0

O que a Bíblia diz sobre o Halloweem

-Tema: HERESIAS
Deuteronômio 18.9-14
-Introdução: A festa do dia das bruxas é comemorada na véspera do dia de todos os santos (01/11) e antevéspera do dia de finados (02/11). Este período é dedicado a rituais macabros e práticas de coisas ocultas. Na verdade, o dia 31 de outubro é a data que marcou a Reforma Protestante. Leia a mensagem ‘Os cinco pilares da Igreja’. Mas durante a inquisição, os protestantes foram queimados e julgados como bruxos. Então esta festa é um deboche contra o povo evangélico. Por isso não podemos nos conformar com isso (Romanos 12.1,2).
Embora a palavra Halloween ou a expressão 'dia das bruxas' não sejam citadas na Bíblia, as Escrituras condenas práticas ocultistas que são relacionadas a esta comemoração. As fantasias de monstros, bruxas e caveiras são usadas como uma brincadeira. Contudo o diabo não brinca (Provérbios 26.18,19). Deus também não brinca (Gálatas 6.7). As práticas envolvidas com esta festa são condenadas pela palavra de Deus “porque o que eles fazem em oculto, o só referir é vergonha” (Efésios 5.12). A fé cristã se baseia na luz e não nas trevas (Efésios 5.8). 
O que é ocultismo?
Vamos refletir sobre algumas práticas ocultas que Deus não se agrada e que estão ligadas ao dia das bruxas:
4

Ouvir a voz de Deus

-Tema: ORAÇÃO
-Introdução: Há momentos em nossas vidas em que precisamos mais do que tudo ouvir a voz de Deus. É bom ter amigos e companheiros, mas ouvir a voz do Senhor é algo incomparável. A bíblia diz que as ovelhas ouvem a voz de seu pastor e a conhecem (João 10.3 e 27).
   Uma das piores coisas que acontece com uma pessoa é quando falamos com uma pessoa e esta não presta atenção. Ser ignorado é terrível. Deus ouve todo mundo e muitas vezes não prestamos atenção para ouvi-lo.
Como ouvir a voz de Deus?
Vejamos no ministério de Jesus alguns momentos em que Ele ouviu a voz de Deus de forma audível e pública, quando todos que estavam perto também viram e ouviram:
0

Casamento duradouro

-Tema: FAMÍLIA
Marcos 10.6-9
-Introdução: O casamento é eterno como “tudo que Deus faz durará eternamente” (Eclesiastes 3.14). Contudo, quando o casal passa por uma crise, tende a pensar que a única solução para acabar com o problema é terminar o casamento. Não é bem assim. A prova disso é que muitas pessoas passam por diversos relacionamentos e repetem as mesmas dificuldades.
Como um casamento pode ser duradouro?
Vamos meditar sobre o que é passageiro e o que é eterno no casamento:
0

Chamado e Capacitado por Deus

-Tema: MISSÃO
Juízes 6.11-24 e 36-40
-Introdução: Podemos notar que vários servos de Deus estavam trabalhando quando foram chamados por Deus. Por exemplo: Abrão deixou sua terra; Moisés deixou o seu rebanho quando viu a sarça ardendo; Eliseu estava lavrando com 12 juntas de bois; André e Simão estavam pescando e Levi trabalhando na coletoria.
Gideão estava malhando o trigo escondido com medo dos ladrões de colheita quando Deus falou com ele que tinha um propósito para sua vida.
Como você foi chamado por Deus?
Vamos refletir dois aspectos importantes do chamado:
0

O que você precisa?

 -Tema: VIDA CRISTÃ
João 4.5-29
-Introdução: As pessoas vivem em função de suprir suas necessidades. O mundo moderno está sempre criando novas necessidades para conquistar consumidores. Mas Deus sabe realmente o que necessitamos muito mais do que nós mesmos e nos abençoa não segundo o que pedimos, mas vai além (Efésios 2.21).
No encontro de Jesus com a mulher samaritana, percebemos uma busca por necessidades em cada personagem do texto. Para cada necessidade humana, Deus tem uma forma superior de nos suprir.
O que você está precisando?
Vamos refletir sobre as necessidades do ser humano à luz do que o texto nos ensina: