Os sete Espíritos de Deus

-Tema: APOCALIPSE
Isaías 11.2
-Introdução: A expressão ‘sete Espíritos de Deus’, chama atenção ao ler o Apocalipse, pois só existe um Espírito do único Deus e como então seriam sete? O propósito deste termo é se referir à presença plena do Espírito Santo nos últimos dias (Joel 2.28-30).
A palavra "sete" em Hebraico é a mesma para jurar ou garantir1 trazendo também o sentido de estar cheio ou completo2. No Apocalipse, o número 7 demonstra que está perto de ser concluída a vontade de Deus para a humanidade. Por isso traz uma sequência de números sete: 7 igrejas > 7 selos > 7 trombetas > 7 taças.
SETE ESPÍRITOS DE DEUS significa manifestação completa e perfeita do Espírito Santo.
O que significa os sete Espíritos de Deus?
Vamos refletir sobre a manifestação plena do Espírito Santo no Apocalipse estudando a expressão ‘sete Espíritos de Deus’:

1- Sobre quem o Espírito vai se manifestar:
Os primeiros dois textos que trazem a expressão ‘sete Espíritos de Deus’ mostram sobre quem, ou quais pessoas receberão esta manifestação completa do Espírito Santo:
a)   IGREJAS: Apocalipse 1.4 “João, às sete igrejas que se encontram na Ásia, graça e paz a vós outros, da parte daquele que é, que era e que há de vir, da parte dos sete Espíritos que se acham diante do seu trono”.
As sete igrejas da Ásia para as quais o apóstolo João escreveu cartas, estavam representadas por sete candeeiros onde se acendiam as lâmpadas. No Antigo Testamento havia o candelabro que devia permanecer aceso no tabernáculo diante de Deus (Êxodo 27.20) e agora a luz de Jesus deve brilhar através de sua igreja (Mateus 5.14), pois “os sete candeeiros são as sete igrejas” (Apocalipse 1.20).
                              
b)   PASTORES: Apocalipse 3.1 “Ao anjo da igreja em Sardes escreve: Estas coisas diz aquele que tem os sete Espíritos de Deus e as sete estrelas: Conheço as tuas obras, que tens nome de que vives e estás morto”.
O apóstolo João também viu Jesus glorificado segurando em sua “mão direita sete estrelas” (Apocalipse 1.16) e o significado é que “as sete estrelas são os anjos das sete igrejas” (Apocalipse 1.20). A palavra anjo tem o sentido de mensageiro3 e por isso é usada para representar os pastores das igrejas. João precisava usar este tipo de linguagem figurada para preservar a imagem dos pastores diante da grande perseguição que viviam.

INTERPRETAÇÃO:
A visão dos sete candeeiros e das sete estrelas representando as sete igrejas e os sete pastores, relacionados com a expressão ‘os Sete Espíritos de Deus’ significa que o Espírito Santo vai se manifestar de maneira plena sobre as igrejas e os pastores nos últimos dias trazendo um grande avivamento (Marcos 13.10). O número sete para as igrejas e pastores indica um aperfeiçoamento sobre o povo de Deus e seus líderes que suportarão as perseguições dos últimos dias (Marcos 13.11-13).
O Espírito quer se manifestar sobre as igrejas e os pastores!

2- Como o Espírito vai se manifestar:
Os dois outros textos que citam a expressão ‘sete Espíritos de Deus’ revelam a forma de sua manifestação, além do propósito da manifestação plena do Espírito Santo nos últimos dias:
c)    FOGO: Apocalipse 4.5 “Do trono saem relâmpagos, vozes e trovões, e, diante do trono, ardem sete tochas de fogo, que são os sete Espíritos de Deus”.
O apóstolo João viu diante do trono de Deus, sete tochas de fogo que disse representarem os sete Espíritos de Deus. O trono de Deus representa o lugar de sua justiça (Salmos 45.6). Jesus virá como juiz para julgar e fazer justiça sobre o seu trono (Hebreus 1.8). As tochas de fogo são símbolo do temor a Deus (Gênesis 15.17,18).

d)   PODER: Apocalipse 5.6 “Então, vi, no meio do trono e dos quatro seres viventes e entre os anciãos, de pé, um Cordeiro como tendo sido morto. Ele tinha sete chifres, bem como sete olhos, que são os sete Espíritos de Deus enviados por toda a terra”.
Ainda diante do trono de Deus estava um cordeiro com sete chifres e sete olhos que o apóstolo identifica como sinais dos sete Espíritos de Deus na vida de Jesus. Os chifres são símbolos de poder sempre representados sobre animais que têm grande força (Zacarias 1.21). Quanto mais chifres e maiores, maior seu poder (Daniel 8.6,7). Os olhos indicam a visão completa sobre todas as coisas. Após ser morto, o Cordeiro de Jesus assumiu pleno conhecimento e poder, como Jesus disse: “Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra (Mateus 28.18).

