0

Pregações para Culto de Ação de Gaças

"em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus para convosco" I Tessalonicenses 5.18

Na última quinta-feira de Novembro, comemora-se o Dia de Ação de Graças. Mas em todo o tempo devemos aproveitar as oportunidades para agradecer a Deus por tudo.

Abaixo veja uma lista de links de pregações sobre Ação de Graças:


Veja mais em DATAS ESPECIAIS




0

Dimensões do Fruto do Espírito

Gálatas 5.22,23
-Introdução: Por que um fruto e não um cereal ou legume? O fruto é algo natural e nunca artificial. Uma fruta madura está pronta para ser comida a qualquer momento e em qualquer lugar. Também traz prazer além de alimentar de forma saudável. Desta forma deve ser a vida espiritual de cada um. Amadurecer, estar preparado, viver bem e ser forte.
O texto de Gálatas fala do Fruto do Espírito no singular, mas lista nove ‘sabores’ para este fruto. Como uma fruta que é degustada de forma diferenciada, de acordo com o paladar de cada pessoa.
As nove características do Fruto do Espírito Santo, podem ser divididas em três grupos que mostram a sua direção prática na vida cristã.
Quais são os seus frutos?
Reflita sobre as dimensões do Fruto do Espírito:
0

Subindo para Deus

-Tema: MOTIVAÇÃO
Salmos 120-134
-Introdução: Os Salmos 120 até 134 eram entoados nas caminhadas das famílias quando subiam para adorar em Jerusalém (Lucas 2.41). Por isso, estes quinze salmos são conhecidos como Canção de Degraus, de Peregrinação, subidas ou Cânticos de Romagem1. O texto original significa ‘cântico gradual’2. Estas peregrinações aconteciam três vezes ao ano, nas festas da Páscoa, Pentecostes e Tabernáculos3. Embora a ordem dos textos não tenha sido proposital, este pequeno hinário, demonstra uma graduação da jornada dos peregrinos4.
A geografia da região de Israel é extremamente montanhosa, o que exigia várias paradas no caminho. O monte Sião, onde está o templo, fica a 735 metros acima do nível do mar. Lembrando que na região do Mar Morto está há mais de 300 metros abaixo do nível do mar. Então os caminhantes precisavam de disposição para caminhar5.
Na caminhada da vida passamos por muitas dificuldades, mas não podemos parar. Precisamos continuar olhando para cima, em busca dos sonhos e realização. Às vezes parece pesado continuar, mas nunca podemos desistir.
Como você tem caminhado?
Vamos fazer uma subida através dos Salmos de Degraus:
0

Estudos sobre Seitas e Heresias

Estudar sobre as seitas e heresias é muito importante para não sermos enganados por "ventos de doutrina" (Efésios 4.14). Abaixo listo alguns links de estudos sobre o tema Seitas e Heresias:
0

A defesa da fé

-Tema: SEITAS
“o que é espiritual julga todas as coisas”
I Coríntios 2.15
-Introdução: As seitas e as Heresias estão por toda parte, por isso é indispensável ao servo de DEUS, estar preparado e armado com a armadura do cristão (Efésios 6.10-17). Devemos enfrentar as heresias e as seitas com destemor, mas com compaixão pelos seguidores que estão sendo enganados.
O apóstolo Paulo ensinou a “julgai todas as coisas e retenha o que bom” (I Tessalonicenses 5.21). O sentido da palavra julgar aqui é discernir ou compreender¹. Não devemos julgar no sentido de condenar, mas fomos chamados para ser luz e fazer diferença entre as trevas e a luz de Cristo.
Devemos defender a fé?
Vejamos 3 motivos para estudarmos seitas e heresias:
1

O conselho de Aitofel

“O conselho que Aitofel dava, naqueles dias, era como resposta de Deus a uma consulta; tal era o conselho de Aitofel, tanto para Davi como para Absalão”.
II Samuel 16.23
-Introdução: Aitofel era um homem influente no meio do povo de Israel quando Davi se tornou rei1. Por isso Aitofel fazia parte “do conselho de Davi” (II Samuel 15.12). As pessoas do povo ouviam e seguiam as orientações de Aitofel como se fossem vindas de Deus. Mas Aitofel começou a se rebelar contra Davi e dava conselhos errados que o prejudicavam lançando Absalão contra o rei.
Precisamos de conselheiros que nos ajudem porque “planos mediante os conselhos têm bom êxito (Provérbios 20.18). Mas um servo de Deus “não anda no conselho dos ímpios” (Salmos 1.1). Então precisamos pedir ao nosso “maravilhoso conselheiro” (Isaías 9.6) que nos ajude em cada decisão que vamos tomar. Além disso, devemos estar atentos para não ser enganados por pessoas mal intencionadas.
Como saber se um conselho é bom ou não?
Vamos aprender com o exemplo de Davi, como escapar de maus conselhos:
1

