Sobrevivendo aos naufrágios da vida

-Tema: ESPERANÇA
Atos 27.27-44
-Introdução: A vida não é feita apenas de vitórias. Nem sempre estamos em maré mansa. Pelo contrário, enfrentamos tantas tempestades que às vezes naufragamos. Precisamos reconhecer que nem sempre as coisas são como desejamos.
Este texto é como um ‘diário de bordo’, onde se registravam tudo o que acontecia em uma viagem. Conta a história do naufrágio de um navio de prisioneiros, entre eles o apóstolo Paulo que iria ser julgado por César em Roma. Aquela viagem parecia ser a última da vida de Paulo que também estava por um fio, mas Deus o colocou ali para abençoar aquelas vidas e salvou a todos (v.22-24).

Na vida de um cristão nada dá errado porque “todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus” (Romanos 8.28). Por isso é importante saber o que fazer quando as coisas parecem dar errado, mesmo amando a Deus e confiando que o Senhor pode mudar todas as coisas. Naufrágios são tribulações e crises que enfrentamos em nossas vidas onde perdemos muito, mas devemos lutar para salvar nossas vidas.
Você está naufragando?
Vamos basear esta mensagem em uma atitude decisiva desta viagem que foram os momentos de “lançar âncoras” e “levantar âncoras” (v. 29 e 40).


ASSISTA:
1- Lançar ÂNCORAS: v.29 “lançaram da popa quatro âncoras”
A âncora representa algo que dá firmeza e força. Quando um navio precisa parar para descansar ou garantir sua segurança, então lança suas âncoras. Existem momentos que precisamos ancorar nossa vida para firmar em meio à tempestade. O apóstolo Paulo foi usado por Deus para tomar algumas atitudes de firmeza em meio à tempestade.  As quatro âncoras lançadas podem ser representadas:
1ª âncora > ORAÇÃO E JEUM: v.29 e 33 “oravam” “sem comer”
Aquela viagem foi marcada por um tempo de Jejum (v.9) e todos ficaram sem comer, mesmo passando por toda aquela tempestade ao ponto de Paulo pedir duas vezes que se alimentassem para se fortalecer (v. 21, 33 e 34). Depois eles lançaram as âncoras em atitude de oração (v.29).
Jesus disse que existem situações que só se resolvem com jejum e oração (Marcos 9.29). Sem dúvida a oração é uma âncora que nos traz firmeza e segurança no meio das tempestades.
2ª âncora > CORAGEM: v.30-32 “procurando os marinheiros fugir do navio”
Quando a tempestade ficou violenta a primeira coisa que os marinheiros fizeram foi lançar os botes salva vidas para fugirem. Contudo Paulo alertou que não poderiam fugir do barco por que se fizessem isso morreriam, pois todos precisavam estar unidos para se salvarem. Então obedientemente cortaram as coras dos botes salva vidas e deixaram que fossem embora no mar. Esta foi uma grande atitude de coragem.
Muitas vezes quando passamos por provações pensamos em fugir. Mas se lançar ao mar em meio à tempestade é aceitar a derrota covardemente. Se a família passa por lutas, o melhor e se unir para vencer juntos do que fugir e todos perderem. A melhor opção é se ancorar corajosamente para salvar sua vida.
3ª âncora > COMUNHÃO: v.35 “tomando um pão, deu graças a Deus”
Mesmo com o barco balançando e água entrando por todos os lados, o apóstolo Paulo teve condições de ministrar a Santa Ceia com os tripulantes. Foi preciso muito equilíbrio para fazer isso.
Em meio a tempestades podemos perder muitas coisas, mas nunca a nossa comunhão com Deus. Nada é tão importante quanto sua vida com Jesus. Deixe tudo, mas nunca abandone sua fé. Aprenda a agradecer a Deus “em tudo daí graças, pois esta é a vontade de Deus para convosco” (I Tessalonicenses 5.18).
4ª âncora > CONFIANÇA: v.38 “aliviaram o navio, lançando o trigo ao mar”
Depois de se alimentarem começaram a jogar ao mar tudo o que estava no navio, inclusive os mantimentos que tinham. Esta foi uma atitude de fé. Acreditavam que seriam salvos e não precisariam mais daquela comida, pois Deus lhes traria provisão, como de fato aconteceu (Atos 28).
Confiar em Deus é uma âncora que nos traz firmeza em meio às tempestades, pois “a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não veem” (Hebreus 11.1). Entregue tudo a Deus confiando que “o mais Ele fará” (Salmos 37.5).

Quando você precisar de firmeza em meio às tempestades, lance as âncoras da oração, coragem, comunhão e confiança para sustentar sua vida e te salvar do naufrágio.
Precisa de firmeza?
Ancore sua vida em Deus!
        
2- Levantar ÂNCORAS: v.40 “levantando as âncoras”
O momento de levantar as âncoras significa que já tem a segurança necessária para continuar a navegar ou então que não há nada mais a fazer a não se se deixar levar pelas ondas. As ondas são momentos que vão e vêm. Levantar as âncoras representa:
DESCANSAR EM DEUS: v.40
Além de levantar as âncoras, os marinheiros soltaram todos os equipamentos de direção como o leme e as velas do navio. Com isso passaram ser conduzidos pela maré que os levou para uma praia.
Em muitas tempestades da vida, quando não há nada a fazer, o melhor é descansar no Senhor e esperar o seu livramento. Se não tem nada que possa fazer, então não faça nada, só confie em Deus.
ESPERAR O TEMPO CERTO: v. 41
Quando o barco foi lançado pela correnteza e ficou preso na praia, todos ficaram sem saber o que fazer, então esperaram a hora certa. Quanto mais tempo ficassem no navio eram melhor para sua saúde. Mas no momento que o navio começou a ser quebrado pelas ondas e invadido pela água, eles pulariam no mar.
A precipitação é um perigo em momentos de tempestades. Muitos morrem afogados depois de ‘nadar e morrer na praia’. Por isso é importante esperar a hora certa de agir. A pressa não ajuda nada quando é preciso esperar o tempo de Deus (Eclesiastes 3.1).
PRIORIZAR VIDAS: v. 42,43
Era costume de navios de escravos e prisioneiros que se acontecesse alguma dificuldade, matar todos os presos para não fugirem. Mas Deus colocou no coração do centurião o desejo de preservar a Paulo e com ele todos os outros.
Muitos naufrágios acontecem com lares que cuidaram mais do trabalho do que dos filhos. Quando passamos por perdas, não devemos nos preocupar com coisas materiais e sim com a nossa vida, saúde e família. O restante, podemos conseguir novamente com a ajuda de Deus.
ESFORÇAR O MÁXIMO POSSÍVEL: v.44
Quando viram que tudo estava no fim, cada um teve que lutar por sua própria vida se agarrando a alguma coisa. Deste modo todos se salvaram. Se alguém não fizesse sua parte, certamente morreria.
É muito difícil quando vemos alguém afundando, mas não faz nada para ajudar a si mesmo. Se você naufragou, então nade para salvar-se. Cada um deve lutar por sua salvação, orando e trabalhando.

Se a tempestade está muito difícil de ser vencida e você percebe que não adianta mais nada, então levante suas âncoras e deixe Deus dirigir sua vida pra onde quiser. Para isso é preciso descansar em Deus, esperar o tempo certo, priorizar sua vida e família e se esforçar o máximo possível.
Já levantou suas âncoras?
Deixe Deus agir em sua vida!
Sobreviva aos naufrágios!
-CONCLUSÃO: v.44 “todos se salvaram”
Paulo passou por três naufrágios em sua vida (II Coríntios 11.25), mas passou por muitas perdas e tribulações que também sobreviveu.
Lance suas âncoras no tempo que precisar de firmeza através da oração, da coragem, da comunhão e confiança em Deus. Depois você poderá levantar suas âncoras para descansar em Deus, esperar o tempo certo, priorizar sua vida e se esforçar o máximo possível.
O importante não é se você saiu ganhando ou perdendo e sim que sobreviva. Sua vida, salvação e família são mais importantes que tudo. Todas as outas coisas como emprego, bens e sonhos podem naufragar, mas você deve sobreviver.
Seu barco está afundando?
Você vai sobreviver!

Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões.
Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP - Universidade Metodista de São Paulo.
Pós Graduação em Filosofia pela ISEIB - Instituto Superior de Educação Ibituruna.
Licenciatura em Letras pela ISEED - Instituto Educacional Elvira Dayrell.
Extensão em Grego Bíblico pela MACKENZIE - CPAJ.
Siga Google+.

7 comentários:

  1. A Paz. Excelente palavra. Que Deus esteja nos dando discernimento para lançar e levantar as ancoras.

    ResponderExcluir
  2. graça e paz muito bom que Deus continue usando sua vida neste dom lindo de explanar a palavra em o nome de Jesus

    ResponderExcluir
  3. Muito bom esse estudo.

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. ESTOU MARAVILHADO COM ESSE ESTUDO QUE DEUS CONTINUI TE ABENÇOANDO

    ResponderExcluir
  5. Essas palavras de vida chegaram em boa hora pois estou navegando em grandes tempestades no casamento. Obrigado pastor.

    ResponderExcluir
  6. Maravilhosa ministração, que Deus continue acrescentando o mais DELE em ti.. 😘

    ResponderExcluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.
Direitos autorais protegidos:
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Seguidores

Pregações por email

Livro

Livro
E-books do Pr. Welfany Nolasco
Powered by Blogger.