Encontre uma Pregação

Mostrando postagens com marcador esboços de pregações. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador esboços de pregações. Mostrar todas as postagens
6

A autoridade de Jesus

-Tema: MISSÃO 
Mateus 21.23-27
-Introdução: Nem todo o mundo caberia os livros que deveriam ser escritos se fosse relatar tudo que Jesus fez (João 21.25). Mesmo assim as pessoas não acreditaram e duvidaram da autoridade de Jesus.
Alguns fariseus questionaram a autoridade do Senhor, mas Ele não tinha que explicar sobre sua autoridade, contudo o tempo todo a mostrava com obras de poder. O mesmo acontece conosco frequentemente e mesmo que sua autoridade seja questionada, deixe Jesus mostrar em você o Seu poder.
Você reconhece a autoridade de Jesus?
Vamos aprender 7 pontos da autoridade de Jesus:
0

Como escolher o candidato certo

-Tema: ELEIÇÕES
“estabelecerás, com efeito, sobre ti como rei aquele que o SENHOR, teu Deus, escolher”.
Deuteronômio 17.15
-Introdução: O tempo das eleições é cercado de muita falácia por parte dos candidatos e também de mentiras de seus adversários que “também rejeitam governo e difamam autoridades superiores” (Judas 1.8). Precisamos pedir a direção de Deus antes de escolher em quem votar. Deus já nos deu discernimento e capacidade para decidir entre o certo e o errado à luz da Palavra (Hebreus 4.12).
Antes de haver o governo humano, Deus dirigia o seu povo em um regime teocrático. A sociedade era organizada basicamente através das famílias em autoridade patriarcal (Hebreus 11.8-22). Com o crescimento populacional, surgiram tribos que precisaram de juízes para decidir as questões comuns (Hebreus 11.30-32). Quando surgiu o primeiro rei, o profeta Samuel advertiu ao povo sobre os riscos de um governante (I Samuel 8.5-22). Com o surgimento da democracia, o povo passou a eleger seus representantes (Atos 6.5 e 15.25). Agora devemos reconhecer e devolver este poder a Deus (Salmos 115.16), escolhendo pessoas justas para governar como representantes do povo e de Deus (Romanos 13.1-5).
Você já escolheu seu candidato?
Vamos avaliar alguns princípios necessários antes de votar em alguém:
0

O Deus do Universo

“Pela fé, entendemos que foi o universo formado pela palavra de Deus, de maneira que o visível veio a existir das coisas que não aparecem”. Hebreus 11.3
-Introdução: Provar a existência de Deus é desnecessário para quem já conhece ao Senhor (Romanos 1.20). Sabemos que Deus é muito maior que a própria existência de todas as coisas. O universo não é fruto do nada, porque o nada não pode gerar nada. Somente uma força maior que o universo seria capaz de criar tudo. O caos seria incapaz de gerar a organização do universo que age de forma sincronizada.
A ciência diz que o universo é formado de três elementos básicos: a matéria, o espaço e o tempo[1]. Isso resume o universo: a matéria física está em todo lugar e se expande pelo espaço através dos tempos. Com base nestes três princípios, podemos provar que Deus é maior que tudo isso e principalmente que não faz parte de nenhuma destas características, por ser maior que todas elas.
Como provar a existência de Deus?
Vamos descrever sobro o Deus Criador baseado nos três elementos do universo:
0

O 4º Poder

-Tema: IGREJA
Isaías 33.22
-Introdução: Um país democrático é regido por 3 poderes: Judiciário, Legislativo e Executivo1. Mas existe um quarto poder: a Igreja. Na idade média a igreja exerceu poder político equivocado deixando seu papel sacerdotal. Desde a separação entre igreja e estado2, o mundo tem desprezado o poder da Igreja e esta também tem se esquecido de exercer seu papel espiritual sobre a sociedade. Todo e qualquer poder só é legítimo quando reconhece o poder de Deus.
Qual é o quarto poder?
Vamos analisar cada um dos 3 Poderes e depois sobre o 4º Poder, concluindo que todos os poderes pertencem a Deus:
0

Eis que venho sem demora

-Tema: APOCALIPSE
Apocalipse 2.5,16; 3.11; 16.15; 22.7, 12, 20  
-Introdução: A primeira manifestação de Jesus foi predita pelos profetas e cumprida com precisão. Contudo nem mesmo os estudiosos das Escrituras perceberam que se tratava do Messias. O mesmo pode acontecer na segunda vinda de Cristo, quando voltar para buscar sua Igreja. Se não estivermos atentos, podemos ser surpreendidos com o retorno do Senhor. Por isso Jesus deixou avisos no Apocalipse repetindo sete vezes “eis que venho sem demora” para nos ensinar como estar pronto para recebê-lo.
Como se preparar para a volta de Jesus?
Através dos avisos de Jesus no Apocalipse vamos refletir como nos preparar para a sua volta:
0