O Verbo de Deus

-Tema:
João 1.1-14
-Introdução: Este texto é uma bela descrição do gênese. Na verdade o apóstolo João narra a origem da origem. Tudo foi criado pela Palavra de Deus (Hebreus 11.3). Por isso este texto repete tantas vezes a expressão ‘verbo’ usada por João Ferreira de Almeida para a tradução em português. Algumas traduções modernas trazem o termo ‘palavra’ também corretamente. Mas o original grego é logoV (logos) que significa ‘expressão do pensamento’1.
Um verbo é uma palavra que representa uma ação. Este verbo ou palavra não se refere a uma língua qualquer. Nem mesmo a uma palavra específica. De todas as palavras de todos os idiomas, algo muito mais sublime, que não pode ser pensado ou expresso pelo homem: a Palavra de Deus. O Verbo de Deus mostra o que Deus pensa, como se expressa e como age2.
Que verbo Deus usa para você?
Vamos refletir sobre as características do Verbo de Deus:
0

Matemática de Deus

-Tema: ESTUDO BÍBLICO 
-Introdução: Os números trazem significados que ajudam na compreensão das Escrituras. Muitas vezes os números são usados de forma simbólica. Analisando a forma que os numerais são usados frequentemente podemos entender o que significavam para a cultura bíblica. Contudo não podemos achar que Deus se limite a estes valores (Salmos 90.4) porque o Eterno está acima de tudo isso (Isaías 55.9).
Qual o significado dos números na Bíblia?
Vamos comparar as citações de alguns números na Bíblia:
0

Sincretismo Religioso

-Tema: SEITAS
-Introdução: Sincretismo significa: ‘fusão de elementos culturais diferentes em um só pensamento, mantendo às vezes alguns traços originais’¹ baseado nesse pensamento, certa vez Ghandi disse que: ‘a alma das religiões é uma só, mas está encerrada em um grande número de formas’².
Todas as pessoas têm o direito de professar a religião de sua escolha e a tolerância religiosa deve ser praticada por todos, mas isso não significa que todas as religiões sejam boas e nem que pelo fato de respeitar a pessoa que pensa diferente, você tem que aceitar ou fazer o que ela pratica.
Todas as religiões são iguais?
Vamos refletir sobre o sincretismo religioso:
1

O Carcereiro do Amor

-Tema: PERDÃO
Atos 16.27-34
-Introdução: Carcereiro é quem prende pessoas. Mas também está preso porque não pode sair dali. Precisa cuidar dos prisioneiros. Todos somos carcereiros. Talvez seja por isso que o texto não traz o nome deste personagem. Quando trancamos o amor dentro de nós e não o liberamos, estamos sendo carrascos. Quando não perdoamos alguém, estamos prendendo esta pessoa e também não somos livres. Mas a chave do Perdão está em nossas mãos.
O carcereiro ficou apavorado quando viu que Paulo e Silas estavam livres (v.27). Na verdade eles sempre foram livres e através do louvor mostraram que estavam libertos (Atos 16.25,26). Seus pés e mãos estavam acorrentados, mas com os lábios adoraram a Deus. O interessante neste texto é que “todos” foram livres (v.26 e 27). Só faltava o carcereiro se libertar.
Quem você está prendendo?
Através do processo do perdão do carcereiro, podemos aprender sobre como perdoar ou pedir perdão:
2

Exemplo de Humildade

-Tema: VIDA CRISTÃ
Filipenses 2.5-11
-Introdução: Sem dúvida alguma, o maior exemplo de humildade está em Jesus Cristo. Toda a sua vida, desde que desceu dos céus à terra, seu nascimento, vida simples até a morte de cruz foi para se humilhar. Enquanto tantas pessoas querem se engrandecer ao ponto de se ‘endeusar’, o próprio Deus se humilhou tornando-se homem para nos ensinar a ser mais humildes.
Ser humilde não é ser pobre, feio, desajeitado ou sem estudos. Existem pessoas que são sofisticadas, ricas e estudadas, mas são humildes. Também existem pessoas aparentemente simples que são orgulhosas.
Como ser humilde?
Vamos refletir no exemplo de humildade deixado por Jesus:
0

