecados, por obra do Espírito Santo (João 16.8-11) e confessamos ao Senhor, que nos perdoa (I João 1.7-9). Somente através de Jesus podemos achar o Caminho (João 14.6) de saída das situações conflituosas de nossas vidas (Hebreus 10.20). Quem tem o Cordeiro vencerá (Apocalipse 17.14).
Sem o Cordeiro de Deus não é possível vencer!

ASSISTA:
2- Orar ao Senhor: v.24

Elias desafiou os profetas de Baal para a oração e eles clamaram ao seu deus, mas depois de muito clamar, nada aconteceu (v.26-28). Porém quando Elias orou o fogo desceu do céu e consumiu o holocausto (v.36-38).
Precisamos aceitar o desafio da oração ensinado por Jesus, de que devemos fechar a porta do nosso quarto e orar a Deus em secreto (Mateus 6.6). Este é um desafio que os profetas de Baal não suportam nem conseguem, pois não é por muito falar que serão ouvidos (Mateus 6.7). A oração na vida do cristão deve ser constante (I Tessalonicenses 5.17), como única forma de vencer as lutas da vida (Efésios 6.18).
Aceite o Desafio da Oração!

3- Aquietar-se no Senhor: v.25-29

Outra atitude que percebemos em Elias ao desafiar os profetas de Baal foi a sua tranquilidade, que demonstrava a sua confiança em Deus. Deixou os profetas de Baal fazer o que quiseram até mancarem de cansados (v.26), ao ponto de se ferirem (v.27) e foram desmascarados por suas próprias ações.
Precisamos aprender a sossegar o nosso coração na presença do Senhor e nos aquietar sabendo que Deus está conosco (Salmos 46.10). Não adianta apavorar e ficar inquieto. Muitas vezes o que os profetas de Baal querem é tomar o nosso tempo, mas não podemos parar (Neemias 6.3). Se você está sendo afrontado por profetas de Baal, confie no Senhor e não tenha medo, pois Deus está contigo. Deixa que clamem, manquem e se firam, como quiserem e saiba que nada de mal poderá te atingir (Lucas 10.19).
Aquiete o seu coração confiando no Senhor!

4- Restaure o Altar: v.30,31

Quando Elias viu que nada aconteceria por meio dos profetas de Baal, disse que chegou a sua vez de agir, então chamou o povo e restaurou o altar do Senhor. Não aceitou aquele altar porque estava profanado por idolatria. Convocou lideranças do povo e com doze pedras, representando as tribos de Israel, refez o altar de Deus.
O altar de nossas vidas precisa ser restaurado para conseguirmos vencer os profetas de Baal. Só conseguimos ter autoridade espiritual para batalha espiritual se estivermos em consagração (Efésios 6.12). A santificação é a entrega de nosso ser em atitude de sacrifício em amor a Deus, deixando o pecado e tudo o que nos impede de viver no altar do Senhor. Não podemos adorar a Deus com os altares do mundo e sim com uma vida totalmente rendida a Cristo que morreu por nós.
Restaure o altar de sua vida!

5- O Rego de água – Creia em Milagres: v.32-35

O profeta Elias fez uma coisa aparentemente para dificultar, mas na verdade era para mostrar o poder e grandeza do Senhor. Já era mais de meio dia e com o calor, os profetas de Baal poderiam pensar que a lenha teria secado ao sol e por isso se queimou. Então Elias usou o pouco de água que tinham, pois era tempo de seca, para molhar o altar jogando água sobre o cordeiro e a lenha, além de fazer um rego ao redor do altar e encher de água. Com este ato, somente um milagre de Deus para queimar o altar molhado.
Como Elias, precisamos crer e provar a bondade do Senhor nosso Deus (Salmos 34.8). Quanto mais difícil for uma situação, maior será o milagre de Deus em nossas vidas (Marcos 11.20-24). Existem momentos em que as coisas pioram primeiro para resolver-se totalmente depois. Devemos ter a certeza de que o que Deus faz em nossas vidas não provém do homem e sim do céu. Só quem acredita em milagres vê o fogo cair do céu. Nosso altar precisa ser irrigado de lágrimas em oração colocando “a boca no pó” (Lamentações 3.29) na presença do Senhor.
Creia nos milagres de Deus!

