O caminho do Discipulado

-Tema: MINISTÉRIO
“vou pescar” João 21.3
-Introdução: Todo caminho tem duas direções, uma para ir e outra para voltar. O “IDE” de Jesus (Mateus 28.19) é direção certa no caminho do Discipulado. Quando deixamos de fazer a vontade de Deus, estamos voltando ao invés de ir obedecendo a Deus.
A última pescaria de Pedro teria sido quando Jesus lhe chamou para ser “pescador de almas” (Lucas 5.1-10). A partir daquele dia, Pedro deixou todos os peixes que apanhou milagrosamente, para seguir seu ministério. Durante o ministério terreno de Jesus, Pedro foi um dos seus companheiros de pescaria espiritual. M as agora, depois da morte e ressurreição de Jesus, Pedro estava dizendo que voltaria a pescar. Não há nada de mal em pescar. Mas Pedro disse que iria pescar porque estava desiludido de seu chamado.
No caminho de volta deixando o discipulado há escassez e fome, pois eles “nada apanharam” (v.3), também há cegueira e confusão porque “não reconheceram que era ele” (v.4). Mesmo assim, “ao clarear da madrugada” (v.4ª ) Jesus vem se encontrar conosco, pois Ele tem pressa em nos enviar para fazer discípulos.
Você está desanimado no ministério?
Veja o que acontece no caminho de ida para o Discipulado:

1- MULTIPLICAÇÃO: “Então, lhes disse: Lançai a rede à direita do barco e achareis. Assim fizeram e já não podiam puxar a rede, tão grande era a quantidade de peixes v.6
Pedro já tinha ouvido aquelas palavras “lançai a rede á direita” e repetiu sua atitude encontrando novamente uma pescaria maravilhosa. Não era história de pescador, foi verdade mesmo. Sua experiência do primeiro amor foi renovada como da primeira vez que se encontrou com Jesus.
A multiplicação é fruto da Obediência. Quando seguimos o caminho do discipulado, a multiplicação de vidas na obra de Deus é fabulosa. Fazer a vontade de Deus resulta sempre em milagres de sua parte. Obedeça ao Senhor, mesmo que pareça difícil ou quando não entende. Apenas creia e obedeça.
Você tem obedecido ao mandato do Senhor?
O Senhor vai multiplicar vidas em seu ministério!

2 - ENTREGA Total: v.7 “cingiu-se com sua veste, porque se havia despido e lançou-se ao mar”
Ao saber que era Jesus quem o esperava na praia, Pedro não se agüentou de tanta vontade de estar com o Mestre. Mas primeiro se vestiu em sinal de preparação e respeito e depois se jogou ao mar em direção ao Senhor.
Esta é a forma que devemos nos lançar em direção ao discipulado. De corpo, alma e espírito. Pensamentos, vontade e emoções. Totalmente e sem reservas.
Para começar o discipulado é preciso primeiro preparar-se e então você não conseguirá esperar muito para começar de tanta paixão pelas almas. Esta energia sinaliza o momento certo de iniciar a tarefa de fazer discípulos. Não há nada que segure um discípulo apaixonado por vidas.
Você tem se dedicado ao Discipulado?
Entregue-se totalmente e nada te impedirá!

3- COLABORAÇÃO: v.8 e 10 “mas os outros discípulos vieram no barquinho puxando a rede com os peixes” “Disse-lhes Jesus: Trazei alguns dos peixes que acabastes de apanhar”
Ao sair do barco cheio de peixes, Pedro não precisou pedir aos companheiros para ajudar a segurar a rede. Cada um sabia o que fazer e colaboraram prontamente. Não deixaram nenhum peixe se perder. Depois Jesus pediu que trouxessem alguns dos peixes que apanharam para lhes mostrar que deseja sua participação.
Muitas igrejas vivem em crise porque não conseguem encaixar as pessoas adequadamente na obra de Deus. O pastor ou os líderes de ministério precisam ficar pedindo as pessoas para ajudar. Muitos prometem e na hora não cumprem seu compromisso. Ninguém fica parado na Igreja em Discipulado porque todos desejam servir.
Quando a Igreja local se torna uma comunidade de discípulos, cada um sabe o que deve fazer e voluntariamente colaboram. Ninguém precisa de títulos ou cargos para cumprir seu chamado. Todos sentem o prazer de servir ao Senhor e às vidas que precisam do evangelho.
Precisa de ajuda no trabalho missionário?
Faça discípulos que serão seus colaboradores!

4- PROVISÃO: v.9 “ao saltarem em terra, viram ali umas brasas e, em cima, peixes; e havia também pão
Jesus surpreendeu os discípulos com um lanche prontinho na praia, havia brasas para se esquentar do frio e secar da umidade, também tinham peixes assados e até pão quentinho. Talvez os discípulos pensassem ‘onde conseguiu peixes se pescamos a noite toda e não conseguimos nada?’ e ‘como conseguiu acender fogo tão cedo’, mas Jesus está sempre pronto para receber a quem ama.
Há um simbolismo espiritual nas três coisas que Jesus tinha na praia:
       -FOGO: calor do Espírito Santo;
       -PEIXE: o Evangelho;
       -PÃO: vida abundante.
Quando começamos a fazer discípulos, Deus nos surpreende com milagres sobrenaturais. Mostra que Ele é quem vai suprir tudo que precisarmos com detalhes. Através do Discipulado o Espírito Santo incendeia a Igreja, o evangelho puro é anunciado e todos vivem de forma abundante na presença de Deus.
Precisa de ajuda para começar o Discipulado?
Jesus tem tudo pronto para te ajudar!

5- FORÇA: v.11 “Simão Pedro entrou no barco e arrastou a rede para a terra, cheia de cento e cinqüenta e três grandes peixes; e, não obstante serem tantos, a rede não se rompeu
Jesus pediu alguns peixes que estavam no barco e Pedro foi com muita vontade e arrastou a rede que não se arrebentou. Foram 153 “grandes peixes”, que no contexto marítimo e no conceito de pescadores, realmente deveriam ser muito pesados. Mesmo assim Pedro agüentou. Ele entendeu que aquela pescaria era para ele e não abriu mão. Aquele Pedro desanimado se tornou um homem cheio de disposição.
Quando fazemos discípulos, somos fortalecidos pelo Senhor para esta obra. A Igreja que antes estava fraca e suas redes estavam arrebentando e perdendo vidas, agora está forte e segura.
Contar peixes é coisa de pescador, ‘hoje apanhei tantos!’ e conta vantagem. Mas com isso, ficam sabendo o resultado de seu trabalho. Assim também no discipulado é preciso contar os peixes como testemunho da multiplicação de vidas.
Não abra mão de sua promessa. Deus te dará forças suficientes para conseguir vencer. Construa redes de amizade em sua igreja local que a fortaleça para ganhar almas.
Está precisando de força para começar o Discipulado?
O Senhor te fortalece e prepara a rede de sua Igreja!

6- CONHECIMENTO: v.12 “Nenhum dos discípulos ousava perguntar-lhe: Quem és tu? Porque sabiam que era o Senhor
Os discípulos que antes não tinham reconhecido Jesus (v.4), agora não tinham dúvidas de que era Ele mesmo. Toda dúvida e desilusão acabaram. Sua experiência com Jesus foi renovada.
Esta é convicção de que faz discípulos. Uma certeza de estar fazendo a coisa certa, na hora certa e com a pessoa certa: Jesus.
Muitos membros de igreja se tornam religiosos ativistas. Vão à igreja por ir ou para cumprir um ritual. Mas quando a Igreja trabalha com Discipulado, isso muda. Todos precisam conhecer mais a Jesus e viver com Deus é a prioridade acima de reuniões e eventos. Desde o crente mais antigo até ao novo convertido buscam uma experiência mais profunda com o Senhor a cada dia.
Você acha que já sabe tudo?
Conheça mais a Jesus!

7- AMOR: v.15-17 “tu me amas?”
Logo em seguida Jesus teve uma conversa com Pedro sobre seu relacionamento. Nos últimos dias eles estavam um pouco distante. Pedro havia negado a Jesus três vezes. Por esta razão o Mestre lhe deu três oportunidades de reafirmar seu amor. Também recebeu três vezes o chamado para o ministério.
Somente o amor e que nos fortalece para fazer discípulos. Nosso chamado é renovado quantas vezes for preciso através do “o amor de Cristo nos constrange”  (II Coríntios 5.14).
Com certeza você já saiu da igreja com raiva um dia. Provavelmente já voltou pra casa triste e confuso. Vários sentimentos perseguem o relacionamento entre irmãos confundindo seus corações. Entretanto, na Igreja que faz discípulos, não importam os cargos ou funções porque todos são iguais e tudo gira em torno de uma convivência tranqüila e sadia.
O Discipulado traz emoção e prazer de ver vidas se rendendo aos pés do Senhor. Muito maior ainda é o amor de um irmão para com o outro. A Igreja deixa de ser uma instituição onde cada um tem um cargo para que todos tenham a simples tarefa de manifestar o amor de Deus ao seu próximo.
Sua Igreja está precisando fortalecer os relacionamentos?
O assunto da Igreja em Discipulado é o Amor!

O Discipulado vai revolucionar seu ministério?
-CONCLUSÃO: v. 17 “apascenta as minhas ovelhas”
Jesus deu um chamado diferente para Pedro. Antes deveria ‘pescar’ almas e agora deve ‘apascentar’. Qual seria a diferença entre estas duas tarefas? Uma pescaria termina quando se pega os peixes. Já o trabalho de apascentar o um rebanho é contínuo.
Nossa missão não é só alcançar as vidas e depois descartá-las. As pessoas precisam de cuidado. Um evangelista que apenas anuncia que ‘Jesus te ama’ somente pesca estas vidas. Já um discipulador, acompanha a pessoa em sua caminhada de fé.
Como é triste ver que as ovelhas estão precisando de cuidado e o pastor não consegue alcançá-las. Também é doloroso ver pessoas ‘aceitar Jesus’ e voltar para casa sem serem tratadas adequadamente. O Discipulado proporciona um ambiente de cuidado e pastoreio mútuo no rebanho, onde todos ajudam o pastor a cuidar de vidas.
Você quer apascentar seu rebanho?
Fazer Discípulos é cuidar de vidas!

Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões.
Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP - Universidade Metodista de São Paulo.
Pós Graduação em Filosofia pela ISEIB - Instituto Superior de Educação Ibituruna.
Licenciatura em Letras pela ISEED - Instituto Educacional Elvira Dayrell.
Extensão em Grego Bíblico pela MACKENZIE - CPAJ.
Siga Google+.

3 comentários:

  1. muito bom cada dia mais aprendo com vocês que Deus continue os usando

    ResponderExcluir
  2. Amém. estudos muito bons para evangelizar pessoas.Júnior Menezes...

    ResponderExcluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.
Direitos autorais protegidos:
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Seguidores

Pregações por email

Livro

Livro
E-books do Pr. Welfany Nolasco
Powered by Blogger.