A lei e o sábado

-Tema: LEI e GRAÇA


E é evidente que, pela lei, ninguém é justificado diante de Deus, porque o justo viverá pela fé. Gálatas 3.11

-Introdução: Sempre há dúvidas sobre a questão da lei e graça. Somos salvos pela Graça ou pelas obras da lei? Se tivermos que guardar o sábado como requisito para a salvação, estamos aceitando a salvação pelas obras da lei e negando a graça.
Por que não guardar o Sábado? Por que este é uma exigência da lei e “Porque a lei foi dada por intermédio de Moisés; a graça e a verdade vieram por meio de Jesus Cristo” (João 1.17).


A pregação sobre guardar o sábado tem sido enfatizada pelo legalismo de pessoas que não aceitam a salvação pela Graça através de Jesus Cristo. Graça esta que é suficiente, abundante e multiforme para a salvação de todo que crês (Efésios 2.8,9).
Estamos em uma Nova Aliança que torna passada a primeira (Hebreus 8.8). Esta Aliança foi feita no sangue de Jesus e nunca poderá ser cancelada (Hebreus 12.24) como a primeira que foi feita por homens em taboas de pedra.

Qual a diferença entre a Lei e a Graça?

Vejamos algumas orientações sobre a salvação pela graça e não pelas obras da Lei:
Romanos 3.20 - a lei serve para ensinar o que é certo e errado.
Romanos 3.28-31- A Lei não salva e só pode ser cumprida pela fé.
Gênesis 2.23 - Deus trabalhou no 7° dia até concluir a obra e depois descansou
Êxodo 31. 12-18- o sábado era uma aliança específica entre Deus e Israel.
Isaías 1.13- Deus rejeitou o sábado cerimonial.
Mateus 12.1-8- Jesus é o Senhor do sábado
Colosseneses  2. 8 ; 16 e 17- ninguém pode nos julgar por causa de sábado ou de comidas porque estas coisas são passadas.
Hebreus 4.3-9 - O ‘outro dia’ que Deus reservou para guardarmos. Os que guardam o sábado não entram no descanso de Deus
Atos 15.19,20 e 29; 21.25: A Igreja primitiva estabeleceu que não exigiria o cumprimento da lei de Moisés aos novos convertidos.

“De Cristo vos desligastes, vós que procurais justificar-vos na lei; da graça decaístes”. Gálatas 5.4

ALGUMAS RAZÕES POR QUE GUARDAMOS O DOMINGO


1-    Jesus ressuscitou dentre os mortos no primeiro dia da semana (João 20.1).
2-    Jesus apareceu a dez de seus discípulos naquele primeiro dia da semana (João 20.19).
3-    Jesus esperou uma semana, e no outro primeiro dia da semana apareceu aos onze discípulos (João 20.26).
4-    A promessa da vinda do Espirito Santo cumpriu-se no primeiro dia da semana (Levítico 23.16).
5-    No mesmo primeiro dia da semana foi pregado pelo apóstolo Pedro o primeiro sermão evangelístico sobre a morte e ressurreição de Jesus (Atos 2.14).
6-    Nesse primeiro dia da semana os três mil conversos foram unidos à primeira eclesia neotestamentária (Atos 2.41).
7-    No mesmo primeiro dia da semana o rito do batismo cristão em  nome do Pai, Filho e Espírito Santo foi administrado pela primeira vez (Atos 2.41).
8-    Em Trôade os cristãos reuniam-se para culto no primeiro dia da semana (Atos 20.6 e7).
9-    Paulo instruiu os cristãos em corinto para fazer contribuições no primeiro dia da semana (1 Corintios 16.2).
10-        No primeiro dia da semana Cristo veio ao apóstolo João na ilha de Patmos (Apocalipse 1.10).

Não há confirmação do 4° mandamento no Novo Testamento.

______________
Fonte da imagem: https://pixabay.com/illustrations/justice-right-case-law-court-2071539/
Tecnologia do Blogger.