Lugares de Bênção

-Tema: MOTIVACIONAL  
Salmos 23
-Introdução: Qualquer lugar é abençoado com a presença de Deus. Mesmo assim o Senhor reserva lugares especiais para abençoar nossas vidas. Como um pastor que guia seu rebanho escolhendo as melhores passagens, assim o Senhor guia nossas vidas.
Você é uma ovelha?
Este texto revela alguns locais e situações especiais que Deus prepara para nós:

Vencendo a Injustiça

-Tema: MOTIVACIONAL
Salmos 12
-Introdução: Sofrer injustiça é uma das coisas mais dolorosas de se enfrentar. O sentimento de indignação e revolta toma conta de quem é alvo de injustiças. A oração é a melhor forma de desabafar diante do maior de todos os amigos que é Deus (Filipenses 4.6).
Este salmo é um texto de lamentação que era cantado em cultos do povo de Deus. O salmista lamenta pela situação que está ao seu redor e recorre a Deus em oração. Em momentos difíceis, era uma forma de clamor pela justiça de Deus.
Você está sendo injustiçado?
O interessante neste salmo é a presença de três vozes falando:

Doses de Graça

-Tema: GRAÇA
“todos nós temos recebido da sua plenitude 
e graça sobre graça” João 1.16
-Introdução: A Graça de Deus é o favor imerecido, bênção recebida sem qualquer pagamento. Jesus pagou tudo por nós para que nós recebêssemos de graça, mas para Ele custou muito caro, o preço foi a Sua própria vida.
Quando o texto acima se refere a “graça sobre graça” parece demonstrar que a Graça de Deus é tão grande que se torna imensurável ao ponto de ser liberada sobre nós em doses gradativas até que sejamos totalmente cobertos por ela.
Você conhece a Graça de Deus?
Vejamos comparar com 3 estágios de um tratamento e refletir sobre a GRAÇA de Deus:



 1- Graça Preventiva: Romanos 5.20
Como uma vitamina que fortalece e evita doenças, a Graça Preventiva ou Preveniente é quando Deus nos ama mesmo sem sabermos ou merecermos. O amor de Deus vem antes de tudo. A essência de Deus é seu amor e sua Graça (I João 5.8). Deus no ama mesmo quando nos esquecemos Dele e nos envolve com sua maravilhosa graça para nos dar arrependimento. Antes mesmo de pensarmos em Deus Ele já está pensando em como salvar nossas vidas.
Quando estávamos no mundo pensando que vivíamos longe de Deus, lá mesmo o Senhor por sua infinita Graça nos seguia (Romanos 6.14) até o momento em que o Espírito Santo conseguiu nos convencer deste tão grande amor (João 16.8-11).
Deus te ama antes de tudo!
                              
2- Graça Purificadora: Tito 2.11 e 3.7
Como um remédio ou curativo que traz alívio à dor, a Graça Purificadora ou Justificadora é quando recebemos o perdão dos pecados. Este é o momento em que conhecemos o amor de Deus. A experiência do Novo Nascimento nos traz uma nova vida (II Coríntios 5.17) quando somos purificados pela Graça de Deus. Quando temos um primeiro encontro com Jesus, conhecemos o amor de Deus e experimentamos a salvação pela graça (Efésios 2.8).
Muitas pessoas não entendem como uma pessoa tão pecadora pode ter uma segunda chance e viver como se tudo tivesse mudado facilmente. Quem pensa assim é porque não conhece ainda o poder da Graça de Deus em renovar suas vidas lavando com o sangue de Jesus que é capaz de renovar todas as coisas (Apocalipse 22.14).
O amor de Deus perdoa seus pecados!

3- Graça Santificadora: I Pedro 5.10
Como uma vacina que imuniza contra um vírus, a Graça Santificadora é quando depois de salvos, Deus nos assiste e nos ajuda na luta contra o pecado. Somente pela Graça podemos permanecer em Deus e não voltar atrás na vida de pecado e perdição. A cada dia o Espírito Santo continua esta obra em nossos corações nos trazendo arrependimento e mudança de vida (II Coríntios 4.15).
Não devemos receber a graça de Deus em vão (II Coríntios 6.1-3) por isso devemos anunciar esta tão grande salvação trabalhando na obra de Deus e levando mensagem da graça a outras pessoas (Mateus 10.8). O fato de servimos na obra de Deus demonstra saúde espiritual, ou seja, que estamos prontos para obedecer ao Senhor.
Pela Graça você pode vencer o pecado!
Viva pela Graça!
-CONCLUSÃO:
João Wesley foi um grande avivalista do século XVII. Antes era apenas um religioso, mas sua vida mudou quando conheceu a Graça de Deus. Então começou a pregar baseado nesta doutrina, ensinando como se manifesta sobre a humanidade. O resultado foi a transformação de milhares de vidas.
A Graça de Deus age de formas diferentes em cada pessoa de acordo com sua necessidade (I Pedro 4.15). A Graça Preventiva te previne contra o pecado como as vitaminas protegem seu corpo. A Graça Purificadora te cura do pecado como um remédio que sara uma doença. A Graça Santificadora te liberta do pecado como uma vacina que imuniza o organismo contra um vírus. Seja qual for o estágio que estiver vivendo na luta contra a doença chamada pecado, a Graça sempre será o suficiente (II Coríntios 12.9).
Tome uma injeção de Graça!

A Fé é um Milagre

-Tema: FÉ
Marcos 11.22-24
-Introdução: Enquanto Jesus estava com os discípulos, sempre que viam algum necessitado, chamavam o Mestre ou conduziam a pessoa até ao Senhor. Jesus estava dizendo para os discípulos que morreria, ressuscitaria e subiria para os céus enviando o seu Espírito para estar com eles. Então surgiu uma dúvida: o que faremos quando precisarmos do Senhor? Foi então que Jesus ensinou sobre o maior de todos os milagres: a fé.
Você tem fé?
Vamos aprender a receita de Jesus para exercer a fé:


1- A Fé produz Confiança: v.22 “tende em Deus”
A fé não tem medo, pois o medo se baseia na dúvida, mas “a fé é a certeza de coisas que se esperam e a convicção de fatos que não se veem” (Hebreus 11.1). Esta é uma certeza incondicional. Não cremos porque vimos ou impomos condições e sim porque simplesmente confiamos. A fé não precisa ter lógica ou explicação. Você nem precisa ver para acreditar (II Coríntios 5.7).
Jesus é o “autor e consumador da nossa fé” (Hebreus 12.2), por isso os discípulos lhe pediram “aumenta-nos a fé” (Lucas 17.5). Sabemos que podemos acrescentar nossa fé através da Palavra de Deus porque “a fé vem pelo ouvir a pregação” (Romanos 10.17).
Diante do impossível, a fé prefere correr o risco a perder a chance de vencer.
O maior milagre acontece quando cremos!
                              
2- A Fé declara o Milagre: v.23 “qualquer que disser ... mas crer que se fará aquilo que diz...”
Quando Jesus era procurado por um enfermo, embora fosse notável a sua necessidade, o Senhor sempre perguntava: “o que queres que eu te faça?” (Marcos 10.51; Lucas 18.41), então ouvia o pedido da pessoa e a curava dizendo “a tua fé te salvou” (Lucas 7.50; 8.48; 17.19; 18.42).
Deus sabe de todas as coisas, antes mesmo de falarmos (Salmos 19.4), conhece tudo o que precisamos () e mesmo assim quer ouvir de nós a expressão de nossa fé por palavras. Não basta apenas acreditar se não expressarmos nossa fé. Deus está atento a nossos pedidos para remover os ‘montes’ de diante de nós.
Declare sua fé e receba o milagre!

3- A Fé não tem Limites: v.24 tudo quanto pedirdes em oração, crede que recebestes e assim será convosco”
Deus nos garante que atenderá não apenas algumas coisas, mas a tudo que pedirmos com fé. Quando oramos é porque já acreditamos. A própria oração é fruto da fé. Se acreditarmos que Deus existe, então conversamos com Ele.
Diante das dificuldades é que a fé se torna mais forte. Cada experiência que enfrentamos é uma oportunidade para exercitar a fé e conhecer o seu poder infinito. Por exemplo, para conhecermos o poder da cura, precisamos passar pela enfermidade e através da fé ser curados. Não há nada difícil para a fé e quanto mais impossível maior será o tamanho do milagre. A fé é uma fonte inesgotável de possibilidades.
O limite da fé é a concretização do que oramos!