Fé e Graça

-Tema: DEVOCIONAL
“Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; 
e isto não vem de vós; é dom de Deus
Efésios 2.8
-Introdução: Existe uma forte ligação entre a Fé e a Graça. Estas são duas virtudes misteriosas que só podem ser constatadas por quem conhece verdadeiramente a Deus. Mesmo o maior estudioso é apenas um especulador diante destas infinitas verdades. Contudo, a pessoa mais simples e inculta, mas fiel é vertida de sabedoria inexplicável através de sua experiência com Deus.
Qual a diferença entre Fé e Graça?
Vamos refletir sobre a Fé a e Graça:
0

O Selo de Deus

-Tema: APOCALIPSE
Apocalipse 5.1-5; 7.1-4; 9.4 e 20.1-4
-Introdução: O selo na Bíblia representa uma marca. Os reis tinham seu selo que era feito com um símbolo gravado no anel que ao ser pressionado sobre uma massa aquecida deixava a marca. Um documento só tinha valor se tivesse tal autenticação. Além disso, o selo também servia para fechar as cartas e registros de leis, que a partir de então estaria validado pelo selo. Saiba mais através do estudo O Selo do Espírito.
Este texto de apocalipse relata que Deus vai separar os seus servos com o selo do Espírito Santo antes de surgir a besta que irá marcar as pessoas com o seu número (Apocalipse 13.16,17). Este selo capacitará os servos de Deus “selados com o Santo Espírito” (Efésios 1.13 e 4.30) para resistir e não aceitar a marca da besta.
Você já recebeu o selo do Espírito Santo?
Vamos refletir sobre a importância de buscar este selo espiritual e conhecer algumas características do Selo de Deus no Apocalipse:
2

Tudo se fez novo

-Tema: APOCALIPSE
“eis que faço novas todas as coisas”
Apocalipse 21.1-9
-Introdução: As revelações recebidas pelo apóstolo João no Apocalipse eram tão inéditas que podem se resumir nesta frase: “eis que faço novas todas as coisas” (Apocalipse 21.5). Ninguém jamais tinha contemplado tantas maravilhas “mas, como está escrito: Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam” (I Coríntios 2.9). O próprio Deus se renova todos os dias com seu amor por nós (Lamentações 3.21). Então para receber tudo o que Deus tem pra nos dar é preciso uma completa renovação (João 3.8).
O que precisa ser renovado em sua vida?
Vamos refletir sobre as coisas novas que haverá na vida eterna:
3

O alimento da Palavra de Deus

-Tema: APOCALIPSE
Apocalipse 10.8-11
-Introdução: Dieta de servo de Deus inclui, além do jejum, um alimento espiritual, porque “não só de pão viverá o homem, mas de toda Palavra que procede da boca de Deus” (Mateus 4.4). Deste modo, o apóstolo João teve uma visão semelhante ao profeta Ezequiel (Ezequiel 2.8-3.4). A ordem recebida por João foi urgente. O termo usado para que comesse o livro era “devora” com sentido de engolir. Isso nos ensina sobre a necessidade de se alimentar com as Escrituras que é o maná diário deixado para o povo de Deus (João 6.31).
Você tem se alimentado espiritualmente?
Vamos refletir sobre a necessidade de se alimentar das Escrituras:
0

Os sete Espíritos de Deus

-Tema: APOCALIPSE
Isaías 11.2
-Introdução: A expressão ‘sete Espíritos de Deus’, chama atenção ao ler o Apocalipse, pois só existe um Espírito do único Deus e como então seriam sete? O propósito deste termo é se referir à presença plena do Espírito Santo nos últimos dias (Joel 2.28-30).
A palavra "sete" em Hebraico é a mesma para jurar ou garantir1 trazendo também o sentido de estar cheio ou completo2. No Apocalipse, o número 7 demonstra que está perto de ser concluída a vontade de Deus para a humanidade. Por isso traz uma sequência de números sete: 7 igrejas > 7 selos > 7 trombetas > 7 taças.
SETE ESPÍRITOS DE DEUS significa manifestação completa e perfeita do Espírito Santo.
O que significa os sete Espíritos de Deus?
Vamos refletir sobre a manifestação plena do Espírito Santo no Apocalipse estudando a expressão ‘sete Espíritos de Deus’:
1

Os anticristos

-Tema: Volta de Jesus 
I João 2.18
-Introdução: Anticristo é alguém que se opõe a Cristo e à sua Palavra ou pretende ocupar o seu lugar. Falsos profetas são contra Cristo, mas a Bíblia declara que no fim dos tempos surgirá um homem chamado por Jesus de “o abonável da desolação” (Marcos 13.14) que personificará o anticristo ou a Besta do Apocalipse.
Neste estudo trataremos do assunto como um sistema que já opera no mundo. Mesmo que a pessoa do anticristo ainda não se manifestou, tudo já está sendo preparado para que ele seja revelado e aceito pelo mundo. Por isso, usamos o texto no plural, para designar todo tipo de manifestação contraria à fé cristã.


A Igreja precisa estar alerta para não aceitar as coisas anticristãs que estão camufladas no mundo. Aqueles que já aderirem ao seu sistema anticristão ou mundano, irão facilmente aceitar sua pessoa quando surgir. Nossa batalha contra o anticristo já começou. Não temos que lutar apenas contra sua pessoa e sim contra seu sistema.
Quem é o Anticristo?
Vamos aprender algumas características do Anticristo:

1- O anticristo já está no mundo: I João 2.18-26
Muitos anticristos têm surgido no mundo, como exemplo, podemos citar líderes ditadores como Hitler (Alemanha), Saddan Hussen (Iraque), Augusto Pinochet (Chile), Kim Jong II (Coréia do Norte), Moammar Gaddhafi (Líbia). Estes são apenas uma mostra de tudo o que o Anticristo fará.
Além desse tipo de pessoas, a filosofia anticristã também prepara o mundo para a vinda do anticristo. O sincretismo religioso que mistura o mundo com a Igreja e dificulta saber o que é certo e o que é errado. Um exemplo disso é o Natal americanizado que glorifica a pessoa do Papai Noel tentando suprimir a história da salvação com o nascimento de Cristo. Isso é anticristão.
Você já percebeu alguma manifestação contra a fé cristã?
Fique atento e nunca aceite nada que seja anticristão!
                              
2- O anticristo nega que Jesus veio em carne: I João 4.1-6 e II João 7
Um dos princípios doutrinários anticristãos é negar o nascimento de Jesus em carne ou deturpar esta doutrina. Exemplos de doutrinas assim são:
-os Testemunhas de Jeová, que afirmam que Jesus ressuscitou apenas em espírito;
-o Catolicismo que diviniza Maria como Deusa para crer que Jesus é Deus;
-os Mórmons que acredita que Jesus reapareceu na América Central;
-o Espiritismo que declara que Jesus era um espírito evoluído reencarnado;
-os Adventistas dos Sétimo dia que pregam que Jesus era o Arcanjo Miguel.
Todo ensinamento deve ser provado pela luz da Palavra de Deus para saber se é verdadeiro ou não. Princípios doutrinários de base como o nascimento, morte e ressurreição de Jesus nunca podem ser alterados.
Você já percebeu alguma doutrina contrária às Escrituras?
Tome muito cuidado com ventos de doutrinas e heresias!

3- O anticristo virá antes da volta de Jesus: II Tessalonicenses 2.1-6
O que ainda dificulta a aparição do Anticristo é que primeiro o evangelho deve ser pregado em todo o mundo (Marcos 13.10). Jesus previu que o anticristo se assentará no lugar santo (Marcos 13.14) onde não devia estar. Ou seja, usará a religião para tentar enganar a muitos com sinais e prodígios e “se possível até os eleitos” (Marcos 13.21,22).
Antes de Jesus voltar, o anticristo tentará alcançar o máximo de pessoas possíveis para levar à perdição. Usará de todos os modos para encantar a humanidade e iludir vidas que não conhecem à verdade. A Palavra de Deus promete que antes do anticristo marcar seus seguidores o Senhor enviará seus anjos para selar os seus escolhidos (Apocalipse 7.2,3).
Você tem buscado a unção do Espírito Santo?
Deus quer selar sua vida te preparando para vencer!

4- As obras do anticristo: II Tessalonicenses 2.7-12
O anticristo surgirá operando maravilhas com milagres e mentiras. Hoje vemos um verdadeiro culto à personalidade como o sensacionalismo religioso promovendo mais o homem como ‘ídolo’ do que a fé no evangelho de Jesus Cristo que nos ensina a negar a si mesmo (Marcos 8.34).
Segundo o texto de Tessalonicenses, as obras do anticristo serão: injustiça; “sua vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira”; engano e prazer na iniquidade. A partir destes detalhes podemos discernir o comportamento anticristão. Por isso é preciso sempre buscar discernimento espiritual. Podemos ter a certeza que Jesus é maior do que o anticristo e o destruirá apenas com “o sopro da sua boca” (v.8).
Você tem buscado discernimento espiritual?
O Espírito Santo te dará sabedoria!

5- O espírito de engano do anticristo: Daniel 8.24,25
A base do ensinamento do anticristo será a mentira. Para isso primeiro irá misturar todas as coisas para que as pessoas não consigam discernir o certo do errado (Isaías 8.12). Jesus disse que o diabo é mentiroso e o “pai da mentira” (João 8.44). Por outro lado, o nosso Deus é amor e firmado na verdade. Então tudo o que vem de satanás e for contra Cristo será baseado em mentiras.
O mundo moderno está acostumado com a mentira. As imagens fantásticas da ficção transmitidas pela TV encantam até mesmo as crianças. Entretanto, quando se deparam com a realidade da vida, não estão dispostas a se conformar. Por outro lado, pessoas são treinadas para aceitar o mal e a mentira no mundo tornando-se pessoas insensíveis diante do sofrimento alheio. As más notícias e cenas de morte passam a fazer parte da vida das pessoas de modo a não se importarem mais com isso.
Você tem lutado contra as mentiras do inimigo?
Firme-se na Verdade que é a Palavra de Deus!

6- O anticristo será um governante: Daniel 9.27 e Apocalipse 13.5-8
Um líder político e espiritual ao mesmo tempo em que influenciará todo o mundo durante a grande tribulação. Tudo está preparado pelo mundo com a globalização para que haja futuramente um governo mundial. As religiões também estão se aproximando a cada dia para se unificar em forma de ecumenismo. Com isso, o anticristo poderá se projetar politica e religiosamente.
As profecias de Daniel e apocalipse concordam num período tribulacional de 3 anos e meio que equivale a 1260 dias ou 42 meses. Este será o período que o anticristo dominará. Isso comprova a palavra de Jesus ao afirmar que seu tempo será abreviado (Marcos 13.20).
Você ora antes de escolher seu candidato político?
Tudo, até seu voto devem ser motivo de oração!

7- O anticristo proibirá o culto a Deus: Daniel 11.31-35
Para se autodeclarar como um Deus, o anticristo proibirá o culto a Deus e perseguirá todos que não acreditarem nele. Seus seguidores o adorarão como um ídolo que fará para si uma imagem de escultura para cultuarem (Apocalipse 13.14,15).
O esoterismo, misticismo e a Nova Era estão dominando o mundo a cada dia. Todos estes movimentos religiosos se renderão ao anticristo e o reconhecerão como Deus. Tudo está sendo preparado para que o mundo se renda aos seus espetáculos mágicos.
Hoje os cristãos têm liberdade para servir a Deus em grande parte do mundo. Entretanto muitos não têm aproveitado este tempo para anunciar o evangelho e crescer em sua vida espiritual.
Você tem aproveitado o tempo para adorar a Deus?
Fuja da idolatria e adore a Deus em Espírito e em verdade!

8- O caráter do anticristo: Daniel 11.36-38
Semelhante a satanás, a personalidade do anticristo será marcada por:
-soberba achando que não há limites para o seu poder.
-não terá mulheres, o que indica para o homossexualismo que tem sido cultuado como uma raça superior preparando tudo para sua aceitação.
-muita riqueza, que usará para comprar pessoas.
-servirá ao diabo, o que só revelará quando estiver no topo do poder.
Muitos líderes e celebridades não escondem mais seus hábitos ocultos como misticismo, prostituição, demonstrando sua soberba e enriquecimento desenfreado. Há também aqueles que se confessam umbandistas, feiticeiros e até mesmo satanistas. Mesmo com todos estes fatores, estes famosos mantêm milhares de seguidores. Tudo isso também colabora para a futura aceitação da pessoa do anticristo.
O povo de Deus tem a mente de Cristo (I Coríntios 2.16) e devemos usar sempre o capacete da salvação (Efésios 6.17). Sendo assim, o cristão não será enganado pelo anticristo, como Jesus ensinou “pelos seus frutos os conhecereis” (Mateus 7.20).
Você tem percebido o caráter do anticristo no mundo?
Tome muito cuidado antes de seguir qualquer personalidade!

9- Os símbolos do anticristo: Apocalipse 13.13-17
Os símbolos da Nova Era fazem parte da moda atual e A bíblia declara que o anticristo terá símbolos ou marcas:
-uma imagem que andará e falará, alguns dizem ser a TV e a Internet;
-o número 666 que regerá seu domínio devendo ser marcado sobre seus seguidores. Ninguém poderá comprar sem este número.
Isso já está preparado porque todos temos um número (CPF) e sem ele ninguém compra, vende ou recebe qualquer benefício. Além disso, o crédito tem substituído a cada dia o dinheiro. Todo o sistema de crédito é regido pelo número do CPF. Não estou dizendo que o CPF é o número da Besta ou anticristo, mas é uma preparação para que tudo se cumpra.
Da mesma forma ninguém pode vender sem ter a marca de barras, que segundo muitos estudiosos, as três barras principais que representam o número 6. A tecnologia dos chips via satélite também é uma ferramenta de identificação muito eficaz que poderá ser usada pelo anticristo.
O cartão de crédito na mão, ou a senha decorada na cabeça e digitada com a mão podem ser uma interpretação da marca na testa ou na mão. Além disso, os leitores biométricos das digitais ou do íris dos olhos também são ferramentas de identificação.
Você já percebeu algum símbolo anticristão?
Tome cuidado com símbolos que contrariam a fé cristã!

