Dois toques e dois olhares

-Tema:       
Marcos 8.22-25
-Introdução: Muitas vezes não conseguimos perceber as coisas corretamente. Parece que tudo está obscuro. Os sentimentos são tantos que parece uma mistura de sensações que não conseguimos entender. Mas Jesus tem paciência conosco e sabe de nossas limitações (João 16.12).
Um cego foi conduzido a Jesus e não foi curado “imediatamente” (Marcos 1.18; 5.30,42; 9.20,24; 10.52) como Marcos gostava de enfatizar descrevendo as curas no “mesmo instante” (Marcos 1.42). Jesus teve que tocar duas vezes naquele cego que da primeira vez enxergou embaçado e só depois de um segundo toque conseguir ver nitidamente.
Como você tem visto as coisas?
Vamos refletir porque Jesus tocou duas vezes aquele homem:

1- O primeiro toque e olhar: v.23,24
A primeira vez que Jesus tocou aquele cego aplicando saliva nos seus olhos teve um resultado parcial de sua cura. O Mestre perguntou se conseguia ver e ele descreveu sua primeira visão das pessoas como as árvores que antes apalpava para entender como eram.
Todos entenderam que não estava plenamente curado. Alguma coisa estava errada. Seria o homem ou Jesus? Talvez o Senhor tenha feito isso de propósito ou então o homem que realmente ainda não tinha fé suficiente para ser curado. Acredito que seja as duas coisas, pois Jesus não dependia da fé do homem para realizar a cura, mas quis dar-lhe a chance de crer para ser curado. Através daquele ato o cego começou a crer verdadeiramente para receber o milagre completo.
Quando conhecemos a Jesus, recebemos este primeiro toque do Senhor. É uma experiência maravilhosa, mas parece que mesmo com nosso encanto por ver ‘homens como árvores’ ainda estávamos vendo de maneira errada. Precisamos reconhecer que nossa visão humana e das pessoas é limitada. Deus sabe o quanto suportamos e por isso vai agindo em nossas vidas nos dando experiências graduais que acrescentem nossa fé.
O primeiro toque é para despertar nossa visão espiritual!
                              
2- O segundo toque e olhar: v.25
A segunda vez que Jesus tocou o cego foi para completar o que começou. Agora podia ver claramente sem confusão. Se o cego em sua alegria de começar a ver ‘homens como árvores’ tivesse saído correndo, correria o risco de conversar com árvores e procurar frutos nos pés das pessoas. Mas ele ficou ali vendo alguém como uma ‘árvore’ especial deixando ser tocado novamente por Jesus.
Este segundo toque representa a continuação da vida espiritual. Após o novo nascimento, ou aceitar Jesus, precisamos crescer espiritualmente abrindo nossa visão de fé. Muitas vezes estamos vendo as coisas erradas e não permitimos um segundo toque de Jesus, achando que já enxergamos bem.
Quando não vemos as coisas espiritualmente tudo parece embaçado. Somente através da fé podemos ver a glória de Deus (João 11.40). Quando nos convertemos, “andamos por fé e não pelo que vemos (II Coríntios 5.7). Por isso a cada dia precisamos dar continuidade a nossa conversão, sendo sensíveis ao que vemos, reconhecendo nossa visão errada e aceitando os toques de Jesus.
O segundo toque é para completar a visão da fé!

Deixe Jesus te tocar novamente!
-CONCLUSÃO:
O famoso hino que diz ‘oh, que cego eu andei’ conta a história da conversão de todos nós que antes de conhecermos a Jesus erámos cegos e ‘foi ali pela fé que os meus olhos abri’[1] passando a ver espiritualmente.
Aquele cego precisou de dois toques para receber a cura completa. E você, quantas vezes precisa que Jesus te toque? Não caia no erro da religiosidade e do engano de seus próprios olhos. Deixe Jesus te tocar quantas vezes for preciso e abrir completamente sua visão espiritual.
Jesus quer te tocar e abrir seus olhos!



[1] A CONVERSÃO, Hinário Evangélico, nº 269: http://www.hinarioevangelico.com/2010/07/269-foi-na-cruz.html

Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões.
Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP - Universidade Metodista de São Paulo.
Pós Graduação em Filosofia pela ISEIB - Instituto Superior de Educação Ibituruna.
Licenciatura em Letras pela ISEED - Instituto Educacional Elvira Dayrell.
Extensão em Grego Bíblico pela MACKENZIE - CPAJ.
Siga Google+.

Um comentário:

  1. gostei muito pois as vezes passamos momentos difíceis e por falta de fé fazemos tudo errado ,essa palavra nós alerta a confiar no SENHOR .

    ResponderExcluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.
Direitos autorais protegidos:
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Seguidores

Pregações por email

Livro

Livro
E-books do Pr. Welfany Nolasco
Powered by Blogger.