Relacionamentos Familiares

-Tema: FAMÍLIA
Salmos 128
-Introdução: Há uma crise moral e familiar em todos os níveis da sociedade. Isso dificulta falar sobre relacionamentos familiares. São muitos os problemas, diversos os pensamentos, pequenas as soluções e diminutos os interessados em uma melhoria. Isso porque cada um parece estar buscando seus interesses pessoais sem contemplar a família.
Vários tipos de relacionamentos envolvem e disputam atenção com a família. Então o que fazer? O autor do Salmo 128 descreve a convivência de uma família abençoada por Deus. Isso nos inspira a buscar neste salmo algumas respostas para os relacionamentos.
Como deve ser os relacionamentos da família?
Vamos encontrar algumas áreas de relacionamentos citadas no Salmo 128, conhecido como Salmo da Família:

1- Relação com Deus: v.1 “Bem-aventurado aquele que teme ao SENHOR e anda nos seus caminhos”
O primeiro nível do relacionamento familiar deve ser a sua relação com Deus.
Muitas famílias são cercadas de pessoas, atividades e conforto e não encontram tempo para buscar a Deus. Quantas festas de Natal, Páscoa e outras que passam sem uma oração sequer. Parece que Deus nem foi convidado. Existem famílias que só se reúnem para falar de Deus quando estão num velório. A família vai bem quando busca direcionar suas decisões e planos de acordo com a vontade de Deus, através da oração familiar e aprendizado conjunto da Palavra.
A bênção de Deus é para “todas as famílias da terra” (Gênesis 12.3) e a família do cristão é abençoada pela fé nesta promessa. Orar juntos, ir à Igreja e viver na presença de Deus são formas de cultivar sua vida espiritual em família. Precisamos buscar os caminhos e os pensamentos de Deus, que são mais altos que os nossos (Isaías 55.8,9) para não cair nas vaidades do mundo e “buscai ao Senhor enquanto se pode achar” (Isaías 55.6).
Como está o relacionamento de sua família com Deus?
Reúna-se em família para buscar ao Senhor!

2- Relação no Trabalho: v.2 “Do trabalho de tuas mãos comerás, feliz serás, e tudo te irá bem”
A segunda área de relacionamento citada no salmo é o trabalho.
Cada família é marcada pela área profissional que ocupam. A rotina da família de um médico é diferente da rotina de um pedreiro, um padeiro, um policial, professor, etc. Isso tudo acaba determinando muito sobre o relacionamento em família, sendo necessário organizar o tempo para não se perder em meio ao ativismo.
Não adianta trabalhar muito e ganhar muito dinheiro e perder a maior de todas as propriedades que é a família. Não ver os filhos crescer, deixar de compartilhar momentos difíceis com o cônjuge e passar o tempo todo ocupado sem poder apreciar um ao outro são ilusões que têm enganado muitas famílias.
O salmista declara que o trabalho é razão de: 
-Sustento: “do trabalho de tuas mãos comerás”
-Satisfação: “feliz serás”
-Sucesso: “tudo te irá bem”
}
Assim é a vida de quem sabe equilibrar o trabalho como
bênção de Deus para a família.
Você tem trabalhado demais?
Cuide bem de sua família!
3- Relação com a Casa: v. 3 “no interior de tua casa”
O salmista destaca o interior da casa como uma área importante do relacionamento familiar.
A família foi criada por Deus. O Senhor Jesus Cristo veio viver em família e priorizou o lar até os 30 anos. Andou por muitos lugares onde Ele se encontrava com as pessoas, mas o lugar que mais frequentou foi a casa, o ambiente familiar das pessoas. Ensinou que o relacionamento com Deus deve ser tão íntimo e intenso como o de pai e filho.
A casa, o lugar onde todos passam horas e horas juntas, tem perdido o seu valor principalmente nos grandes centros urbanos. Não há mais privacidade no lar, por falta de espaço, pela poluição sonora e vários outros fatores. Em muitas famílias a casa tem sido “visitada” pelos familiares que não têm tempo de estar em casa e isso atrapalha a convivência, porque é dentro de casa que se faz intimidade, que descansamos, alimentamos, onde podemos ter privacidade e encontrarmos com as pessoas que podemos confiar. É importante priorizar estar em casa com a família.
A falta de autocontrole sobre o aparelho de televisão tem impedido muitas famílias de terem momentos de descontração e bate-papo, pois passam a maior parte do pouco tempo que têm para estarem juntos, assistindo TV e o pouco que conversar é sobre a programação que toma a atenção de todos.
Você passa pouco tempo em casa?
Aprenda a curtir sua casa como um Lar!