10- O nome do anticristo: Apocalipse 13.18
A Bíblia ensina que o nome do Anticristo pode ser decifrado porque contém números humanos que resultarão em 666 [seiscentos e sessenta e seis].
Muitos dizem que o papa é o anticristo porque é um líder político e religioso que se assenta num trono em um templo que diz ser para Deus. É muito rico, adorado e reverenciado. Não tem mulher. Na verdade creio que também faz parte de todo um sistema para acostumar o mundo com este tipo de personalidade facilitando a aceitação do anticristo.
Além disso, o seu título ‘Vicários Fillis Dei’ (vigário filho de Deus) nos próprios números romanos é 666.  Contudo, esta pode ser uma técnica útil, visto que o texto bíblico nos orienta a discernir o número de seu nome. Então é preciso estar sempre atento para perceber tudo que é anticristão.
A linguagem mundial está se misturando a cada dia e as pessoas se habituam com palavras estrangeiras sem se preocupar com seu significado. Devido à ignorância nesse sentido, as pessoas vestem camisas com expressões que não concordariam se soubessem. Isso também acontece para acomodar o povo fazendo-os aceitar o sistema anticristão.
Você está atento ao significado das palavras?
Procure entender tudo o que lê, ouve e fala!
Tudo que é contra Cristo é do Anticristo!
-CONCLUSÃO:
Ainda há muito que se falar sobre o tema, contudo podemos destacar estas primeiras características:
- já está no mundo com seu sistema anticristão;
-sua doutrina nega que Jesus veio em carne;
-se manifestará antes da volta de Jesus;
-suas obras são contrárias ao evangelho;
- seu espírito de engano tentará iludir muitos;
-será um governante político e líder religioso;
-proibirá o culto a Deus para se fazer um ídolo;
-seu caráter cheio de falsidade
- seus símbolos será uma imagem;
- O nome do anticristo será formado pelo número 666.

Como se preparar para vencer as obras do anticristo?
A Bíblia nos ensina a não nos conformar com este mundo e renovar nossa mente a cada dia (Romanos 12.1,2). Quem não entra nos moldes mundanos e mantêm a mente a iluminada pela Palavra de Deus, estará preparado para perseverar e ser vitorioso.
Você tem resistido as obras anticristãs?
Não se conforme com este mundo e renove sua mente!

0

Meu pai, meu Herói

-Tema: FAMÍLIA
“homens dos quais o mundo não era digno”
Hebreus 11.38
-Introdução: As histórias de super-heróis mostram personagens que têm um poder sobrenatural e são invencíveis. Mas isso não é muito diferente das dificuldades enfrentadas por tantos pais de família que fazem o que parece impossível por seus filhos. Por outro lado, muitos homens alcançam grandes conquistas em sua vida profissional a custo de perder os momentos mais importantes da vida de seus filhos. Por causa disso, acabam perdendo o privilégio de vencer junto com a família desde os momentos mais simples aos mais difíceis. O maior heroísmo que um pai pode alcançar é estar presente em cada momento.


Os Heróis da Fé listados em Hebreus 11 foram personagens da história bíblica que venceram grandes desafios pela através de sua fé em Deus. Nesta lista podemos destacar sete pais que foram vitoriosos tanto fora como dentro de casa.
Quem é o seu maior herói?
Vamos refletir sobre sete pais citados na galeria dos Heróis da Fé em Hebreus 11:
1- Noé > Trabalho: Hebreus 11.7 “Pela fé, Noé, divinamente instruído acerca de acontecimentos que ainda não se viam e sendo temente a Deus, aparelhou uma arca para a salvação de sua casa; pela qual condenou o mundo e se tornou herdeiro da justiça que vem da fé”.
Quando Noé recebeu sua missão de construir uma arca, também teria o privilégio de salvar a sua família (Gênesis 6.18 e 7.1). Mas deveria trabalhar em conjunto com seus filhos para conseguir completar a obra (Gênesis 7.7). Com certeza tinham uma boa convivência para convier tanto tempo dentro de um barco e dividir as tarefas corretamente (Gênesis 7.13).
Não sabemos quanto tempo a arca demorou em ser construída, mas do primeiro momento em que a Bíblia cita “era Noé de quinhentos anos e gerou Sem, Cam e Jafé” (Gênesis 5.32) até o momento em que a arca fica pronta, passam cem anos, pois “tinha Noé seiscentos anos de idade quando as águas do dilúvio inundaram a terra” (Gênesis 7.6). Uma lição de perseverança, determinação e unidade nesta família.
A figura paterna deve ser um exemplo de trabalho. Como chefe da família o pai deve ir à frente, em tudo que fizer sendo referencial para os filhos. Isso não significa colocar o trabalho acima da convivência familiar, mas estar sempre fazendo as coisas juntos aproveitando o tempo ao máximo.
Pai é exemplo de trabalho!

2- Abraão > Fé: Hebreus 11.17 “Pela fé, Abraão, quando posto à prova, ofereceu Isaque; estava mesmo para sacrificar o seu unigênito aquele que acolheu alegremente as promessas”.
A maior riqueza para a vida de Abraão era seu filho Isaque (Gênesis 21.5-7) e foi isto que Deus lhe pediu para que entregasse como prova de seu amor a Deus (Gênesis 22.2). Abraão já tinha dedicado Isaque aos oito dias de idade (Gênesis 21.4), por isso sabia que seu filho pertencia a Deus. Sua fé era tão firme que chegou a profetizar que “Deus proverá para si, meu filho, o cordeiro para o holocausto” (Gênesis 22.8).
Abraão estava pronto a obedecer “porque considerou que Deus era poderoso até para ressuscitá-lo dentre os mortos” (Hebreus 11.19). Deus livrou Isaque e firmou sua aliança com a descendência de Abraão, que embora não teve muitos filhos, foi chamado de ‘pai da fé’ e hoje podemos dizer que “Abraão é pai de todos nós” (Romanos 4.16).
A maior herança que um pai pode deixar para seus filhos são os valores. De todos os valores morais, a fé supera em grandeza, além de ser eterna. Nada é mais poderoso que a fé na vida de um homem. Então o maior investimento que um pai pode fazer na vida dos filhos é ensinar a crer em Deus e lutar por seus sonhos, mesmo que pareçam impossíveis.
Pai é exemplo de fé!

3- Isaque > Bênção: Hebreus 11.20 “Pela fé, igualmente Isaque abençoou a Jacó e a Esaú, acerca de coisas que ainda estavam para vir”.
Isaque tinha o sonho de ser pai, então “Isaque orou ao SENHOR por sua mulher, porque ela era estéril; e o SENHOR lhe ouviu as orações, e Rebeca, sua mulher, concebeu” (Gênesis 25.21). Ensinou seus filhos na promessa de seu pai Abraão e os abençoou para que dessem continuidade à herança que receberam do Senhor (Gênesis 27.30-33). Apesar de Jacó ter trapaceado seu irmão Esaú, tentando roubar sua primogenitura, a intenção de Isaque era abençoa-los igualmente, embora tivesse que seguir a tradição de começar pelo primogênito (Gênesis 27.34-36).
Um pai precisa abençoar seus filhos. Uma reprovação ou crítica marcam profundamente filhos se não receberem incentivo dos pais. Por isso é importante elogiar e principalmente abençoar. A prática antiga de ensinar os filhos a pedir bênção precisa ser resgatada, pois a bênção paternal tem poder, sendo o pai autoridade espiritual sobre os filhos.
Pai é benção para os filhos!

4- Jacó > Profecia: Hebreus 11.21 “Pela fé, Jacó, quando estava para morrer, abençoou cada um dos filhos de José e, apoiado sobre a extremidade do seu bordão, adorou”.
Jacó aprendeu com seu pai o “Temor de Isaque” (Gênesis 31.42). Foi um homem que teve experiências sobrenaturais com Deus (Gênesis 32.22-30), via anjos (Gênesis 32.1), tinha sonhos inspirados (Gênesis 28.10-17) e ergueu altares em adoração ao Senhor (Gênesis 35.1-3). Ensinou seus filhos a temer a Deus com fidelidade “disse Jacó à sua família e a todos os que com ele estavam: Lançai fora os deuses estranhos que há no vosso meio, purificai-vos e mudai as vossas vestes” (Gênesis 35.2).
Embora seus filhos o desobedecessem muitas vezes (Gênesis 34.25-31) e venderam seu irmão José (Gênesis 37.1-29). Mesmo assim Jacó sabia que seus filhos eram “os filhos com que Deus agraciou a teu servo” (Gênesis 33.5). O fim da história de Jacó foi o momento que “chamou Jacó a seus filhos e disse: Ajuntai-vos, e eu vos farei saber o que vos há de acontecer nos dias vindouros” (Gênesis 49.1) e profetizou sobre a vida de seus filhos, então morreu confiando que Deus lhes daria um futuro abençoado (Gênesis 49.33). Profetizou que seus filhos voltariam para Canaã (Gênesis 48.21).
Nossas palavras têm poder (Provérbios 18.21). Tudo que um pai diz que o filho vai ser determina o seu futuro positiva ou negativamente. Por isso é importante profetizar bênçãos na vida dos filhos, ministrando um futuro de prosperidade e vitória.
Pai profetize sobre a vida de seus filhos!