Nunca duvide, mas creia!
-CONCLUSÃO:
Não existe ciência capaz de explicar a fé, porque ela é inexplicável. Quando você acredita nada pode te impedir, mas para o incrédulo nenhum argumento é capaz de convencer. Por isso precisamos alimentar a nossa fé para ter mais confiança em Deus, além de declarar o que acreditamos até que todos os limites sejam rompidos pelo poder infinito da fé.
A fé nunca vai te decepcionar!

O aviso do Atalaia

-Tema: MISSÃO
Ezequiel 3.17-21 e 33.2-9
-Introdução: Atalaia é um vigilante e sua função é vigiar e avisar do perigo. A sua responsabilidade é muito grande e não pode dormir. Deve ficar de sentinela e a qualquer sinal de perigo se põe em alerta tomando as devidas providências.  Neste contexto Ezequiel estava cativo na Babilônia e naquele tempo as cidades tinham muralhas com torres onde fitavam os seus vigias, chamados de atalaias.
Os atalaias geralmente moravam em casas anexas aos muros da cidade, trabalhavam em turnos e vigiavam dia e noite. Quando via qualquer sinal de perigo ou movimento estranho, ficava atento e assim que percebia ser um inimigo, o atalaia tocava a trombeta e anunciava o perigo para que se fechassem as portas da cidade e o povo se armasse se colocando em posição de ataque. 


Deus chamou Ezequiel de atalaia porque era um profeta. Como cristãos também somos atalaias porque estamos sobre urna torre forte que é o Senhor (Provérbios 18.10) e temos que vigiar o tempo todo (Mateus 24.42) para anunciar ao mundo que o inimigo se aproxima e declarar guerra contra o pecado. 
Você se mantém vigilante?
Vejamos então alguns pontos sobre o atalaia:

1- Os OUVIDOS do Atalaia
O atalaia ouve a voz de Deus. Sua obrigação é anunciar o perigo porque está num lugar alto e de privilégio, mas não tem que falar de algo que não viu nem ouviu. 
Devemos falar o que o Senhor nos mostrou ou falou: 
Ezequiel 3.16b “Veio a mim a Palavra do Senhor dizendo”
Ezequiel 3.22b “e Ele me disse”
Ezequiel 3.27 “Quando eu falar contigo”
Ezequiel 33.7 “Ouvirás a Palavra da minha boca” 
Deus fala com o seu atalaia para que ele tenha o que dizer, orientando o povo quanto ao perigo. 
Ezequiel 3.22b “Levanta-te sai ao vale e eis que ali eu falarei contigo”
Ezequiel 3.23a “Então me levantei e sai ao vale e eis que a glória do Senhor estava ali”
Ezequiel 3.24a “Então entrou em mim o Espírito e me pés em pé; e falou comigo” 
Quando Ezequiel foi ao local em que Deus marcou com ele, Deus já estava à sua espera. Porque Deus anseia em se encontrar conosco. Devemos estar onde o Senhor quer que estejamos para falar conosco: a presença Dele. Quando confessamos a Jesus Cristo como nosso Salvador e Senhor, temos o Espírito Santo (I Coríntios 12.3) e se temos o Espirito ouvimos a voz de Deus porque Ele fala em nós.
Atalaia: ouça a voz de Deus!

2- Os PÉS do Atalaia:
O Atalaia deve estar de pé e posicionado vigilantemente  fazendo a ronda. Deus nos protege com sua mão porque somos seus atalaias e Ele nos manda nos levantarmos e nos dispormos para vigiar e ouvir sua voz. 
Ezequiel 33.7 “A ti ó filho do homem, te constitui por atalaia sobre a casa de Israel”
Ezequiel 33.22a “a mão do Senhor estava sobre mim, e Ele me disse: levanta-te” 
Ezequiel 33.4a “Então entrou em mim o Espirito, e me pôs em pé, e falou comigo” 
O Espirito Santo é que entra em nós e nos levanta e fala conosco. O Senhor pode estar te enchendo do seu Espírito e te levantando para que você seja alguém que ouve a voz de Deus.
Atalaia: permanece de pé na presença de Deus!