4- Relação Conjugal: v.3ª “Tua esposa ... será como a videira frutífera”
O bom relacionamento entre marido e mulher é indispensável na vida familiar.
O salmista descreve a mulher dentro de casa toda feliz como uma parreira cheia de uvas. Ou seja, todos querem estar perto dela. O cristianismo quebrou o tabu de que o homem é maior em autoridade que a mulher e os colocou juntos em submissão (estar sob a mesma missão) ao Senhor. A mulher amando e respeitando seu marido e o homem amando a esposa como Cristo amou a Igreja (Efésios 5.25). Se o homem amar a mulher assim, qualquer mulher terá prazer em ser submissa e quando a mulher é submissa o homem a ama muito. Isso é recíproco.
O planejamento familiar é de suma importância porque muitas decisões e compromissos precipitados comprometem a felicidade familiar. É necessária muita comunicação e de qualidade, para que cada um entenda e assuma a sua função, compreendam suas expectativas mútuas e juntos possam administrar o lar com sabedoria e satisfação. A felicidade conjugal não pode ser patrocinada por apenas um dos cônjuges e sim deve ser compartilhada em cada momento, inclusive nas dificuldades.
Como está sua vida conjugal?
A felicidade deve ser construída em conjunto!

5- Relação com os Filhos: v.3b “teus filhos, como rebentos da oliveira, à roda da tua mesa”
Outra área de relacionamento familiar é com os filhos.
O salmista descreve o relacionamento entre pais e filhos com um momento de confraternização ao redor de uma mesa. Contudo, sabemos que esta cena é cada vez mais rara no meio das famílias.
O número de filhos criados sem o pai ou a mãe tem aumentado consideravelmente. Pais deixam os filhos por conta de outra pessoa para ir trabalhar e perdem a rica oportunidade de educa-los pessoalmente. Com isso muitas crianças recebem uma educação falha e os pais perguntam ‘onde foi que eu errei?’.
É determinante para o futuro das famílias a convivência e o respeito mútuo entre pais e filhos. Muitos são os casos de pais que não tiveram tempo para os filhos porque tinham que trabalhar para prover um futuro digno para eles, e quando os filhos crescem não sabem gozar desse “futuro digno” porque não tiveram uma educação familiar e não aprenderam as lições básicas da vida que só um pai e uma mãe podem ensinar.
No relacionamento entre pais e filhos, quando os pais mostram o seu papel, cumprem suas obrigações e ensinam os filhos, a tendência é haver correspondência de parte dos filhos que se sentem amados pelos progenitores.
Você tem tempo para seus filhos?
Curta seus filhos o máximo que puder!

6- Relação com a Igreja: v.4 “Eis como será abençoado o homem que teme ao SENHOR”
O relacionamento com a Igreja deve fazer parte de todas as famílias.
A Igreja cristã começou dentro de casas, com as famílias. Infelizmente quando começaram a reunirem-se em templos, as famílias foram ficando em segundo plano. É importante a convivência da igreja com a família e da família com a igreja. Igrejas fundadas por famílias são igrejas fortes. É impressionante a força missionária de famílias bem estruturadas que constituem lideranças cristãs sólidas e consistentes, deixando resultados por gerações.
A Igreja é uma extensão da casa como “Família de Deus” (Efésios 2.19). A palavra de Deus traz promessas de salvação para as famílias (Atos 16.31), então precisamos determinar em nosso coração que “eu e minha casa serviremos ao Senhor” (Josué 24.15).
Se a família vai bem a igreja está ótima, mas se houver omissão por parte da Igreja, as famílias desmoronam carregando consigo a Igreja que deveria ser o seu apoio. Inadmissível mesmo é ver a Igreja de Cristo conformando-se com a presente situação do mundo e até mesmo se adaptando aos novos “padrões morais” da modernidade. As coisas desse mundo são passageiras, mas os preceitos de Deus, bem como Ele próprio, são eternos.
Sua família congrega em alguma Igreja?
A Igreja é uma extensão da família!