5- José > Fidelidade: Hebreus 11.22 “Pela fé, José, próximo do seu fim, fez menção do êxodo dos filhos de Israel, bem como deu ordens quanto aos seus próprios ossos”.
Com seu pai, José aprendeu a sonhar e tudo se realizou (Gênesis 45.8-15). Perdoou seus irmãos porque sabia que Deus tinha um propósito em sua vida (Gênesis 50.18-21). Pediu seu pai Jacó que abençoasse seus filhos Efraim e Manassés (Gênesis 48.11-22) e José também os abençoou (Gênesis 41.50-52). Antes de morrer, José profetizou que os filhos de Israel voltariam para Canaã e pediu que levassem seus ossos dali (Gênesis 50.22-26). José foi um exemplo de fidelidade e reconhecia que Manassés e Efraim eram “filhos que Deus me deu” (Gênesis 48.9).
José ficou no Egito longe de sua família e poderia ter abandonado sua fé em Deus por causa das injustiças que sofreu, mas preferiu permanecer fiel ao Senhor. Assim ensinou esta fidelidade a seus filhos. Tanto quando foi escravo, como quando foi empregado e até quando se tornou governador, José foi fiel.
A fidelidade é uma grande lição de vida que os pais podem passar para os filhos. Tudo que o pai faz é visto pelos filhos e o exemplo é que marca sua vida, pois “quem é fiel no pouco também é fiel no muito; e quem é injusto no pouco também é injusto no muito” (Lucas 16.10). A fidelidade a Deus e à família são marcas que um pai precisa deixar aos filhos marcando-os com valores como a lealdade.
Pai é exemplo de fidelidade!

6- Moisés > Sacrifício: Hebreus 11.28 “Pela fé, celebrou a Páscoa e o derramamento do sangue, para que o exterminador não tocasse nos primogênitos dos israelitas”.
Moisés dedicou sua via ao povo de Deus que estava no Egito para livrá-los da escravidão. Mas também teve uma família e “os filhos de Moisés: Gérson e Eliézer” (I Crônicas 23.15). Embora não tenha sido criado por seu pai Anrão (Êxodo 6.20) e sim pela filha de faraó (Hebreus 11.24), tinha um referencial de Deus como pai e ensinou o modelo patriarcal para os filhos de Israel (Deuteronômio 6.6-10). Também respeitava seu sogro Jetro que o acolheu em sua casa em Midiã e aceitava seus conselhos (Êxodo 18.1-10).
A vida de Moisés foi um exemplo de dedicação a Deus, viveu em resignação pelos desertos e abrindo mão do conforto do Egito para guiar o povo de Deus (Hebreus 11.23). A sua maior preocupação era com os filhos de Israel, sentindo-se como um pai do povo. Através da páscoa, ensinou que os pais celebrassem com seus filhos, o sacrifício do cordeiro que protegia as famílias.
Quando o pai de família se sacrifica pelos filhos, isso nunca será em vão, pois a recompensa vem de Deus. Muitos pais dão aos filhos tudo o que nunca tiveram desejando-lhes o melhor (Mateus 7.11). O mais importante é oferecer tudo que fizer em sacrifício a Deus que recompensa por tudo (I Coríntios 15.58).
Pai é exemplo de sacrifício!
                                    
7- Josué > Decisão: Hebreus 11.30 “Pela fé, ruíram as muralhas de Jericó, depois de rodeadas por sete dias”.
Josué foi um exemplo de pai decidido pelo bem de sua família. Quando o povo de Deus estava fraco na sua fé, Josué os chamou a tomar uma posição de voltar para Deus “escolhei hoje a quem sirvais” e apresentou sua determinação de “eu e a minha casa serviremos ao Senhor” (Josué 24.15). Josué foi um dos dois únicos sobreviventes que dentre os que saíram do Egito, porque o povo pecou contra Deus, mas Josué permaneceu firme com sua família servindo ao Senhor. Josué era um homem guerreiro e determinado a vencer obstáculos.
Todo pai de família precisa ser determinado para não perder o foco. Somente com muita luta é que se alcançam os objetivos na vida. Como líder da família, o pai precisa tomar decisões importantes e a principal delas é que sua casa seja um lugar da presença de Deus. Antes de cada decisão, procure a orientação Divina que te mostra o que é melhor para seu lar.
Pai coloque suas decisões nas mãos de Deus!

Seja um pai herói!
-CONCLUSÃO: Hebreus 11.32-40
Todo pai quer ser admirado pelos filhos e depois ver seus próprios sonhos realizados na vida de seus filhos. A maior alegria de um pai é ver que seus filhos deram continuidade a seus projetos e principalmente quando conseguem superar ou ir adiante de tudo que lutou para conquistar.
Para ser considerado um herói, o pai precisa da ajuda sobrenatural que vem de Deus. Somente o Senhor pode ajudar um pai a conseguir o que é tão difícil para seus filhos. Então com a ajuda de Deus você pode fazer grandes obras como Noé, ter fé com o Abraão, abençoar seus filhos como Isaque, profetizar com o Jacó, ser fiel como José, superar dificuldades e até mesmo sacrifícios como Moisés e ser um homem decidido como Josué. Estes foram “homens dos quais o mundo não fora digno” (Hebreus 11.38) e praticaram atos heroicos com a ajuda de Deus.
Deus te ajuda a ser um bom pai!
  
