0

O Tesouro do Coração

-Tema: CONVERSÃO
Mateus 6.19-21
-Introdução: A brincadeira da ‘caça ao tesouro’ se baseia em pistas que levam ao tesouro escondido. Jesus nos deu uma pista dizendo que para saber onde está nosso coração é somente observar onde está o nosso tesouro (v.21), ou seja, aquilo que mais damos valor¹. O coração é a sede dos sentimos e um depósito de emoções. Então para saber onde está o teu tesouro é preciso saber:
-O que é mais importante para você?
-O que você não abre mão?
-Com o que você gasta mais tempo?
Muitas vezes passamos por perdas que na verdade são testes da vida para nos provar se o nosso coração está naquilo que perdemos.
Onde está o tesouro do seu coração?

Vamos refletir sobre algumas pistas da caça ao tesouro e descobrir onde está nosso coração:
15

Sê tu uma bênção

-Tema: FIDELIDADE
Gênesis 12.2
-INTRODUÇÃO: Você é Uma Bênção! Mas porque às vezes não agimos de forma abençoada? Porque tantas vezes perdemos a bênção? Porque não agimos de acordo com o que aprendemos e somos inconstantes em nossas decisões. Abrão também era assim e Deus ordenou a ele que fosse uma bênção. Não foi de forma miraculosa que isso aconteceu. Ele precisou se esforçar muito neste propósito. Isso é COMPROMISSO.
2

O Chamado Pastoral

-Tema: MISSÃO
“Dar-vos-ei pastores segundo o meu coração, que vos apascentem com conhecimento e com inteligência”. Jeremias 3.15
-Introdução: Muitas são as responsabilidades confiadas por Deus ao pastor e a autoridade é ferramenta dada pelo Senhor para tão grande missão. Contudo, o pastor não tem autoridade em si mesmo, deve depender e buscar em Deus.
Ao subir aos céus, Jesus declarou que toda autoridade lhe foi dada (Mateus 28.18) e nos comissionou para receber este poder (Atos 1.8). Então o pastor precisa buscar autoridade de Cristo e pode fazer isso imitando Jesus. A motivação do pastor deve ser educar e ensinar as ovelhas, aquelas que forem submissas a Cristo também serão ao pastor.
O poder de Deus na vida do pastor o leva a ser humildade e dependente de Cristo. A autoridade de Jesus foi confirmada na cruz e sua recompensa foi a ressurreição.
Como ser pastor?

A função do pastor é descrita no Novo testamento por palavras gregas que nos fazem entender melhor seu propósito:
24

Impedimentos à oração

-Tema: ORAÇÃO
Salmos 72.20
-Introdução: Davi compõe as mais belas orações da Bíblia. Por isso as palavras deste versículo são preocupantes: “Findam as orações de Davi, filho de Jessé”. Isso me leva a refletir o porquê de suas orações terem terminado. Poderia ser apenas uma conclusão literária de um grupo de salmos de Davi. Mas será que ele parou de orar? Teria morrido? Esfriou na fé? Não sabemos.
Gostaria de trazer essa reflexão para nossas vidas e pensar: quando acabarão minhas orações? Desejo que terminem só quando eu morrer como a Bíblia diz: “orai sem cessar” (I Tessalonicenses 5.17).
Vemos muitas pessoas que deixam suas orações acabarem com facilidade. Uns por que são impacientes e querem receber rápido, na hora que querem. Outros por ingratidão, depois de abençoados não sentem mais necessidade de buscar ao Senhor.
Você parou de orar?
Vamos meditar sobre algumas coisas que impedem nossas orações:
2

Os sinais do Reino de Deus

-Tema: MISSÃO
Marcos 8.11-13 e 16.17,20
-Introdução: Deus se revela através de sinais que servem para apontar ou sinalizar sua presença e vontade (Hebreus 2.4). Jesus negou dar sinais aos fariseus (Marcos 8.12), mas prometeu sinais aos discípulos (Marcos 16.17 e 20) para mostrar que nós devemos ser um sinal da presença de Deus no mundo. Precisamos ser um canal através do qual os sinais se manifestam.
Trazendo para a nossa realidade, como Jesus fez na oração do “Pai nosso”, onde ele diz “venha a nós o teu reino” (Mateus 6.10), quer dizer que podemos viver na terra como se fosse o céu a partir do momento que aprendermos que podemos através de nossas atitudes e ações trazer o “céu” para muitas pessoas e lares manifestando a vontade de Deus.
Quais são os sinais de Deus em sua vida?
Percebemos fatos importantíssimos acerca do Reino e de sua concretização em nossas vidas:

5

Ferramentas Espirituais

-Tema:
“O que tens na mão?” Êxodo 4.2
-Introdução: Deus usa coisas e situações inesperadas para provocar milagres. Algo que seja realmente improvável para que o mérito seja apenas da fé. Um grave erro seria o uso de objetos como amuletos mágicos. Este tipo de crendice, chamada ‘animismo’ porque atribui vida a coisas inanimadas.
A fé verdadeira não tem idolatria em nada material porque é invisível (II Coríntios 5.7), mas tem poder de remover montanhas (Mateus 21.21). O propósito de Deus em utilizar o que chamamos de ferramentas para realizar milagres é nos mostrar que temos condições de vencer as dificuldades com aquilo que está em nossas mãos.
Você precisa de um milagre?

Vamos refletir sobre alguns momentos quem Deu usou o que seus servos tinham nas mãos:
3

O que está pesado?

-Tema: VIDA CRISTÃ
Gálatas 6.2 e 5
-Introdução: Até que ponto deve-se ajudar uma pessoa? Talvez você já tenha passado por uma situação em que foi ajudar alguém e a própria pessoa não estava disposta a fazer sua parte deixando todo o peso em suas mãos.
Estes dois versículos do mesmo trecho nos intriga porque parece uma contradição entre eles. Primeiro diz para ajudar o irmão a levar a carga (v.2) e depois ensina que cada um deve levar seu próprio fardo (v.5). Mas o texto não se contradiz e sim traz um rico ensinamento sobre a vida cristã. O segredo para entender a mensagem está no sentido das palavras carga e fardo, usadas em forma de um trocadilho. O contexto se refere ao trato com as fraquezas do irmão e como ajudar além de estar sempre atento para as próprias dificuldades (Efésios 6.1-8).
Você precisa de ajuda?
Vamos aprender o sentido desta mensagem a partir das palavras-chave do texto: