Sentimentos de um discípulo

-Tema: DISCIPULADO

João 1.35-51

-Introdução: Através do discipulado alcançamos o coração das pessoas. Um verdadeiro discípulo abre seu coração para seu mestre. Um bom mentor sabe como falar ao coração de seus seguidores. O discipulado transmite sentimento, emoção e poder.
Os primeiros discípulos de Jesus, antes tinham sido seguidores de João Batista (v.35-38), então já eram pessoas ‘discipuláveis’.  Alguns discípulos foram chamados por outros discípulos para conhecer a Jesus (v.40-42 e 45). E houve alguns que foram convidados pelo próprio Mestre (v.43,44).

O que você sente por seu líder?

Baseado no chamado de André, Simão, Felipe e Natanael, vamos refletir sobre alguns sentimentos relacionados ao discipulado:


1- SIMPATIA: v.35-39

André e outro discípulo de João Batista (v.40) estavam à beira do rio ouvindo o sermão do profeta e acompanhando os batismos quando ouviram duas vezes João apontando para Jesus e declarando que era “o Cordeiro de Deus” (v.29 e 36). Na segunda vez que João apontou para Jesus declarando quem seria.  André e outro discípulo seguiram a Cristo imediatamente (v.37).
No caso destes dois primeiros discípulos passaram a seguir Jesus voluntariamente. Jesus lhes perguntou o que desejavam e eles queriam saber onde o Mestre morava para ir até sua casa (v.38). Foi então que foram convidados por Jesus para segui-lo (v.39).
O discipulado muitas vezes começa por afinidade. Grupos de pessoas que se identificam de certa maneira e juntos seguem a Jesus. Geralmente os líderes de discipulado conquistam pessoas semelhantes, como por exemplo, jovens discipulam jovens, mulheres discipulam mulheres, homens discipulam homens e etc.
Esta simpatia é essencial ao discipulador que precisa conquistar pessoas. Quando existe esta simpatia do liderado para com seu líder e vice-versa, o discipulado acontece de forma muito mais fácil e natural.
Conquiste discípulos através da simpatia!                              

2- EMPATIA: v.40-45

Assim que conheceu a Jesus, André logo quis apresentar o Mestre para seu irmão Simão, que depois foi chamado de Pedro (v.42). André se identificou com Jesus e se preocupava tanto com seu irmão que não esperou muito para conduzi-lo a Cristo.
Na verdade André era um discipulador nato, pois Simão foi quem “achou primeiro” (v.41). André estava disposto a falar de Jesus para quem surgisse à sua frente. Tinha facilidade de se identificar com as pessoas.
Felipe também tinha essa facilidade de se aproximar das pessoas e assim que foi chamado por Jesus também convidou Natanael para seguir a Cristo (v.45). Quando foi questionado por Natanael, a resposta de Felipe foi apenas “vem e vê” (v.46). Quem sente empatia pelo outro não se preocupa com discussões de opinião, porque compreende o seu próximo e sabe que a verdade prevalecerá.
A empatia significa sentir-se igual ou estar no mesmo nível que o outro. Sentir empatia significa compreender o que o outro sente ou colocar-se no seu lugar para entender o que sente. O discipulador não pode se colocar acima das pessoas, mas deve se por em direção aos seus discípulos como uma pessoa próxima.
Por isso Jesus atraía multidões e também por isso os fariseus não o aceitavam. Jesus disse que “basta ao discípulo ser como o seu mestre (Mateus 10.25). Para ser um bom líder não é preciso ser melhor que os outros. Pessoas comuns cativam mais pessoas do que pessoas que se mostram importantes. O líder precisa ser alguém acessível.
O amor de Deus por nós é uma forma de empatia, porque Jesus veio ao mundo para ser como nós e não um diferente apenas (João 1.14). Discipulado pode ser entendido como ‘discípulo ao lado’, ou seja, um discípulo junto com outro ajudando a caminhar e seguir ao Mestre Jesus.
A empatia é a melhor forma de discipular!

3- ANTIPATIA: v.45-51

Natanael estava frustrado com a vida quando recebeu o convite de Felipe para conhecer a Jesus. Já tinha passado por tantas decepções que não tinha motivação para tentar novamente. Por isso não conseguiu esconder sua antipatia.
O mundo religioso da época estava impregnado pelo dogmatismo dos fariseus e pelo misticismo dos gregos. Havia muito discurso e pouquíssima prática da Palavra de Deus. Muitas pessoas eram repelidas pelo judaísmo e não conseguiam se identificar com a sua fé.
Natanael já tinha visto profetas e religiosos de todos os lugares. A própria Jerusalém era o foco da religiosidade. Quando Felipe disse que Jesus era da pequena vila de Nazaré, então não acreditou (v.46). Com isso entendemos a aversão de Natanael ao ouvir falar de mais um profeta.
Jesus surpreendeu Natanael quando disse que o conhecia e o tinha visto (v.48), mostrando empatia. A partir deste momento Natanael acreditou em Jesus e a luz da esperança voltou a brilhar em seus olhos (v.49), passando a simpatizar-se com Jesus.
Devido ao mau testemunho de muitos cristãos, a cada dia cresce o número de pessoas decepcionadas com a Igreja. Estas pessoas precisam descobrir que nunca vão se decepcionar com Jesus. Para alcançar novamente estas vidas para o discipulado, devemos fazer como Felipe fez, sendo paciente e motivando a tentar mais uma vez. Também como Jesus que demonstrou aceitação e amor.
Conquistar uma pessoa antipatizada com a Igreja é muito difícil, por isso Jesus disse que “é inevitável que venham escândalos, mas ai do homem pelo qual vem o escândalo (Mateus 18.7). Devemos tomar cuidado para não jogar fora vidas que Jesus comprou com o alto preço de seu sangue.
A antipatia pode ser vencida!

Fazei discípulos!

-CONCLUSÃO:
Existem vários tipos de abordagem para conquistar um discípulo. Dependendo de como se inicia o discipulado, todo o restante pode ser comprometido.  Por isso é preciso ser simpático, mostrar empatia para as pessoas e tentar cativar quem foi antipatizado.
Muitas pessoas se tornam discípulas por afinidade, quando simpatizam com um líder ou quando em uma situação difícil é acolhida por um discipulador que lhe demonstra empatia. Mas quando passam por decepções estas pessoas ficam antipatizadas, tornando-se difícil de conquistar.

Discipulado se faz com amor!

______________________________
Citações Bíblicas: Bíblia Revista e Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.

Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões.
Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP - Universidade Metodista de São Paulo.
Pós Graduação em Filosofia pela ISEIB - Instituto Superior de Educação Ibituruna.
Licenciatura em Letras pela ISEED - Instituto Educacional Elvira Dayrell.
Extensão em Grego Bíblico pela MACKENZIE - CPAJ.
Siga Google+.

Um comentário:

  1. Olá eu sou Laércio Germano, de João pessoa . P.B . Pr.quero que saiba que sou seu admirador,gosto muito de seus sermões e tenho aprendido muito, e sou divulgador de seu saite o qual indico e compartilho na minha pagina ( Missiónario Laércio Germano) se puder de uma passadinha la. que Deus continue te abençoando um abraço.

    ResponderExcluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.
Direitos autorais protegidos:
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Seguidores

Pregações por email

Livro

Livro
E-books do Pr. Welfany Nolasco
Powered by Blogger.