6- Espere a hora certa: v.29, 36 e 37

Elias foi paciente em todo o tempo. Esperou a manhã toda assistindo o clamor dos profetas de Baal. Sabia que o seu momento chegaria em seguida, por isso não se precipitou em interromper. Elias até riu dos profetas de Baal clamando e disse que poderia estar ocupado, viajando ou fazendo necessidades, por isso não atendia (v.27). Mas na verdade Elias sabia a hora certa do sacrifício, quando se oferecia à tarde a oferta de manjares ao Senhor (Levítico 2.4-6).
Precisamos aceitar o tempo de Deus para nossas vidas (Eclesiastes 3.1). Às vezes devemos esperar o no Senhor até o momento certo em que nos abençoará (Salmos 40.1). O relógio de Deus nunca se atrasa, mas o tempo de Deus não é o tempo do homem (II Pedro 3.8). Se você tem sido humilhado por profetas de Baal, espere que o Senhor te exaltará (Mateus 23.12).
Espere o tempo de Deus!

7- Obedeça à Palavra de Deus: v.36

O profeta Elias fez tudo conforme a orientação de Deus e segundo à sua Palavra. Desde o horário da oferta de manjares, a restauração do altar com doze pedras representando as doze tribos até cada detalhe estava de acordo com a vontade de Deus. Então Elias orou dizendo “segundo a tua palavra, fiz todas estas coisas (v.35). Então foi por isso que Deus mandou o fogo do céu (v.38).
Quando obedecemos a Palavra de Deus, somos bem-sucedidos em tudo (Salmos 1.1-6). Por isso não podemos nos desviar do que diz a Palavra do Senhor (Josué 1.8,9). Somente quando seguimos a vontade de Deus podemos ser abençoados (Romanos 12.2). Não podemos enfrentar os profetas de Baal com nossos próprios argumentos, mas como Jesus fez no deserto ao ser tentado, derrotamos o inimigo através da Palavra de Deus (Mateus 4.1-11). A palavro do homem pode ser contestada, mas a voz do Senhor ninguém resistirá (Salmos 29.1-8 e 50.1).
Faça tudo de acordo com a Palavra de Deus!

O fogo de Deus vai descer!

-CONCLUSÃO: v.38 e 39 “Então, caiu fogo do SENHOR, e consumiu o holocausto, e a lenha, e as pedras, e a terra, e ainda lambeu a água que estava no rego. O que vendo todo o povo, caiu de rosto em terra e disse: O SENHOR é Deus! O SENHOR é Deus! ”.
Não aceite Baal em sua vida. Reconheça que somente Jesus é o seu Senhor (Filipenses 2.9-11). O maior desafio a um cristão no mundo atual é uma vida de fidelidade a Deus em tudo, sem se conformar com este mundo (Romanos 12.1). Por isso, devemos desafiar os profetas de Baal e “não deis crédito a qualquer espírito; antes, provai os espíritos se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo fora” (I João 4.1).
Provar os profetas de Baal não significa afrontar as pessoas, pois nosso dever cristão é perdoar. Não podemos fazer como Tiago e João que desejaram que o fogo de Deus queimasse as pessoas (Lucas 9.54). A nossa luta é contra o nosso único inimigo (Efésios 6.12). Mas podemos clamar ao fogo do Espírito de Deus (Atos 1.5), que vem do céu e mostra o seu poder com sua presença “porque o nosso Deus é fogo consumidor” (Hebreus 12.29).

Busque o fogo de Deus!

______________________________
Citações Bíblicas: Bíblia Revista e Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.


STRONG, James. Dicionário Grego do Novo Testamento. Bíblia de Estudo Palavras-Chave: Hebraico. Grego. Tradução de João Ferreira de Almeida. Edição Revista e Corrigida. Rio de Janeiro: CPAD, 2011. Verbete 1167.

Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões. Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP - Universidade Metodsita de São Paulo.
Siga Google+.

0 COMENTE!:

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.
Direitos autorais protegidos:
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Seguidores

Pregações por email

Livro

Livro
E-books do Pr. Welfany Nolasco
Powered by Blogger.