Abalando o mundo com o poder de Deus

-Tema: AVIVAMENTO   
“... Estes que têm transtornado o mundo chegaram também aqui” Atos 17.6
-Introdução: Igreja Primitiva conseguiu abalar a sociedade de sua época com o poder de Deus. Quando Paulo e Silas chegaram a Tessalônica, surgiu esta notícia de que estavam perturbando o mundo com os milagres que Deus realizava através de suas vidas.
John Wesley certa vez orou pedindo a Deus: “dê-me cem homens que nada temam a não ser o pecado e nada queiram senão a Deus e eu abalarei esta terra”. Deus lhe deu centenas de seguidores e pregadores do evangelho que alcançaram milhares de pessoas e abalaram o seu tempo com um dos maiores avivamentos da história.
Muitas coisas estão acontecendo no mundo, mas parece que as pessoas estão adormecidas ou anestesiadas e não se despertam para Deus. A Igreja de Cristo deve ser sal e luz neste mundo (Mateus 5.14), fazendo a diferença. Uma igreja que não marca a sua sociedade e seu tempo está morna (Apocalipse 3.16). Podemos nos basear nas marcas dos primeiros cristãos, que podem nos inspirar hoje a ser uma igreja relevante.

Como abalar o mundo com o poder de Deus?

Vamos refletir sobre as características da Igreja Primitiva que abalaram a sociedade de seu tempo:


1- O poder do Espírito Santo:

Atos 2.1-4 “Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar; de repente, veio do céu um som, como de um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam assentados. E apareceram, distribuídas entre eles, línguas, como de fogo, e pousou uma sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem”.
A primeira e maior marca da Igreja Primitiva era a presença do Espírito Santo que manifestava o poder de Deus em suas vidas. Antes do derramamento do Espírito Santo, os cristãos estavam tímidos, fracos e desanimados. Depois, do Pentecostes, se tornaram cheios de vigor e autoridade espiritual.
Deus quer levantar uma Igreja cheia da presença do Espírito Santo, não somente com seus dons (Romanos 12.1-8), mas também com o caráter cristão (Romanos 12.9-21), marcado pelos frutos do Espírito Santo (Gálatas 5.22,23).
Uma Igreja cheia do Espírito Santo abala o mundo!

ASSISTA:
2- O poder da ORAÇÃO:

Atos 4.31 “Tendo eles orado, tremeu o lugar onde estavam reunidos; todos ficaram cheios do Espírito Santo e, com intrepidez, anunciavam a palavra de Deus”.
Outra marca da Igreja Primitiva era uma vida de oração na presença de Deus. Diante das perseguições, lutas e desafios, resolviam suas questões diante do altar do Senhor em oração.
A Igreja precisa de oração. Assumindo seu papel de intercessora pelo mundo (I Crônicas 7.14). Sem oração a Igreja se enfraquece. Não devemos apenas orar quando precisamos, mas “sem cessar” (I Tessalonicenses 5.17). A vida pessoal de oração deve ser uma marca de todo cristão (Mateus 5.5). Antes de tomar nossas decisões devemos orar e não apenas reunir para fazer projetos, mas buscar a vontade e orientação de Deus para sua obra.
Uma Igreja que ora abala o mundo!

3- O poder do PERDÃO:

Atos 7.55-60 “Mas Estêvão, cheio do Espírito Santo, fitou os olhos no céu e viu a glória de Deus e Jesus, que estava à sua direita, e disse: Eis que vejo os céus abertos e o Filho do Homem, em pé à destra de Deus. Eles, porém, clamando em alta voz, taparam os ouvidos e, unânimes, arremeteram contra ele. E, lançando-o fora da cidade, o apedrejaram. As testemunhas deixaram suas vestes aos pés de um jovem chamado Saulo. E apedrejavam Estêvão, que invocava e dizia: Senhor Jesus, recebe o meu espírito! Então, ajoelhando-se, clamou em alta voz: Senhor, não lhes imputes este pecado! Com estas palavras, adormeceu”.
Outa característica marcante da Igreja Primitiva era o perdão praticado pelos primeiros cristãos. Estêvão foi o primeiro mártir e morreu orando e perdoando seus opressores. Enquanto recebia pedradas, Estêvão olhava para o céu e via a glória de Deus. Assim deve ser a vida de um cristão diante das pedras que lhe atiram.
A Igreja atual precisa ensinar mais sobre o perdão. Como cristãos, devemos mostrar quem realmente somos quando passamos por perseguições. O nosso exemplo maior é Cristo e seu sacrifício na cruz perdoando os nossos pecados. Jesus nos mandou amar e perdoar os inimigos (Mateus 5.44) e orar por eles (Mateus 6.12). Quando o povo de Deus começar a manifestar o perdão de Jesus, este mundo será abalado pelo poder de Deus.
Uma Igreja que perdoa abalará este mundo!

