Erros de um jovem casal

-Tema: NAMORO    

Provérbios 7.6-27

-Introdução: Todas as pessoas são passíveis de erros. Quando duas vidas se unem, sua capacidade de acertar deve aumentar e não diminuir (Eclesiastes 4.9-12). Mas infelizmente o que acontece é que um coloca sua expectativa no outro se esquecendo de que são falhos. O resultado é frustrante. Até mesmo os casais que aparentemente começam bem, no decorrer do tempo cometem erros e terminam mal. Aqueles que já começam errados têm muito mais dificuldade de acertar depois e consequentemente acabam pior ainda.
O texto de Provérbios 7 conta a história de um jovem casal que cometeu vários erros e à luz desta mensagem podemos aprender alguns erros que precisam ser evitados para um relacionamento amoroso bem sucedido.

Quais erros evitar num relacionamento?

Vamos refletir sobre alguns erros cometidos pelo casal em conjunto e depois pelo homem e a mulher individualmente ou em relação ao outro:


1- Expor-se ao risco: v.7,8

O primeiro erro destacado na história é do rapaz que se expõe ao risco passando por perto da casa da mulher sabendo que poderia ser seduzido.
Quando sabemos que existe um ‘buraco’ no caminho, não passamos por ele, assim devemos aprender para não cair. Muitos jovens ficam acariciando o pecado como se fosse uma brincadeira e acabam sendo conquistados pela tentação.
Caminhar à beira de um precipício é um grande risco, por isso quanto mais longe mais seguro. Do mesmo modo, jovens casais devem fugir da tentação evitando ficar sozinhos em lugares ou momentos que oportunizam o pecado. Se você sabe que corre risco de cair em tentação então evite expor-se e até ore por isso (Mateus 6.13).
Jovens, não se exponham ao risco!                     

2- Ociosidade: v. 9

O segundo erro cometido por muitos casais é ficar desocupados. O rapaz e a moça estavam à toa, sem nada importante para fazer.
Como diz o ditado ‘mente vazia é oficina do diabo’. Um bom relacionamento tem mais coisas em comuns do que apenas beijos e abraços. Muitos casais passam tempo todo apenas em ‘amassos’ e não conversam ou fazem outras atividades juntos. Depois quando realmente se conhecem descobrem que a pessoa não era exatamente o que pensava.
Atividades como auxílio nos estudos, lazer e principalmente o culto a Deus são coisas que edificam o relacionamento. A convivência prática diante de várias situações da vida ajuda a conhecer melhor o companheiro evitando surpresas futuras.
Jovens, não fiquem desocupados muito tempo!

3- Inquietação: v.11-13

O comportamento tanto da mulher como do rapaz da história é de uma pessoa inquieta e ansiosa por fazer alguma coisa.
A pressa também atrapalha o relacionamento de qualquer casal. Quando o amor é verdadeiro a pessoa sabe esperar a hora certa porque “amor tudo espera” (I Coríntios 13.7). Um sentimento que é para a vida toda não precisa se apavorar.
A precipitação tem sido a ruína de muitos relacionamentos que não conseguem se aclamar e esperar a hora certa (Eclesiastes 3.1). Até o amor tem o momento certo de despertar (Cantares 8.4).
Jovens, esperem a hora certa para cada coisa!

4- Religiosidade: v.14

A jovem da história argumenta para o rapaz que já tinha oferecido sacrifícios e cumpridos votos religiosos. Isso serviu para aliviar a consciência dos dois enganando-se ao pensar que não estavam em pecado.
O simples fato de estar na Igreja não isenta ninguém de pecar (Romanos 3.23). Pelo contrário, muitas pessoas se escondem por traz de sua religiosidade (Romanos 2.20-22). Quem faz isso pensa que está enganando aos outros, mas na verdade está enganando a si mesmo e nunca engana a Deus.
Todo jovem cristão deve reconhecer suas fraquezas e tentações ao invés de negá-las (I Coríntios 10.13). Por outro lado, uma prática devocional sincera diante do Senhor ajuda a fortalecer a vida emocional preparando para um bom relacionamento.
Jovens, não descuidem de sua vida espiritual!

5- Ansiedade: v15

O sentimento de ansiedade é notável nos dois personagens da história que procuram um pelo outro até encontrar-se.
A busca pela pessoa ideal leva muitos casais a cometerem os mesmos erros repetidas vezes em busca de acertar. Muitos rapazes e moças ainda não estão resolvidos com seu próprio temperamento e quando se juntam revelam que não estão preparados para um relacionamento.
Ao invés de procurar a pessoa certa é melhor procurar ser uma pessoa melhor a cada dia preparando-se para viver bem com seu companheiro. A ansiedade atrapalha a concentração e compromete as decisões. Antes de fazer qualquer compromisso é necessário se acalmar e pensar bem primeiro para não se arrepender depois.
Jovens, não se desesperem, pois Deus tem o melhor pra vocês!

6- Sedução: v.16-18

A mulher seduziu o homem com palavras, embriagou-o e criou um clima romântico para atraí-lo.
Quando um jovem casal se vê ‘com a faca e o queijo na mão’, muitas vezes caem em tentação. Muitos jovens que têm filhos precocemente reconhecem que se tivessem pensado mais teriam evitado. Por isso o ambiente de risco deve ser observado e evitado por jovens que desejam se guardar.
A sensualidade é uma obra da carne (Gálatas 5.19-21). A concupiscência ou desejo pecaminoso é algo que não deve ser alimentado para não se tornar incontrolável (I João 2.16,17). Então o jovem deve se lembrar de que toda vontade é passageira, por isso é melhor deixar os sentimentos se acalmarem ao invés de alimentar desejos.  
Jovens, tomem cuidado com propostas sedutoras!