______________________________
Citações Bíblicas: Bíblia Revista e Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.



0

José, pai adotivo de Jesus

-Tema: FAMÍLIA
Mateus 1.19-24 e Lucas 2.4
-Introdução: Jesus era conhecido no meio do povo como “filho de José” (João 1.45 e 6.42) e “filho do carpinteiro” (Mateus 13.55). De seu pai adotivo, Jesus herdou o título de “carpinteiro” (Marcos 6.33) por ter aprendido sua profissão. Certamente Deus escolheu um homem íntegro para fazer parte da vida de seu Filho. José sabia que Jesus não era seu filho fisicamente, mas o amou como um verdadeiro pai.
Como era o pai adotivo de Jesus?
Vamos refletir em algumas características de José:
0

Pregações para o dia dos pais

Abaixo cito uma lista de links de mensagens sobre homens da Bíblia que podem ser adaptadas para ministrar aos pais:
ABRAÃO: A Fé de Abraão
6

O olhar de Jesus

-Tema: MOTIVACIONAL 
Lucas 22.54-64
-Introdução: As belas palavras de Cristo são poderosas ao ponto de penetrar nos corações dos ouvintes da época ecoando até os leitores de hoje. Contudo, os seus gestos também expressavam a profundidade de seu amor. Mesmo calado ou sem fazer qualquer expressão, somente com o olhar, Jesus marcava as pessoas. 
Este texto chama atenção pelas palavras que indicam a visão, como as expressões: vendo-o e fixou os olhos. Por isso, vamos destacar mais o olhar do que os fatos em si, que já foram ensinados muitas vezes. Um olhar pode dizer muito mais que palavras.
Como é o olhar de Jesus?
Vamos meditar sobre o jeito de Jesus olhar as pessoas:
2

Curando as feridas

-Tema: MISSÕES 
“E, chegando-se, pensou-lhe os ferimentos, aplicando-lhes óleo e vinho; e, colocando-o sobre o seu próprio animal, levou-o para uma hospedaria e tratou dele
Lucas 10.34
-Introdução: A parábola do Bom Samaritano traz lindas mensagens para nossas vidas. Temas como o preconceito, religiosidade e obra social são extraídos desta fonte tão rica de conhecimento deixada por Jesus. O samaritano tinha algo que o levita e o sacerdote não tiveram, além do amor, de seu tempo dedicado àquela vida e do que pagou para sua hospedagem, aplicou Vinho e Óleo nas suas feridas.
O nosso próximo é quem está mais perto de nós. Às vezes pode ser um vizinho que ainda nem conhecemos, mas que está precisando de ajuda. Pode também ser uma pessoa da própria casa, que dorme debaixo do mesmo teto e não sabemos o que está acontecendo. Alguém pode estar sofrendo perto de você, sem que você saiba. Por isso precisamos estar sempre preparados para dar o remédio quando encontramos uma pessoa ferida.
Como levar cura aos feridos?
Vamos meditar nos ingredientes que o samaritano aplicou para curar as feridas:
2

Consagração a Deus

-Tema: SANTIFICAÇÃO  
Salmos 141
-Introdução: Consagrar significa dedicar inteiramente. Por exemplo, um artista consagrado é alguém que já provou sua capacidade por um bom tempo. O desejo de santificar a vida é produzido pelo Espírito Santo que nos convence do pecado (João 16.8-11), pois “esta é a vontade de Deus: a vossa santificação” (I Tessalonicenses 4.3).
Davi expressa no texto do Salmo 141 sua vontade de consagrar sua vida a Deus. Suas palavras são fonte de inspiração para nos consagrar mais ao Senhor. O texto cita algumas partes do corpo que demonstram o nível de sua dedicação espiritual.
Como se consagrar a Deus?
Vamos refletir sobre a consagração da vida para Deus:
1

NICODEMOS: discípulo do início ao fim

-Tema: DISCIPULADO 
“Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus”
João 3.1
-Introdução: O nome de Nicodemos significa ‘vitorioso sobre o povo’¹, termo que representa sua vida bem sucedida em tudo que fazia. De fato Nicodemos era “um dos principais dos judeus (João 3.1). Era um fariseu, religioso e dedicado às Escrituras. Mas este homem ouviu falar de alguém que seria maior ainda, podendo o fazer ser mais vitorioso que já era (Romanos 8.37). Passou a seguir o Mestre da Galileia, chamado Jesus Cristo.
Nicodemos é citado apenas três vezes na Bíblia, sempre no evangelho de João. Estes três momentos podem ser marcados como no início do ministério de Jesus quando começou a ser conhecido como profeta, no meio quando já estava sendo perseguido e no fim quando foi crucificado. Estes três períodos ou momentos também marcaram a vida de Nicodemos em sua caminhada no discipulado.
Você tem seguido Jesus?
Vamos estudar um pouco da trajetória de Nicodemos como discípulo de Jesus:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...