INTERPRETAÇÃO:
Os sete Espíritos de Deus representados por sete tochas diante do trono de Deus, sete olhos e sete chifres no cordeiro, mostram que para receber a plenitude do Espírito Santo é necessário estar diante do trono do Cordeiro. Primeiro é preciso passar pelo fogo “porque o nosso Deus é fogo consumidor” (Hebreus 12.29). Somente através do Cordeiro que sabe todas as coisas [onisciência] e pode todas as coisas [onipotência] é que podemos receber a presença plena do Espírito Santo. Quem não tem Jesus não tem o seu Espírito (I Coríntios 12.3).
O Espírito Santo se manifesta diante do trono do Cordeiro!

Receba a plenitude do Espírito!
-CONCLUSÃO: Isaías 11.2 “Repousará sobre ele o Espírito do SENHOR, o Espírito de sabedoria e de entendimento, o Espírito de conselho e de fortaleza, o Espírito de conhecimento e de temor do SENHOR”
A profecia de Isaías se cumpriu sobre Jesus (Lucas 4.18), pois se referia especificamente ao Messias (Isaías 11.1). Esta mesma intensidade é prometida para os últimos dias quando “acontecerá, depois, que derramarei o meu Espírito sobre toda a carne (Joel 2.8). A plenitude do Espírito Santo irá revestir sua Igreja para capacitar a obra missionária, proporcionando o retorno do Senhor (Marcos 13.10).
A lista deste texto traz sete características do Espírito Santo:
1.    “Espírito do SENHOR” - Senhor é Adonai, dono ou proprietário. Quem tem o Espírito Santo precisa reconhecer o senhorio de Jesus (Lucas 2.11).
2.    “Espírito de sabedoria” – ser sábio é uma capacidade do Espírito Santo para enfrentar as dificuldades nos últimos tempos.
3.    “de entendimento” – os escolhidos não serão enganados pelo inimigo porque terão discernimento de Deus (Marcos 13.22).
4.    “Espírito de conselho” – o Espírito Santo é Consolador para aqueles que precisam de ajuda (João 14.26).
5.    “de fortaleza” – o Espírito Santo dará uma força espiritual para ajudar os servos de Deus a vencer as tribulações (Apocalipse 7.14).
6.    “Espírito de conhecimento” – conhecer a Deus é o propósito do Espírito Santo sobre os crentes.
7.    “de temor do SENHOR” – é preciso temer a Deus em respeito à sua autoridade (Eclesiastes 12.13).
Os sete Espíritos de Deus é a plenitude do Espírito Santo que será derramada sobre os pastores e as igrejas que perseverarem diante das tribulações dos últimos dias. Também sobre todos os crentes fiéis que vivem uma vida diante do trono de Deus e receberam Jesus como Cordeiro de Deus.
Os sete Espíritos de Deus é a plenitude do Espírito Santo. Jesus está voltando e antes precisa preparar sua Igreja revestindo-a com seu Espírito de uma maneira especial e completa.
Seja um cristão espiritual!

______________________________
1 VINE, W.E., Merril F. Unger e William White Jr. Dicionário Vine, tradução Luís Aron de Macedo, Rio de Janeiro: Casa Publicadora das Assembleias de Deus, 2006 – 7ª edição. Páginas 161 e 162.
2 IDEM, página 992.
3 STONG, James. Dicionário Grego do Novo Testamento. Bíblia de Estudo Palavras-Chave: Hebraico. Grego. Tradução de João Ferreira de Almeida. Edição Revista e Corrigida. Rio de Janeiro: CPAD, 2011. Página 2029.
Citações Bíblicas: Bíblia Revista e Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.


Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões.
Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP - Universidade Metodista de São Paulo.
Pós Graduação em Filosofia pela ISEIB - Instituto Superior de Educação Ibituruna.
Licenciatura em Letras pela ISEED - Instituto Educacional Elvira Dayrell.
Extensão em Grego Bíblico pela MACKENZIE - CPAJ.
Siga Google+.

6 comentários:

  1. Adorando o estudo bíblico. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. MUITO ESCLARECEDOR sobre os sete Espíritos de Deus. Onde há luz, a dúvida se esvanece. Glórias ao Todo-poderoso. A M É M

    ResponderExcluir
  3. Muito bom. A melhor explicação sobre o assunto. Parabéns

    ResponderExcluir
  4. Glória a Deus, por nós da a oportunidade de conhecer mais um pouco de Deus.
    Santo. Santo. Santo. Ao Senhor todo poderoso. Amém

    ResponderExcluir
  5. O que é um 'espírito" essa resposta não é dada no texto. A Onipresença de Deus se faz presente na Terra ( não no mundo) pela sua FORÇA ATIVA. É uma força executiva da vontade do próprio Deus. Já a Onisciência de Deus se manifesta pelo Espírito Santo Mestre e Consolador ( E ele vos ensinará tudo o que haveis de fazer). Os SETE ESPÍRITOS são as SETE INTELIGÊNCIAS DE DEUS que não estão na Terra e sim no REINO DE DEUS, diante do seu TRONO.

    ResponderExcluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.
Direitos autorais protegidos:
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Seguidores

Pregações por email

Livro

Livro
E-books do Pr. Welfany Nolasco
Powered by Blogger.