7- Pensar que ninguém vai ficar sabendo: v.19,20

A mulher argumentou para o rapaz que seu marido estava viajando e por isso ninguém ficaria sabendo de nada.
A primeira coisa que as pessoas pensam quando fazem algo errado é pensar, mesmo que inconscientemente, que ninguém está vendo. Até mesmo nos dias atuais em que as câmeras estão por todo lado.
Contudo, mais importante do que qualquer pessoa ver ou ficar sabendo é a sua própria consciência diante de Deus e para consigo mesmo. É preciso temer ao Senhor e saber que o que ninguém está vendo, Deus sabe e vê, pois “nada acontece em oculto que não seja revelado” (Marcos 4.22). Algo que não pode ser feito publicamente ou sem ter que esconder, pode não ser digno de se fazer.
Jovens, Deus vê o que ninguém pode saber!

8- Promessas: v.21

A mulher da história também fez várias promessas para o rapaz conseguindo convencê-lo com suas juras de amor.
Quase todos os namoros começam com trocas de declarações calorosas, mas com o passar do tempo vão se esfriando e às vezes são esquecidas. Isso acontece talvez porque as pessoas não pensam antes de falar e também costumam expressar frases prontas utilizadas de forma clássica como ‘eu te amo’ antes mesmo de conhecer a pessoa.
Antes de se render a uma proposta é preciso pensar em suas consequências e também se é possível ser cumprida realmente, além de imaginar quais são as intenções de quem está prometendo e se a pessoa sabe mesmo o que está falando.
Jovens, cuidado com promessas exageradas!

9- Não pensar nas consequências: v.22,23

O rapaz da história cai numa cilada sem saber o preço pelo que fez, pagando com sua própria vida.
A lei da física diz que ‘toda ação provoca uma reação’ e isso se aplica a muitas áreas da vida. Como um incêndio que deve ser prevenido porque sabemos como começa, mas não podemos medir seus estragos, as consequências de um erro só podem ser dimensionadas depois quando não há mais como voltar atrás.
Antes de tomar qualquer direção é necessário pensar aonde o caminho vai nos levar. Às vezes a pessoa resolve um problema agora que gera outro posterior tornando-se um círculo vicioso de decepções amorosas.
Jovens, pensem bem antes de fazer qualquer coisa!

10- Pensar que é a única pessoa: v. 24-26

O texto de provérbios termina com uma advertência sobre os erros cometidos pelo casal e declara duas vezes que isso aconteceu a “muitos” (v.26).
Ao conhecer e se interessar por uma pessoa, um jovem inexperiente pensa que aquela é a única pessoa que existe no mundo para amar. Por causa desta ‘cegueira’ a pessoa apaixonada não consegue ver mais nada, principalmente falhas de quem ama, o que dificulta que se conheçam melhor antes de firmar um compromisso permanente. Contudo, isso não significa que os relacionamentos podem ser descartáveis.
Os mesmos erro tem sido repetido por muitos casais durante toda a história da humanidade e quando descobrem que erraram, muitos pensam que são os únicos ou primeiros a cometer estes erros. Entretanto na maioria das vezes estão repetindo falhas comuns na própria família e no meio social em que vivem. Por isso é preciso tomar cuidados para não ficar copiando tudo que os outros estão fazendo.
Jovens, vocês não são os primeiros nem os últimos a errar!

Tente acertar!

-CONCLUSÃO:
A vida desregrada de muitos jovens tem afetado seus relacionamentos. A consequência disso são dificuldades nos estudos, trabalho e principalmente a vida emotiva. A falta de ordem, propósito e persistência impedem de aceitar os defeitos do outro, de corrigir a si mesmo e se conformar com as diferenças. Por isso tantos casais terminam precocemente. Embora muitos relacionamentos sejam superficiais e passageiros, infelizmente em alguns casos as consequências são permanentes como quando geram filhos, contraem dívidas em conjunto, se contaminam com doenças ou até mesmo deixam marcas emocionais feitas por palavras ferinas.
Podemos aprender coma próprias experiências da vida e também com o exemplo deixado por outros que já vivenciaram para depois não ser surpreendidos com os próprios tropeços. A prática da leitura a respeito da vida a dois, o diálogo e a busca de conselheiros experientes ajudam o casal a evitar alguns erros, protegendo-os de sofrimentos desnecessários.

Jovens, aceitem conselhos!

Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões.
Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP - Universidade Metodista de São Paulo.
Pós Graduação em Filosofia pela ISEIB - Instituto Superior de Educação Ibituruna.
Licenciatura em Letras pela ISEED - Instituto Educacional Elvira Dayrell.
Extensão em Grego Bíblico pela MACKENZIE - CPAJ.
Siga Google+.

3 comentários:

  1. Perfeito esse estudo! Muito necessário de ser ministrado à juventude.

    ResponderExcluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.
Direitos autorais protegidos:
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Seguidores

Pregações por email

Livro

Livro
E-books do Pr. Welfany Nolasco
Powered by Blogger.