Estudos Bíblicos sobre Culto, Louvor e Liturgia

Abaixo uma série de estudos e mensagens sobre o culto, louvor e liturgia



LIVRO: O Culto Cristão: Liturgia Bíblica, Histórica e Prática
Um estudo sobre a Liturgia cristã, começando pela Bíblia, passando pelo culto na história da Igreja até orientações práticas para os dias atuais.
Aqueles que adoram ao Único e verdadeiro Deus sabem que a adoração tem de ser a essência do culto “em espírito e em verdade" (João 4.23).
75 páginas. Formato: A5 148x210
Compre o livro aqui: Compre aqui o livro 'O Culto Cristão'




5

Ouvir a voz de Deus

-Tema: ORAÇÃO
-Introdução: Há momentos em nossas vidas em que precisamos mais do que tudo ouvir a voz de Deus. É bom ter amigos e companheiros, mas ouvir a voz do Senhor é algo incomparável. A bíblia diz que as ovelhas ouvem a voz de seu pastor e a conhecem (João 10.3 e 27).
   Uma das piores coisas que acontece com uma pessoa é quando falamos com uma pessoa e esta não presta atenção. Ser ignorado é terrível. Deus ouve todo mundo e muitas vezes não prestamos atenção para ouvi-lo.
Como ouvir a voz de Deus?
Vejamos no ministério de Jesus alguns momentos em que Ele ouviu a voz de Deus de forma audível e pública, quando todos que estavam perto também viram e ouviram:
0

Casamento duradouro

-Tema: FAMÍLIA
Marcos 10.6-9
-Introdução: O casamento é eterno como “tudo que Deus faz durará eternamente” (Eclesiastes 3.14). Contudo, quando o casal passa por uma crise, tende a pensar que a única solução para acabar com o problema é terminar o casamento. Não é bem assim. A prova disso é que muitas pessoas passam por diversos relacionamentos e repetem as mesmas dificuldades.
Como um casamento pode ser duradouro?
Vamos meditar sobre o que é passageiro e o que é eterno no casamento:
0

Chamado e Capacitado por Deus

-Tema: MISSÃO
Juízes 6.11-24 e 36-40
-Introdução: Podemos notar que vários servos de Deus estavam trabalhando quando foram chamados por Deus. Por exemplo: Abrão deixou sua terra; Moisés deixou o seu rebanho quando viu a sarça ardendo; Eliseu estava lavrando com 12 juntas de bois; André e Simão estavam pescando e Levi trabalhando na coletoria.
Gideão estava malhando o trigo escondido com medo dos ladrões de colheita quando Deus falou com ele que tinha um propósito para sua vida.
Como você foi chamado por Deus?
Vamos refletir dois aspectos importantes do chamado:
0

O que você precisa?

 -Tema: VIDA CRISTÃ
João 4.5-29
-Introdução: As pessoas vivem em função de suprir suas necessidades. O mundo moderno está sempre criando novas necessidades para conquistar consumidores. Mas Deus sabe realmente o que necessitamos muito mais do que nós mesmos e nos abençoa não segundo o que pedimos, mas vai além (Efésios 2.21).
No encontro de Jesus com a mulher samaritana, percebemos uma busca por necessidades em cada personagem do texto. Para cada necessidade humana, Deus tem uma forma superior de nos suprir.
O que você está precisando?
Vamos refletir sobre as necessidades do ser humano à luz do que o texto nos ensina:
2

Lugares de Bênção

-Tema: MOTIVACIONAL  
Salmos 23
-Introdução: Qualquer lugar é abençoado com a presença de Deus. Mesmo assim o Senhor reserva lugares especiais para abençoar nossas vidas. Como um pastor que guia seu rebanho escolhendo as melhores passagens, assim o Senhor guia nossas vidas.
Você é uma ovelha?
Este texto revela alguns locais e situações especiais que Deus prepara para nós:
1

Vencendo a Injustiça

-Tema: MOTIVACIONAL
Salmos 12
-Introdução: Sofrer injustiça é uma das coisas mais dolorosas de se enfrentar. O sentimento de indignação e revolta toma conta de quem é alvo de injustiças. A oração é a melhor forma de desabafar diante do maior de todos os amigos que é Deus (Filipenses 4.6).
Este salmo é um texto de lamentação que era cantado em cultos do povo de Deus. O salmista lamenta pela situação que está ao seu redor e recorre a Deus em oração. Em momentos difíceis, era uma forma de clamor pela justiça de Deus.
Você está sendo injustiçado?
O interessante neste salmo é a presença de três vozes falando:
0

Doses de Graça

-Tema: GRAÇA
“todos nós temos recebido da sua plenitude 
e graça sobre graça” João 1.16
-Introdução: A Graça de Deus é o favor imerecido, bênção recebida sem qualquer pagamento. Jesus pagou tudo por nós para que nós recebêssemos de graça, mas para Ele custou muito caro, o preço foi a Sua própria vida.
Quando o texto acima se refere a “graça sobre graça” parece demonstrar que a Graça de Deus é tão grande que se torna imensurável ao ponto de ser liberada sobre nós em doses gradativas até que sejamos totalmente cobertos por ela.
Você conhece a Graça de Deus?
Vejamos comparar com 3 estágios de um tratamento e refletir sobre a GRAÇA de Deus:
 1- Graça Preventiva: Romanos 5.20
Como uma vitamina que fortalece e evita doenças, a Graça Preventiva ou Preveniente é quando Deus nos ama mesmo sem sabermos ou merecermos. O amor de Deus vem antes de tudo. A essência de Deus é seu amor e sua Graça (I João 5.8). Deus no ama mesmo quando nos esquecemos Dele e nos envolve com sua maravilhosa graça para nos dar arrependimento. Antes mesmo de pensarmos em Deus Ele já está pensando em como salvar nossas vidas.
Quando estávamos no mundo pensando que vivíamos longe de Deus, lá mesmo o Senhor por sua infinita Graça nos seguia (Romanos 6.14) até o momento em que o Espírito Santo conseguiu nos convencer deste tão grande amor (João 16.8-11).
Deus te ama antes de tudo!
                              
2- Graça Purificadora: Tito 2.11 e 3.7
Como um remédio ou curativo que traz alívio à dor, a Graça Purificadora ou Justificadora é quando recebemos o perdão dos pecados. Este é o momento em que conhecemos o amor de Deus. A experiência do Novo Nascimento nos traz uma nova vida (II Coríntios 5.17) quando somos purificados pela Graça de Deus. Quando temos um primeiro encontro com Jesus, conhecemos o amor de Deus e experimentamos a salvação pela graça (Efésios 2.8).
Muitas pessoas não entendem como uma pessoa tão pecadora pode ter uma segunda chance e viver como se tudo tivesse mudado facilmente. Quem pensa assim é porque não conhece ainda o poder da Graça de Deus em renovar suas vidas lavando com o sangue de Jesus que é capaz de renovar todas as coisas (Apocalipse 22.14).
O amor de Deus perdoa seus pecados!

3- Graça Santificadora: I Pedro 5.10
Como uma vacina que imuniza contra um vírus, a Graça Santificadora é quando depois de salvos, Deus nos assiste e nos ajuda na luta contra o pecado. Somente pela Graça podemos permanecer em Deus e não voltar atrás na vida de pecado e perdição. A cada dia o Espírito Santo continua esta obra em nossos corações nos trazendo arrependimento e mudança de vida (II Coríntios 4.15).
Não devemos receber a graça de Deus em vão (II Coríntios 6.1-3) por isso devemos anunciar esta tão grande salvação trabalhando na obra de Deus e levando mensagem da graça a outras pessoas (Mateus 10.8). O fato de servimos na obra de Deus demonstra saúde espiritual, ou seja, que estamos prontos para obedecer ao Senhor.
Pela Graça você pode vencer o pecado!
Viva pela Graça!
-CONCLUSÃO:
João Wesley foi um grande avivalista do século XVII. Antes era apenas um religioso, mas sua vida mudou quando conheceu a Graça de Deus. Então começou a pregar baseado nesta doutrina, ensinando como se manifesta sobre a humanidade. O resultado foi a transformação de milhares de vidas.
A Graça de Deus age de formas diferentes em cada pessoa de acordo com sua necessidade (I Pedro 4.15). A Graça Preventiva te previne contra o pecado como as vitaminas protegem seu corpo. A Graça Purificadora te cura do pecado como um remédio que sara uma doença. A Graça Santificadora te liberta do pecado como uma vacina que imuniza o organismo contra um vírus. Seja qual for o estágio que estiver vivendo na luta contra a doença chamada pecado, a Graça sempre será o suficiente (II Coríntios 12.9).
Tome uma injeção de Graça!

3

A Fé é um Milagre

-Tema: FÉ
Marcos 11.22-24
-Introdução: Enquanto Jesus estava com os discípulos, sempre que viam algum necessitado, chamavam o Mestre ou conduziam a pessoa até ao Senhor. Jesus estava dizendo para os discípulos que morreria, ressuscitaria e subiria para os céus enviando o seu Espírito para estar com eles. Então surgiu uma dúvida: o que faremos quando precisarmos do Senhor? Foi então que Jesus ensinou sobre o maior de todos os milagres: a fé.
Você tem fé?
Vamos aprender a receita de Jesus para exercer a fé: