Visão do Trono de Deus

-Tema: APOCALIPSE
Apocalipse 4
-Introdução: De todas as visões do Apocalipse, esta se destaca pela beleza indescritível.  Certamente o apóstolo João procurava palavras para explicar o que viu comparando com algo que já conhecia para que os leitores pudessem entender. Por isso o livro é tão cheio de simbolismos. Mesmo assim, tudo que foi mostrado para João é muito superior ao que conseguiu demonstrar. João estava encarcerado pelos homens, mas era livre para estar na presença de Deus.

Como é o trono de Deus?

Vamos refletir em alguns aspectos presenciados pelo apóstolo João diante do trono de Deus:

1- A Porta no Céu

v.1 “Depois destas coisas, olhei, e eis não somente uma porta aberta no céu, como também a primeira voz que ouvi, como de trombeta ao falar comigo, dizendo: Sobe para aqui, e te mostrarei o que deve acontecer depois destas coisas”.
A primeira coisa vista pelo apóstolo João foi “uma porta aberta no céu” (v.1). Em seguida ouviu a mesma voz Divina, que já conhecia, chamando-o para subir até o céu e ver o futuro que Deus mostraria.
O simbolismo desta visão:
-Porta aberta: representa Jesus que é a porta da salvação (João 10.9) que ainda está aberta a todos que queiram entrar.
-Voz como de trombeta: a voz de Deus que já falara com João deste o começo da revelação (Apocalipse 1.10) é forte como um toque de trombeta.
-A mensagem: um convite a subir e ver o que irá acontecer.
A porta do céu está aberta pra você!

2- O Trono de Deus

v.2,3 “Imediatamente, eu me achei em espírito, e eis armado no céu um trono, e, no trono, alguém sentado; e esse que se acha assentado é semelhante, no aspecto, a pedra de jaspe e de sardônio, e, ao redor do trono, há um arco-íris semelhante, no aspecto, a esmeralda”.
Quando foi levado até aporta, João viu “um trono e no trono alguém assentado” com semelhança da beleza de pedras preciosas. Na verdade estava contemplando Deus em seu trono celestial e sua esplendorosa beleza.
A aparência do trono ao redor:
 -Arco-íris: era o reflexo da glória de Deus ao redor de seu trono, como o que foi visto pelo profeta Ezequiel quando viu o mesmo trono de Deus e havia ao seu redor “como o aspecto do arco que aparece na nuvem em dia de chuva, assim era o resplendor em redor. Esta era a aparência da glória do SENHOR” (Ezequiel 1.28). Este arco representa a Aliança de Deus com a humanidade (Gênesis 9.13,16) que reflete seu amor diante de sua presença.
-Relâmpagos, vozes e trovões: representam a ira de Deus e seu poder, com brilho, calor, energia e rapidez em executar seu juízo, por isso “do trono saem relâmpagos, vozes e trovões” (Apocalipse 4.5). As vozes são as sentenças do julgamento final assim como o Senhor se manifestava diante de seu povo no monte Sinai (Êxodo 19.16-19).
-Mar de vidro: um local especial e grandioso onde estarão as almas dos vencedores (Apocalipse 15.2). O profeta Ezequiel também viu “algo semelhante ao firmamento, como cristal brilhante” (Ezequiel 1.22). Sendo assim, o mar representa os povos de toda a terra, pois todos os continentes são banhados pelo oceano. O vidro ou cristal indica a transparência quando todas as coisas serão esclarecidas diante de todas as pessoas.
Diante do trono de Deus é um lugar de sua Aliança de amor [arco-íris], mas também de sua justiça [relâmpagos], para de todas as pessoas [mar de vidro]. Também estão ali os vinte e quatro tronos (v.4), as sete tochas (v.5) e os quatro seres viventes (v.6-8) que serão descritos a seguir.
Renda-se diante do Trono de Deus!

3- Os Vinte e quatro anciãos: v.4 “Ao redor do trono, há também vinte e quatro tronos, e assentados neles, vinte e quatro anciãos vestidos de branco, em cujas cabeças estão coroas de ouro”.
Muito se discute sobre a identidade dos vinte e quatro anciãos. Mas é certo que não são seres celestiais e sim homens, porque sempre estão descritos de maneira diferenciada dos anjos e dos querubins (Apocalipse 5.5,8 e 11). O termo ancião se refere a homens sábios que representavam o povo (Atos 5.2 e 20.17).
-Tronos: estão assentados porque já terminaram sua obra e receberam a recompensa prometida por Jesus de que “ao vencedor, dar-lhe-ei sentar-se comigo no meu trono, assim como também eu venci e me sentei com meu Pai no seu trono” (Apocalipse 3.21). Os vinte e quatro tronos são símbolos do poder destes homens que receberam liderança no meio do povo de Deus.
-Vestes brancas: também como recompensa do “vencedor será assim vestido de vestiduras brancas” (Apocalipse 3.5). Simbolizam a santidade (Eclesiastes 9.8), pois “lavaram suas vestiduras e as alvejaram no sangue do cordeiro” (Apocalipse 7.14). Estes homens viverem em consagração a Deus durante sua vida e estavam prontos para servir ao Senhor eternamente.
-Coroas: outra recompensa prometida por Jesus a quem for “fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida” (Apocalipse 2.10). Estas coroas representam o governo humano. Eles se prostram diante do poder de Deus rendendo-se diante da Majestade Divina e entregam suas coroas ao Senhor (Apocalipse 4.10).
Podemos entender que os vinte e quatro anciãos simbolizam o sacerdócio que era escalado em número de 24 turnos (I Crônicas 24.1-19). Também se tem entendido que este número é representativo quanto à humanidade em duas alianças, com os doze patriarcas da antiga aliança e os doze apóstolos da nova aliança. O que não pode ser esquecido é sua missão de servir a Deus eternamente e sua atitude de adoração.
Seja um verdadeiro adorador!

