Encontre uma Pregação

6

Esconderijos da Alma

-Tema: CURA INTERIOR
“Onde estás?” Gênesis 3.8,9
-Introdução: Todos os dias o Senhor se encontrava com o homem e a mulher para conversar com eles ao entardecer. Era um momento de intimidade com o Senhor, como um pai que coloca os filhos para dormir. Quando Deus colocou um limite para eles dizendo que não comessem determinada fruta e eles caíram na conversa da serpente, seus olhos se abriram para ver o que nunca perceberam: estavam nus. Por isso se esconderam. Quando foram encontrados por Deus, ao invés de se arrepender e pedir perdão, Adão colou a culpa em Eva e esta culpou a cobra.
A nudez representa muito mais que ver o corpo despido. Eles passaram a ver o mal que nunca tinham visto, pois até então eram puros. Desde então o ser humano tem a tendência de fugir e se esconder. Quando enfrentamos um problema, temos duas alternativas: fugir ou enfrentar.
È possível se esconder de Deus? Não! De maneira nenhuma. “Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face?" (Salmos 139.7-12).
Deus sempre procura o ser humano para reencontrá-lo, mesmo assim continuamos fugindo de Deus e o Senhor continua nos procurando e dizendo “onde estás?”. Se o Senhor te perguntar hoje “Onde estás?” o que você dirá?
Onde você está?
Vamos aprender sobre três tipos de fugas ou esconderijos, usando o exemplo do filho pródigo em Lucas 15:


1º esconderijo - fugir de SI MESMO: Lucas 15.12,13
O filho pródigo quis viver uma vida irreal, uma fantasia de prazeres fugindo da vida que tinha como família. Por isso pediu sua herança antecipadamente para aproveitar uma vida que não era sua.
Esconder de si mesmo é ter vergonha de quem somos, de onde moramos, da família, do corpo e representar algo que não é verdadeiro. Muitas pessoas são risonhas, mas escondem seu nervosismo ou se aprontam com as melhores roupas para esconder sua tristeza interior.
O vício é um grande sintoma de fugir de si mesmo com prazeres que o álcool, cigarro e drogas proporcionam momentaneamente para iludir o usuário com falsa alegria. Também os medicamentos como calmantes e soníferos podem ser usados para esconder uma dor interior.
O barulho se torna uma necessidade de quem precisa esconder de si mesmo. Sente necessidade constante de ouvir alguma coisa para não escutar os próprios pensamentos que perturbam a consciência.
A pessoa que se esconde de si mesma não consegue se encarar no espelho ou fechar os olhos para refletir interiormente por que tem medo de olhar para dentro do buraco que há em seu íntimo.
Você tem se escondido de si mesmo?
Olhe para si, faça uma auto-reflexão e encare seus problemas!
                              
2º esconderijo – fugir do outro: Lucas 15.14-16
Quando o filho pródigo descobriu que não tinha mais dinheiro, perdeu todos os amigos e namoradas, então foi trabalhar em um chiqueiro onde não avia ninguém senão os porcos. Sua situação foi tão miserável que desejou comer o alimento dos porcos. Ali curtiu a solidão por não desejar que ninguém o visse daquele jeito humilhante.
Esconder do outro é um sintoma de culpa e complexos. A pessoa prefere não ver ninguém a compartilhar seus problemas com as pessoas. Muitas vezes devido a decepções do passado, o isolamento se torna a alternativa mais fácil para fugir dos problemas.
Relacionamentos superficiais também são esconderijos para não revelar-se ao próximo. Existem muitas alternativas para ter muitos ‘amigos’ em inúmeras redes sociais, mas são pessoas que muitas vezes nem se conhece, vê pessoalmente ou divide seus problemas.
Nas grandes cidades, quanto mais pessoas ao redor, maior a solidão. Entramos em ônibus e metrôs lotados sem ninguém pra conversar. Visinhos dividem uma parede entre suas casas sem compartilhar um bom dia no corredor.
Um esconderijo para não mostrar-se ao outro é muitas vezes demonstrado quando pessoas não têm coragem de falar sua opinião, concordam com tudo superficialmente e só estão presentes em momentos festivos.
Você tem se escondido das pessoas ao seu redor?
Seja você mesmo sem medo de enfrentar a realidade diante das pessoas!

3º esconderijo – fugir de DEUS: Lucas 15.17-20
Não foi o caso do filho pródigo. Ele não fugiu de Deus, que é representado pelo pai que o recebeu de braços abertos. Como este jovem, mesmo que já tenhamos fugido de nós mesmos e dos outros não podemos fugir de Deus. Devermos como ele, cair em si, levantar-se e receber o perdão pelo abraço amoroso do Senhor que nos recebe.
Fugir de Deus pode ser deixar de orar, de ler a Bíblia ou ir à Igreja. A confissão de pecados é única maneira que devemos nos apresentar a Deus depois que erramos, pois “O que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia” (Provérbios 28.13).
Alguns exemplos de pessoas que tentaram se esconder de Deus são: Adão e Eva se esconderam atrás das árvores, o povo de Babel queria se esconder em uma torre (Gênesis 11.1-9), Jacó fugiu de seu irmão e teve um encontro com anjos (Gênesis 28.10-17), Moisés fugiu para o deserto e Deus lhe falou na sarça (Êxodo 2.11-22), Balaão fugiu de jumenta e o anjo de Deus lhe parou (Números 22.22-32), Elias se escondeu numa caverna, mas ali o Senhor falou com ele: “que fazes aqui Elias?” (I Reis 19.9), Jonas fugiu de barco, foi lançado ao mar e um peixe o engoliu e cuspiu na praia (Jonas 1.17; 2.2 e 10) e Saulo se escondeu atrás de cartas das autoridades para legitimar sua perseguição (Atos 9.1-9). Mas nenhum deles conseguiu se esconder de Deus.
A pessoa que ‘desvia’ da igreja muitas vezes culpa alguém que a aborreceu, mas na verdade está fugindo de Deus que manda perdoar quem nos ofender.
Você tem fugido de Deus?
Volte para o Senhor, Ele está te esperando de braços abertos!
Não se esconda de Deus!
-CONCLUSÃO: “O que habita no esconderijo do Altíssimo e descansa à sombra do Onipotente” Salmos 91.1
Deus continua chamando você: “onde estás?”. Mesmo que tenha vontade de se esconder ou fugir de seus problemas, de si mesmo ou das pessoas, nunca se esconda de Deus que te chama “Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós outros” (Tiago 4.8).
O Senhor sabe de nossa tendência natural de fugir, por isso preparou um esconderijo perfeito para nós: a Sua presença. Jesus mandou entrar no quarto e fechar a porta para orar (Mateus 6.6) e Ele mesmo deu exemplo muitas vezes que se retirou sozinho para orar (Lucas 11.1).
Quando fugimos para a presença de Deus em oração, somos fortalecidos pelo Senhor para enfrentar os nossos problemas, encarar as pessoas e a si mesmo de forma segura e tranqüila.
Venha para Jesus como estiver que Ele te receberá como prometeu “Todo aquele que o Pai me dá, esse virá a mim; e o que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora” (João 6.37).

6 comentários:

  1. muito bom seus esboços,tem me ajudado muito no meu deleite e conhecimento espiritual que Deus continue te abençoando +e+ a paz do Senhor Jesus

    ResponderExcluir
  2. muito bom eu precisava dessas palavras, me ajudou muito.....Deus te abençõe....

    ResponderExcluir
  3. É ótimo , aprendi muito ! Deus abençoes vocês.

    ResponderExcluir
  4. Boa noite! Que DEUS esteja com vocês. Tenho lido constantemente os esboços apresentados, e deles tenho tirado subsídios para elaborar pregações na Igreja em que congrego. O Espírito Santo tem me dado sabedoria para elabora-las. Fora esse fato, elas por si só, trazem conforto espiritual para quem as lê. Que DEUS continue os abençoando para que cada dia mais elaborem mais e mais, pois o povo de DEUS precisa desse alimento, que é a palavra. A paz do SENHOR JESUS.

    ResponderExcluir
  5. Palavras edificantes, q me fortalece cada vez mais q leio, pois e alimento para nossa alma. Que Deus os abençoe. A paz de Deus.

    ResponderExcluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!