4- O poder da CONVERSÃO:

Atos 9.3-6 “Seguindo ele estrada fora, ao aproximar-se de Damasco, subitamente uma luz do céu brilhou ao seu redor, e, caindo por terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? Ele perguntou: Quem és tu, Senhor? E a resposta foi: Eu sou Jesus, a quem tu persegues; mas levanta-te e entra na cidade, onde te dirão o que te convém fazer”.
A mudança na vida das pessoas era mais uma marca da Igreja Primitiva que abalou a sociedade de seu tempo. Saulo estava entre os que apedrejaram Estêvão e foi alvo de sua oração (Atos 7.59,60). Depois Saulo teve um encontro com Jesus que transformou a sua vida para sempre. De perseguidor passou a ser perseguido (I Timóteo 1.13) e sua vida era uma prova do poder de transformação do Evangelho.
A Igreja precisa anunciar o Evangelho que transforma vidas, mais do que apenas convidar para uma religião. Não serão os grandes templos, canções bonitas ou eventos grandiosos que influenciarão o mundo, mas sim, vidas convertidas pelo poder de Deus. Para mudar o mundo é preciso mudar o ser humano e somente Jesus pode mudar o ser humano. O testemunho de vida cristã é a maior forma de marketing da Igreja. Já o mal testemunho tem sido grande empecilho para a proclamação do evangelho.
Uma Igreja de convertidos abalará este mundo!

5- O poder da ADORAÇÃO:

Atos 16.25,26 “Por volta da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam louvores a Deus, e os demais companheiros de prisão escutavam. De repente, sobreveio tamanho terremoto, que sacudiu os alicerces da prisão; abriram-se todas as portas, e soltaram-se as cadeias de todos”.
Paulo e Silas estavam presos e começaram a adorar a Deus. O poder de Deus abalou aquela prisão com um terremoto que abriu todas as cadeias. Vários testemunhos de mártires da Igreja Primitiva relatam que adoravam a Deus enquanto eram afligidos. Uma prova de que a adoração dos primeiros cristãos era verdadeira e incondicional.
A Igreja atual usa muito a música como recurso de adoração, mas o mercado musical gospel nos leva a pensar se todos pensam nas palavras citadas nos cânticos e como se comportam diante dos desafios da vida. A adoração que Deus procura é “em Espírito e em verdade” (João 4.24). Quando o povo de Deus começar adorar a Deus de maneira profunda, esta terra será abalada com o poder de Deus.
Uma Igreja que adora a Deus abalará este mundo!

Este mundo será abalado pelo poder de Deus!

-CONCLUSÃO:

Hebreus 12.26-29 “aquele, cuja voz abalou, então, a terra; agora, porém, ele promete, dizendo: Ainda uma vez por todas, farei abalar não só a terra, mas também o céu. Ora, esta palavra: Ainda uma vez por todas significa a remoção dessas coisas abaladas, como tinham sido feitas, para que as coisas que não são abaladas permaneçam. Por isso, recebendo nós um reino inabalável, retenhamos a graça, pela qual sirvamos a Deus de modo agradável, com reverência e santo temor”.
A Igreja dos últimos tempos tem a missão de levar o evangelho até os confins do mundo (Atos 1.8) para que Jesus volte e busque o seu povo (Marcos 13.10). Mas antes, este mundo precisa ser abalado com o poder de Deus, através de um povo cheio do Espírito Santo, vida de oração, o poder do perdão, o testemunho de conversão de vidas e o poder de uma adoração sincera.
Leia mais sobre: Igreja Primitiva.

Vamos abalar o mundo com o pode de Deus!

______________________________
Citações Bíblicas: Bíblia Revista e Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.


Uma pesquisa histórica que analisa a prática da evangelização cristã até o final do segundo século, buscando descobrir elementos da organização da Igreja, dos modelos de discipulado e de capacitação dos novos convertidos e das lideranças cristãs. A questão de fundo é como se dava a evangelização e o crescimento da igreja a partir dos primeiros cristãos com reflexões para a Igreja contemporânea.
88 páginas 14x21
Adquira o Livro: 

Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões. Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP - Universidade Metodsita de São Paulo. Pós Graduação em Filosofia pela ISEIB - Instituto Superior de Educação Ibituruna.
Siga Google+.

Um comentário:

  1. Glória a Deus adorei esse app muito bom vai mim ajudar muito .
    Emerson alves

    ResponderExcluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.
Direitos autorais protegidos:
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Seguidores

Pregações por email

Livro

Livro
E-books do Pr. Welfany Nolasco
Powered by Blogger.