4- Os sete Espíritos de Deus

v.5 “...diante do trono, ardem sete tochas de fogo, que são os sete Espíritos de Deus”.
A expressão “sete espíritos de Deus” aparece quatro vezes na Bíblia (Apocalipse 1.4; 3.1; 4.5; 5.6). Provavelmente é uma referência ao texto profético de Isaías 11.1 que fala de sete aspectos do Messias “repousará sobre ele o Espírito do SENHOR, o Espírito de sabedoria e de entendimento, o Espírito de conselho e de fortaleza, o Espírito de conhecimento e de temor do SENHOR. Esta lista passou a ter sentido de que são estas as características do Espírito Santo que estava sobre o Messias e também no trono de Deus.
-Sete tochas de fogo: são representações do Espírito Santo como fogo (Hebreus 12.29) e a manifestação da presença de Deus em forma de fogo (Êxodo 3.2 e 13.21,22). Também lembram o candelabro que tinha sete pontas e ficava aceso para iluminar o tabernáculo (Êxodo 27.20).
O número sete significa perfeição de Deus e quando se refere aos Sete Espíritos de Deus tem o sentido de que o Espírito Santo é perfeito.
Deixe o Espírito Santo incendiar sua vida!

5- Os quatro seres viventes

v.6-8 “...no meio do trono e à volta do trono, quatro seres viventes... não têm descanso, nem de dia nem de noite, proclamando: Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o Todo-Poderoso, aquele que era, que é e que há de vir”
Estes são os mesmos seres celestiais que profeta Ezequiel também viu e descreveu (Ezequiel 1.5-13) com a mesma aparência, pois “cada um dos seres viventes tinha quatro rostos (Ezequiel 10.14), “a forma de seus rostos era como o de homem; à direita, os quatro tinham rosto de leão; à esquerda, rosto de boi; e também rosto de águia, todos os quatro (Ezequiel 1.10) e são chamados de “querubins” (Ezequiel 10.20). Sua função está clara aqui, mostrando que tinham a tarefa de ministrar louvor diante do trono de Deus. Sempre são os primeiros a proclamar a adoração.
A aparência dos quatro seres viventes tem o seguinte simbolismo:
-Leão: “o primeiro ser vivente é semelhante a leão” (v.7): representa a realeza e poder, por ser um temível predador.
-Boi: “o segundo, semelhante a novilho” (v.7): animal forte, mas pacificador, por isso chamado de novilho.
-Homem: “o terceiro tem o rosto como de homem” (v.7): simboliza o conhecimento ou inteligência.
-Águia: “o quarto ser vivente é semelhante à águia quando está voando” (v.7): aponta para rapidez e visão.
-Olhos: “cheios de olhos por diante e por detrás” (v.6) e “estão cheios de olhos, ao redor e por dentro” (v.8): Do mesmo modo Ezequiel também diz que “todo o corpo dos querubins, suas costas, as mãos, as asas e também as rodas que os quatro tinham estavam cheias de olhos ao redor (Ezequiel 10.12). Estes olhos mostram que podem ver muito além do que é normal. Têm uma visão espiritual muito forte.
-Asas: “os quatro seres viventes, tendo cada um deles, respectivamente, seis asas” (v.8). Estas asas serviam para voar, para cobrir o seu corpo (Ezequiel 1.11,23). Também tinham olhos nas asas (Ezequiel 10.12). Estas asas mostram que eram anjos que se movem com muita rapidez.
Os querubins são responsáveis pela adoração no céu. Estão sempre na presença de Deus que “está entronizado acima dos querubins (Salmos 99.1) por isso foram colocados simbolicamente sobre a Arca da Aliança (Êxodo 37.7-9) e tinham sua imagem representada nas paredes e no véu do santuário (Êxodo 26.31). São defensores da santidade de Deus (Gênesis 3.24). Estes seres viventes nos ensinam que precisamos viver para adorar a Deus em todo tempo e incansavelmente.
Seja um adorador na presença de Deus!

Renda-se diante do trono de Deus!

-CONCLUSÃO: v.9-11
A visão do trono de Deus é concluída como um grande culto de adoração, quando os quatro seres viventes e os vinte e quatro anciãos louvam ao Senhor Deus. O primeiro cântico ministra quem Deus é (v.8) e o segundo cântico as suas obras (v.11).
Se quisermos um dia, comparecer diante do trono de Deus, precisamos viver em adoração ao Senhor. A cada dia devemos entoar um cântico novo ao Senhor e também viver para a sua glória.

O céu é um lugar de louvor a Deus!




Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões.
Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP - Universidade Metodista de São Paulo.
Pós Graduação em Filosofia pela ISEIB - Instituto Superior de Educação Ibituruna.
Licenciatura em Letras pela ISEED - Instituto Educacional Elvira Dayrell.
Extensão em Grego Bíblico pela MACKENZIE - CPAJ.
Siga Google+.

2 comentários:

  1. O Pastor foi usado para tecer estes comentários, vendo o livro de Ezequiel e Daniel a uma ligação tênue com os evangelhos e APOCALIPSE, a palavra e bem clara, e muitos dizem que o que valer e só o novo Testamento, Jesus diz que a Biblia ou a Palavra Testificam Ele e e VERDADE!!

    ResponderExcluir
  2. Glória seja dada ao nome do Senhor estudo maravilhoso aprendi muito estou muito feliz é um crescimento espiritual muito grande são pérolas na verdade

    ResponderExcluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.
Direitos autorais protegidos:
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Seguidores

Pregações por email

Livro

Livro
E-books do Pr. Welfany Nolasco
Powered by Blogger.