3- A BOCA do Atalaia
Dar o aviso é uma questão de vida ou morte tanto para quem ouve como para quem fala (Ezequiel 33.4-6). A mensagem, pregação é chamada de aviso (7 vezes) isso porque Deus sempre envia a palavra antes. Um aviso é uma noticia de algo que ainda vai acontecer. Deus sempre nos prepara para as lutas. O atalaia tem que dar o aviso o mais rápido possível e não pode dar tempo ao inimigo de se aproximar. Quanto antes avisar mais dá para preparar e se defender. 
Quando o atalaia não toca a trombeta avisando, ele é morto ou pelos inimigos que ajudou ou pelos amigos que traiu. Mas se avisar, pelo menos foi justo, cumpriu a sua tarefa e não tem culpa se alguém não se preparou. 
Ezequiel 3.17c “avisá-las-á da minha parte”
Ezequiel 3.27b “assim diz o Senhor” 
Nós falamos o que Deus disse e Ele fala através de nós. E não temos que arranjar o que falar, nossa única obrigação é repetir tudo o que vimos e ouvimos de Deus. Toda vez que entregava uma mensagem, Ezequiel dizia “veio a mim a palavra do Senhor dizendo” (Ezequiel 3.16) e começa a dizer o que Deus falou. O nosso dever é esse, dizer que foi Deus quem nos falou e já começar a falar as palavras de Deus. A boca do Atalaia faz o eco da voz de Deus na terra.
Atalaia: fale as palavras de Deus!

4- Os OLHOS do Atalaia:
O atalaia tem uma visão privilegiada e sempre está atento. Mas se as pessoas não acreditaram no que o atalaia diz ter visto, a culpa não será do atalaia e sim de quem não aceitou o aviso. Da mesma forma o cristão é  atalaia porque se assenta nos lugares celestiais (Efésios 2.6) e tem uma visão espiritual que o mundo não tem. 
Ezequiel 3.19 “se avisares o perverso, e ele não se converter da sua maldade e do seu caminho perverso, ele morrerá na sua iniquidade, mas tu salvaste a tua alma”
Ezequiel 3.21 “se tu avisares o justo, para que não peque, e ele não pecar, certamente, viverá, porque foi avisado; e tu salvaste a tua alma”
Se falarmos e a pessoa se converter do seu pecado, a sua alma é salva e nós não somos castigados. Não precisamos nos preocupar, com os resultados porque o Espírito Santo é que convencerá a pessoa do pecado (João 16.8) temos que fazer a nossa parte e Deus fará o resto. Muitas pessoas estão nas trevas e não conseguem ver espiritualmente (I Coríntios 2.14).
Atalaia: veja com olhos espirituais!

5- O SANGUE do Atalaia:
Deus nos cobra o sangue da pessoa que precisa ouvir. Muitas vezes o Senhor nos dá uma palavra que é uma mensagem evangelística e nós temos a responsabilidade de entregar este recado de Deus porque se não o ímpio morre no pecado e n6s somos os culpados por não avisá-lo. Deus nos cobrará cada palavra que nos deu se não entregamos, e seremos castigados por isso. 
Ezequiel 3.18 “quando eu disser ao ímpio”
Ezequiel 3.18  “o seu sangue, da tua mão o requererei”
Ezequiel 33.8 “se não o avisares”
Também para os justos, Deus nos dá uma palavra de edificação e exortação quando vemos que o pecado está se aproximando dele. E a justiça da pessoa não a salvará se ela cair em pecado (Romanos 6.23). 
Ezequiel 3.20 “não serão lembradas as suas ações de justiça que tiver praticado”
Ezequiel 3.20c “no seu pecado morrer”
Ezequiel 3.18c “aquele ímpio morrerá” 
Nós temos a responsabilidade sobre a palavra que não entregamos e o sangue da vítima nos será cobrado. Se avisarmos o ímpio e ele não se converter do seu mau caminho, ele morrerá. Mas não temos mais responsabilidade sobre a palavra nem sobre a pessoa depois que avisamos e este tem que se responsabilizar pelo pecado, pois já sabe da verdade. 
Atalaia: o sangue de inocentes será cobrado!

O Atalaia ouve a voz de Deus, vê o que Deus mostra e fala as palavras de Deus!
-CONCLUSÃO
Deus nos chama, nos fala e nos levanta para sermos seus Atalaias. Nossa tarefa é abrir os olhos para ver e os lábios para anunciar a mensagem do Senhor. Transferimos responsabilidade sobre a Palavra ao entregá-la.
O Senhor tem falado conosco e nos chamado para vigiar, sermos Atalaias e tocarmos a trombeta avisando quando o pecado vem, quando o diabo se aproxima, para que o povo possa se armar com a armadura do Senhor e fechar as portas para o adversário.

Atalaia: Toque a trombeta e anuncie guerra contra o pecado!