Os frutos da vida cristã

-Tema: VIDA CRISTÃ

“Assim, pois, pelos seus frutos os conhecereis” Mateus 7.20


-INTRODUÇÃO: A vida cristã precisa ser frutífera. Frutos são agradáveis e aceitos em qualquer hora por todas as pessoas. Assim devem ser nossos atos para com nosso próximo. Deus também quer desfrutar de coisas boas em nossas vidas.

Como frutificar?

Vamos refletir sobre os frutos da vida cristã:

1 – COMO SÃO ESTES FRUTOS?

a) Frutos para Deus:
Romanos 7.4 “Assim, meus irmãos, também vós morrestes relativamente à lei, por meio do corpo de Cristo, para pertencerdes a outro, a saber, aquele que ressuscitou dentre os mortos, a fim de que frutifiquemos para Deus”.
Agora que somos de Jesus, estão devemos frutificar para Deus.

b) Frutos de Arrependimento:
Mateus 3.8 “Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento”.
Atitudes que condizem com o arrependimento, frutos dignos da nossa vida de convertido.  Frutos sem defeito, bons frutos. É o que Deus quer encontrar em nós.

2 - CONDIÇÕES PARA FRUTIFICAR:

a) Boa Terra:
Mateus 13.8 “Outra, enfim, caiu em boa terra e deu fruto: a cem, a sessenta e a trinta por um”.
O fruto cresce quando cai em boa terra.

b) Plantar no lugar e tempo certo:
Salmos 92.12-15 “O justo florescerá como a palmeira, crescerá como o cedro no Líbano. Plantados na Casa do SENHOR, florescerão nos átrios do nosso Deus. Na velhice darão ainda frutos, serão cheios de seiva e de verdor, para anunciar que o SENHOR é reto. Ele é a minha rocha, e nele não há injustiça”.

Doar o nosso tempo para Deus, estarmos plantados na casa de Deus, firmes na igreja, em qualquer etapa da nossa vida, em todo tempo, da meninice à velhice.

c) Luminosidade:
Efésios 5.8-11 “Pois, outrora, éreis trevas, porém, agora, sois luz no Senhor; andai como filhos da luz (porque o fruto da luz consiste em toda bondade, e justiça, e verdade), provando sempre o que é agradável ao Senhor. E não sejais cúmplices nas obras infrutíferas das trevas; antes, porém, reprovai-as”.
Se não houver luz o fruto não cresce.

d) Ser regado:
Salmos 1.3 “Ele é como árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem não murcha; e tudo quanto ele faz será bem sucedido”.
Para brotar e frutificar é preciso ter contato com a água. A água que molha nossa vida terrena que é pó é Jesus que nos dá vida.

e) Morrer para viver:
João 12.24 “Em verdade, em verdade vos digo: se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, produz muito fruto”.
Deixar a nossa vida antiga por uma nova vida, a vida com Deus. Morrer para o mundo e viver para Deus dando fruto para Ele.

f) Ser podado:
João 15.2,3 “todo ramo que, estando em mim, não der fruto, ele o corta; e todo o que dá fruto limpa, para que produza mais fruto ainda. Vós já estais limpos pela palavra que vos tenho falado”.
Para a planta dar mais fruto é importante podá-la. Através da Palavra de Deus e da confissão (muito importante no culto) somos limpos por Deus.
                              
g) Permanecer:
João 15.5 “Eu sou a videira, vós, os ramos. Quem permanece em mim, e eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer”.
Dependemos de Deus para tudo. Por isso precisamos permanecer n’Ele em todo momento, aonde quer.

3- MOTIVOS QUE IMPEDEM FRUTIFICAR:

a) Falta de cuidado:
Isaías 5.2 “Sachou-a, limpou-a das pedras e a plantou de vides escolhidas; edificou no meio dela uma torre e também abriu um lagar. Ele esperava que desse uvas boas, mas deu uvas bravas”.
É preciso fazer a nossa parte preparando um local adequado para a semente. Falta de frutos não é culpa de Deus, Ele prepara tudo e espera bons frutos, às vezes a natureza corrompida não permite a frutificação.
                              
b) Espinhos:
Mateus 13.22 “O que foi semeado entre os espinhos é o que ouve a palavra, porém os cuidados do mundo e a fascinação das riquezas sufocam a palavra, e fica infrutífera”.
O mundanismo, o prazer por ‘espinhos’ (frutos do mundo), não deixam frutificar.

c) Quando não semeamos não colhemos:
Lucas 19.20 “Veio, então, outro, dizendo: Eis aqui, senhor, a tua mina, que eu guardei embrulhada num lenço”.
Se não investirmos, não podemos esperar frutos. É preciso investir, não aguardar a semente. Às vezes estamos muito guardados, embrulhados e semente guardada não frutifica.

Frutifique para Deus!

 -CONCLUSÃO: 

Gálatas 5.22,23 “Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio. Contra estas coisas não há lei”.

Uma variedade de frutos. Na vida cristã fazemos muitas coisas, produzindo vários tipos de frutos. Não é sempre a mesma coisa, mas uma nova vida sempre. Antes de alcançarmos alguém precisamos mudar a nós mesmos e transformar nosso temperamento. Ter frutos do Espírito e através dele alcançar outros.

Tenha uma vida cristã frutífera!

Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões.
Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP - Universidade Metodista de São Paulo.
Pós Graduação em Filosofia pela ISEIB - Instituto Superior de Educação Ibituruna.
Licenciatura em Letras pela ISEED - Instituto Educacional Elvira Dayrell.
Extensão em Grego Bíblico pela MACKENZIE - CPAJ.
Siga Google+.

6 comentários:

  1. O irmão..colocou ali..que pra produzir frutos..precisa confessar os pecados no culto???...pode me explicar isso melhor....sabendo que a confissão do pecado..é entre o pecador e Jesus...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amado irmão. Os pecados devem ser confessados um ao outro quando ofendemos nosso irmão (Mateus 18.15 e Tiago 5.16).
      Quando afirmei que a confissão é importante no culto é porque devemos ensinar ao povo sobre a necessidade de confessar os pecados. Isso jamais deve ser feito de maneira que exponha pessoas a constrangimento público. Apenas uma oração silenciosa onde cada um, ajoelhado, pede perdão pelos seus pecados e depois todos se levantam para adorar a Deus.

      Excluir
  2. Eu queria alguns exemplos desses frutos.
    Quais são esses, ou uma definição, do que seja exatamente os frutos da vida cristã.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. os frutos seriam: benignidade, paz, alegria, bondade, amor, fidelidade, paciência , mansidão, domínio próprio...

      Excluir
  3. Muito forte esta mensagem tão forte que vou usa-lá pra pregar. Posso pastor?

    ResponderExcluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.
Direitos autorais protegidos:
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Seguidores

Pregações por email

Livro

Livro
E-books do Pr. Welfany Nolasco
Powered by Blogger.