Encontre uma Pregação

15

O que eu não posso pregar

-Tema: PREGAÇÃO
“ai de mim se não pregar o evangelho” I Coríntios  9.16
-Introdução: Diante da diversidade de pregadores atuais, o conteúdo e a forma da pregação da Palavra precisa orientado para não fugir ao propósito real e da dignidade do exercício da pregação.
Conforme disse o apóstolo Paulo com a expressão “se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois sobre mim pesa essa obrigação; porque ai de mim se não pregar o evangelho!” (I Coríntios 9.16). Com estas palavras entendemos que pregar, embora pareça bonito, não é uma apresentação e sim algo que a pessoa não tem que se gloriar, se torna uma obrigação e uma necessidade constante.
O pregador não pode deixar de pregar o verdadeiro Evangelho para pregar outra coisa como opinião ou modismos que são “vento de doutrina” (Efésios 4.14), podendo ser fiel à doutrina de sua igreja e pastor (Hebreus 13.9).
O assunto da pregação deve ser impreterivelmente a Bíblia Sagrada como ferramenta completa para toda a mensagem de Deus (II Timóteo 3.16).
O púlpito não é lugar de:
         -desabafo de problemas pessoais e da igreja;
         -brincadeiras, piadas e historinhas para distrair o público;
         -assuntos seculares desligados da Palavra como futebol, por exemplo;
         -falar de si mesmo, evite o excesso da expressão ‘eu’(II Coríntios 4.5);
O que eu não posso pregar?
Vamos refletir o que não podemos pregar:


1- O que não entendo: II Timóteo 2.15 “procura apresentar-te a Deus como obreiro aprovado, que não tem de que se envergonhar e maneja bem a Palavra da verdade”
A primeira coisa que o pregador não pode fazer é pregar algo que não entende. Um pregador precisa se preparar antes para saber o que vai dizer. É necessário estudar o assunto e ajuntar informações, fazer anotações e pesquisas para estar a par do que será apresentado. Antes de apresentar um tema, aprofunde-se o máximo possível.
Paulo orientou o jovem pastor Timóteo a procurar se preparar sendo aprovado no assunto para não passar vergonha e saber utilizar bem as Escrituras.
Se você vai pregar, não use um texto que acha difícil, basei-se em uma passagem que te dá segurança. Mas não se acomode, procure sempre aprender mais. Um grande obstáculo para aprender mais é achar que já sabe o que precisa.
Você tem pregado mensagens que compreende profundamente?
Estude bastante antes de pregar!
                              
2- O que não creio:  I Coríntios 2.4  “A minha palavra e a minha pregação não consistiram em linguagem persuasiva de sabedoria, mas em demonstração do Espírito e de poder”
O objetivo da pregação é gerar fé nos ouvinte porque “a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo” (Romanos 10.17). Charles Spurgeon, grande pregador que viveu no século XIX, diz que “Os sermões que tem a probabilidade de quebrantar o coração do ouvinte são aqueles que antes quebrantaram o coração do pregador”.
O pregador precisa transmitir confiança ao ouvinte. É necessário crer para então ensinar a fé. As doutrinas bíblicas essenciais devem ser nítidas na mente do pregador para a partir delas formar sua mensagem.
Também através da oração a fé do pregador é alimentada para transbordar aos seus ouvintes. João Wesley dizia que se enchia do “fogo e os outros vêm se queimar”. A origem da mensagem é a inspiração Divina dada pelo Espírito Santo.
Se você não crê em curas, prosperidade e outros temas famosos do momento, não pregue isso. Pregue a Bíblia. Baseie em assuntos básicos como amor, salvação, fé, oração, conforto e bênção. Assuntos que não são muito questionados e que não se esgotam facilmente.
Você transmite fé no que você prega?
Encha-se primeiro para depois pregar aos outros!