7- Relação com a Sociedade: v.5 “O SENHOR te abençoe desde Sião, para que vejas a prosperidade de Jerusalém durante os dias de tua vida”
Por último, o texto indica a relação da família com a Jerusalém que representa a sociedade ao redor da família.
Parece que o ser humano, o quanto mais tem facilidade, mais complica as coisas. Quanto mais há meios de comunicação menos é o diálogo e o acordo entre as pessoas. A mídia tem usado de todo tipo de sensacionalismo para distorcer valores morais, desvalorizando a família, o lar e incentivando relacionamentos descomprometidos. O mundo tem inculcado uma mentalidade interesseira e egoísta, onde tudo deve ser em troca de alguma coisa. O verdadeiro amor doa desinteressadamente, de graça dá e de graça recebe.
A família depende do meio em que está inserida, mas não pode absorver tudo o que há ao seu redor. O lar precisa ser protegido dos contra ataques mundanos que procuram se infiltrar para enfraquecer os relacionamentos familiares. O equilíbrio é a saída para ter uma família saudável sem perder amigos ou se isolar da sociedade. Por isso a Palavra de Deus orienta até mesmo quanto às visitas na casa das pessoas (Provérbios 25.17). Muitas vezes as influências externas prejudicam a relação da família.
Como é a relação de sua família com os vizinhos?
Abra sua casa, mas não a deixe desprotegida!

Cuide bem de seu relacionamento familiar!
-CONCLUSÃO:
Relacionamento é algo que não se faz sozinho. Por isso não adiante colocar a culpa em um membro da família apenas. Quando há um erro, este deve ser assumido e corrigido juntos. As vitórias também devem ser compartilhadas.
Parece que quanto mais pessoas se têm para conviver, mais difícil é conviver com as pessoas e quanto mais pessoas temos ao nosso redor mais estamos sozinhos. O ser humano não foi criado para viver só e muito menos infeliz em meio a muitas pessoas. A solução para sarar os relacionamentos familiares é desarmar as pessoas umas contra as outras, assumindo uma atitude pacífica perante os conflitos.
É preciso encarar a situação familiar, conjugal, sexual e do relacionamento entre pais e filhos com coragem para mudar antes que seja tarde demais. Foi para isso que Messias veio “para destruir as obras de Satanás” (I João 3.8) e “para converter o coração dos pais aos filhos e dos filhos aos seus pais” (Malaquias 4.6), bem como do marido, da mulher, dos amigos, irmãos, namorados... de todos mutuamente um ao outro.
Sua família está bem cuidada?
Faça sua parte pela família!


Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões.
Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP - Universidade Metodista de São Paulo.
Pós Graduação em Filosofia pela ISEIB - Instituto Superior de Educação Ibituruna.
Licenciatura em Letras pela ISEED - Instituto Educacional Elvira Dayrell.
Extensão em Grego Bíblico pela MACKENZIE - CPAJ.
Siga Google+.

7 comentários:

  1. Cada dia que passa suas pregações são mais abençoadas e levanta os caídos. PAZ!

    ResponderExcluir
  2. Como são abençoadoras as suas mensagens ,glória a Deus ! Que deus continue lhe usando como um canal.

    ResponderExcluir
  3. Deus abençoe! Muito boa essa mensagem.

    ResponderExcluir
  4. Que o Senhor continue te abençoando grandemente, por estes estudos maravilhosos sobre a família................

    ResponderExcluir
  5. Como gostaria de ter uma linda Família no Coração de Deus.....

    ResponderExcluir
  6. Através dessas pregações estou restaurando minha família,adotei todas as noite reúno com minha família e transmito A eles esses ensinamentos valorosos que vc dispõe no seu site que Deus encham mais de sabedoria para continuar postando esse ensinamento. Abraços Paulo Souza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu e minha família precisamos do senhor País celestial temostra passado por muitas dificuldades em nossa cs Pastor pessoas que ore por mim e minha família Ângelo caio Jessica Gabriel e Enzo eu creio no senhor Jesus

      Excluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.
Direitos autorais protegidos:
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Seguidores

Pregações por email

Livro

Livro
E-books do Pr. Welfany Nolasco
Powered by Blogger.