Os sinais do Reino de Deus

-Tema: MISSÃO

Marcos 8.11-13 e 16.17,20

-Introdução: Deus se revela através de sinais que servem para apontar ou sinalizar sua presença e vontade (Hebreus 2.4). Jesus negou dar sinais aos fariseus (Marcos 8.12), mas prometeu sinais aos discípulos (Marcos 16.17 e 20) para mostrar que nós devemos ser um sinal da presença de Deus no mundo. Precisamos ser um canal através do qual os sinais se manifestam.
Trazendo para a nossa realidade, como Jesus fez na oração do “Pai nosso”, onde ele diz “venha a nós o teu reino” (Mateus 6.10), quer dizer que podemos viver na terra como se fosse o céu a partir do momento que aprendermos que podemos através de nossas atitudes e ações trazer o “céu” para muitas pessoas e lares manifestando a vontade de Deus.

Quais são os sinais de Deus em sua vida?

Percebemos fatos importantíssimos acerca do Reino e de sua concretização em nossas vidas:


1- Sinais do Céu: Marcos 8.11-13

Jesus tinha acabado de multiplicar pães e peixes (Marcos 8.1-10). Que sinal maior do que esse eles queriam? Por isso o Mestre negou sinais aos fariseus e repreendeu a incredulidade dos discípulos (Marcos 8.17-21).
A humanidade requer sinais para saber “quando sucederão estas coisas, e que sinal haverá quando todas elas estiverem para cumprir-se” (Marcos 13.4). Mas Jesus alertou que “surgirão falsos cristos e falsos profetas, operando sinais e prodígios, para enganar, se possível, os próprios eleitos” (Marcos 13.22).
O mundo busca estes sinais porque não consegue entender a direção onde buscar a Deus. A Igreja deve então sinalizar o Reino de Deus para a sociedade através dos sinais espirituais (II Coríntios 12.12), mas também através de ações que apontam para a presença Divina através do Corpo de Cristo.
Cabe à Igreja dar sinais da existência das virtudes do Reino de Deus. Sinais estes que devem ser concretos ao se colocar em favor dos marginalizados e excluídos. Sinais que saem da esfera pessoal e atinge o comunitário, que multiplica o pão e o peixe. Sinais que dão sentido ao dia a dia, que nos faz viver na vida abundante (João 10.10).
Hoje muitas igrejas cristãs buscam apenas sinais extraordinários como no tempo de Elias onde o “fogo” cai do céu, deixando de viver o ordinário, onde somos cercados de necessitados. Deus quer realizar milagres e sinais tremendos mostrando o seu poder para aqueles que creem, mas também precisa que a Igreja mostre seu testemunho de vida como sinal de transformação.
O maior sinal do céu é a mudança de vida!          

2- Sinais na Terra: Marcos 16.17 e 20

Jesus prometeu que aconteceriam sinais através de seus seguidores (v.17) e cumpriu tudo isso (v.20) realizando maravilhas quando ministravam àqueles que estavam carentes de Deus. Mas é importante perceber a ordem dos fatos, pois os “sinais seguirão aqueles que creem” (v.17) e os “sinais, que se seguiam” (v.20), ou seja, os sinais vêm depois, como consequência da fé. Não é a Igreja que deve seguir os sinais e sim os sinais que devem seguir a Igreja.
Deus se manifestou ao mundo! Em Gênesis diz que tudo o que Deus fez era bom (Gênesis 1.18,21, 25). Um sinal visível do fim dos tempos é que o ser humano não esta cuidando da criação de Deus, porque a própria criação geme (Romanos 8.22-25).
Paulo fala sobre a renovação da mente (Romanos 12.1,2), trazendo suas mensagens futurísticas e acreditava que o retorno de Jesus (parusia), estava próximo, então Paulo faz uma leitura dos sinais, que são bem explícitos entre a 1ª epístola aos Tessalonicenses e a carta aos Romanos destacando sempre o papel da igreja dentro da sociedade. Em seguida vem o livro de Apocalipse falando a respeito do novo céu e a nova terra.
Vencer os preconceitos sobre o mundo é um desafio para a Igreja, pois sempre ouvimos que o mundo é do diabo e cabe à Igreja combatê-lo (I João 5.19). Mas devemos levar o evangelho para mudar o mundo, pois “esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé (I João 5.4). Deus não tem prazer naquele que vive no mundo - conceito de santo e profano - e não devemos sentir prazer no mundo, pois isso não provém de Deus (João 17.15).
Devemos vencer as estruturas que nos engessa que diz que mundo é mundo e igreja é igreja e que ambos não se aproximam de forma que não conseguimos comunicar o evangelho aos que precisam*. Ser sal e luz é um sinal para a sociedade, por isso devemos fazer valer a nossa fé salgando e iluminando o mundo (Mateus 5.14). A igreja existe e está no mundo e a sua função é lutar por um mundo melhor, mais digno, mais justo, onde as pessoas tenham o mínimo de dignidade, onde o direito do pobre e da viúva seja respeitado (Tiago 1.27).
O testemunho de vida é um sinal de Deus no mundo!

Seja um sinal de Deus onde você estiver!

-CONCLUSÃO:

A igreja deve atentar-se para os sinais do Reino. Isso aconteceu com os discípulos representantes da igreja, a princípio não entenderam o que Jesus falava e fazia, como se a sua mente, olhos e ouvidos estivessem bloqueados. Tanto que os discípulos de João foram perguntar se realmente ele Jesus era o Messias, e a sua resposta foi, os cegos enxergam, os coxos andam e os famintos são saciados (Lucas 7.20-22). Isso nos faz refletir se os atos Igreja diante da sociedade, os seus serviços prestados em favor dos que sofrem. Caso contrário, nos enquadraremos na pergunta que Natanael, que mostra o descrédito de tantas pessoas quanto à religião: ‘pode vir alguma coisa boa dessa igreja?’ (João 1.46).
A Igreja Primitiva nos deixou registrada as suas obras através dos Atos dos Apóstolos e hoje a Igreja deve continuar escrevendo sua história na sociedade mostrando os sinais do Reino de Deus.

Seja um símbolo do Reino de Deus!


______________________________
Citações Bíblicas: Bíblia Revista e Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.
* SANTANA, Julio. Pelas trilhas do mundo a caminho do Reino. São Bernardo do Campo: Imprensa Metodista, 1985. p. 53-69.

eBook: Evangelização, Missão e Discipulado

Você está preparado para evangelizar?
Você sabe qual o seu chamado missionário?
Você tem discipulado vidas?
Já se fez estas pergunta? Está preparado?
O Objetivo deste livro é induzir a ação evangelizadora e não somente apresentar novas teorias. Vamos tratar sobre a Missão de forma geral e concluir com o Discipulado que é a forma mais completa de evangelizar.
Adquira impresso ou eBook: 


Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões.
Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP - Universidade Metodista de São Paulo.
Pós Graduação em Filosofia pela ISEIB - Instituto Superior de Educação Ibituruna.
Licenciatura em Letras pela ISEED - Instituto Educacional Elvira Dayrell.
Extensão em Grego Bíblico pela MACKENZIE - CPAJ.
Siga Google+.

9 comentários:

  1. Wilton.gostei muito

    ResponderExcluir
  2. Wilton muito bom .Jesus te abençoe

    ResponderExcluir
  3. Gostei quero aprender mais

    ResponderExcluir
  4. É maravilhoso aprender a cada dia o evangelho

    ResponderExcluir
  5. Maravilhoso sabe que acordei a tempo para ser ultiu para o reino de Deus

    ResponderExcluir
  6. Pregações e estudos maravilhosos tudo para honra e glória do senhor Jesus Cristo somos a igreja do senhor e apredemos se Deus através da igreja inspiração do Espírito Santo nas vidas daqueles que tem compromisso com Deus.

    ResponderExcluir
  7. Maravilhosa mensagem. Aprendi mais de Deus. Deus esteja sempre com Senhor Pastor, para nós ensinar mais dessa Fonte para nosso espírito e alma.

    ResponderExcluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.
Direitos autorais protegidos:
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Seguidores

Pregações por email

Livro

Livro
E-books do Pr. Welfany Nolasco
Powered by Blogger.