3- O que não vivo: Romanos 2.21   “tu, pois, que ensinas a outrem, não te ensinas a ti mesmo? Tu, que pregas que não se deve furtar,  furtas?”
Pior do que pregar o que não entende ou crê é pregar o que não pratica. Por isso Tiago orientou muito bem para ser “praticantes da palavra e não somente ouvintes” (Tiago 1.22). Francisco de Assis também ensinava dizendo "Pregue o Evangelho sempre, se necessário, use palavras".
Jesus “ensinava como quem tem autoridade e não como os escribas (Mateus 7.29) porque vivia sua mensagem antes de pregar. Então não fale de perdão se você precisa perdoar, não fale de paciência se você é nervoso. Pregue algo que você faz. Seria como te dar uma receita de um bolo que eu mesmo nunca fiz nem provei. Ninguém acreditaria.
O testemunho de vida confere tanto poder à mensagem quanto a oração e a fé, pois a vida do pregador é analisada pelo público e suas palavras são endossadas pelo Espírito de Deus no coração do povo.
Você tem pregado o que vive?
Procure praticar o que pregar e pregar o que pratica!

Pregue o que entende, crê e vive!
-CONCLUSÃO:  II Timóteo 4.2 “prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer não, corrige, repreende, exorta com toda a longanimidade e doutrina”
Nunca pregue sem orar!
Alguns dos maiores pregadores que já tivemos nos deixaram alguns conselhos úteis sobre pregação. Charles Spurgeon dizia que "Nada deveria ser o alvo do pregador a não ser a glória de Deus através da pregação do evangelho da salvação"[1].  Charles Finney aconselhava aos pregadores “Gaste muitas horas diárias na oração e na Palavra. Se falhares nisto serás um homem como outro qualquer”. João Wesley dizia “coloque fogo no seu sermão ou jogue seu sermão no fogo”.

15 comentários:

  1. ESTE SITE É O MÁXIMO, DESEJO TER MUITA UNÇÃO PARA PREGAR E AQUI DIZ O QUE PENSO E TANTO DESEJO SER.

    ResponderExcluir
  2. amem porque incinam e incentivam quem esta iniciando na obra somos gratos por tudo que deixou reservados para que pudessemos estudar mais alem da palavra de Deus.

    ResponderExcluir
  3. uma benção,estou aprendendo muito por aqui,inclusive a ser uma pregadora

    ResponderExcluir
  4. muito boa a msg eu vo tenta estuda o maxmo q pode junto com as oraçoes que Deus abençoe o Brasil e o mundo

    ResponderExcluir
  5. pra Glória de Deus eu ja tenho ganhado almas pra Jesus com estes esboços. é só benças

    ResponderExcluir
  6. Que Deus possa continuar abrindo as portas da palavras .Eu gostaria que o pastor ;colocasse um sermao sobre idolatria desde seculo .No meio Cristao amor ao dinheiro mt 6.24 e prostituiçao Galatas 5.22 luis carlos prespitero

    ResponderExcluir
  7. que Deus abençoe o criador deste site .estou aprendendo muito

    ResponderExcluir
  8. achei uma benção ter encontrado este endereço que Deus continui nos abençoando 13/07/2013

    ResponderExcluir
  9. PREGAÇÃO, NOSSO ALVO E OBJETIVO.

    DEUS TEVE UM UNICO FILHO E ESTE SE TORNOU O MAIOR DE TODOS OS PREGADORES.
    A ESTE GRANDE PREGADOR NOS RENDEMOS A CADA DIA.

    ResponderExcluir
  10. Quem tem Ouvidos para ouvir o Espirito,
    que ousa o que o Espirito diz a Igreja.
    DEUS seja Louvado!
    Amém.

    ResponderExcluir
  11. Quem tem Ouvidos para ouvir o Espirito,
    que ousa o que o Espirito diz a Igreja.
    DEUS seja Louvado!
    Amém.

    ResponderExcluir
  12. Eu amei! Uma bênção de DEUS.

    ResponderExcluir
  13. Parabéns pastor, que Deus em sua infinita misericórdia continui te abençoando, dando conhecimento, sabedoria, discernimento e coragem.

    ResponderExcluir
  14. parabéns pastor, que Deus te abençoe caDA VEZ MAIS!

    ResponderExcluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...