Os Remidos do Apocalipse

-Tema: APOCALIPSE
Apocalipse 7
-Introdução: João viu os remidos, os salvos em dois grupos que se uniam ao redor do Cordeiro. Os judeus eram considerados como o primeiro povo a servir a Deus, mas rejeitaram a Cristo e então outros povos, chamados gentios, se tornaram servos do Senhor (Romanos 15.9-27). Por isso João vê uma parte dos salvos Israel e também uma grande multidão de todas as nações. Aqui se cumprem as promessas de Deus para o povo judeu e também a redenção para toda a humanidade.

Quem são os remidos do Apocalipse?

Vamos descobrir quem são os cento e quarenta e quatro mil selados e a grande multidão que formam os remidos descritos neste texto:

1- Os anjos: Apocalipse 7.1-3

Primeiramente João visualiza anjos executando as ordens de Deus:
a) Quatro anjos: Apocalipse 7.1
Quatro anjos estavam nos quatro cantos da terra, representando os pontos cardeais: norte, sul, leste e oeste (Zacarias 6.5,6). Estes anjos seguravam os ventos para que não soprassem. Isso foi uma demonstração do poder que lhes fora conferido por Deus. A função destes anjos seria aplicar os castigos da ira Divina sobre a desobediência humana. Também estavam dispostos acima de principados e potestades para impedir qualquer ação maligna (Efésios 6.12).
b) Quinto anjo: Apocalipse 7.2,3
Outro anjo surgiu trazendo na mão o “selo do Deus vivo” (v.2). Este selo nos faz lembrar a ferramenta que era aquecida no fogo para demarcar animais ou propriedades. Este quinto anjo clamava com voz forte para os outros anjos para que não fizessem nada antes que os escolhidos fossem marcados.


ASSISTA:
O que era o selo? O selo na Bíblia representa uma marca de propriedade¹. Este selo foi uma marca da presença de Deus. Seu sentido é espiritual e não físico. Como o livro visto por João também foi selado podemos entender que o selo possa ser a mensagem da Palavra de Deus (Apocalipse 5.1-5), mas os selados também são chamados de “selados com o Santo Espírito” (Efésios 1.13 e 4.30), mostrando que o selo será o poder do Espírito santo na vida destes escolhidos.
O profeta Ezequiel também recebeu ordem de marcar a cabeça de pessoas escolhidas por Deus (Ezequiel 9.4). O selo na fronte será uma preparação antecipada contra a marca da besta que irá marcar as pessoas com o seu número (Apocalipse 13.16,17) e os protegerá de todo mal (Apocalipse 9.4).

Saiba mais sobre o selo através do estudo O Selo de Deus.

2- Os 144 mil selados: Apocalipse 7.4-8

João lista as doze tribos de Israel e conta o número de doze mil selados em cada tribo somando o número de cento e quarenta e quatro mil pessoas.
Quem são os 144 mil selados?
Este número pode ser entendido de duas formas:
a) Literal: devido à riqueza de detalhes do texto citando números e nomes. Sendo assim seriam realmente 144 mil pessoas da nação de Israel dividida em doze tribos. Mas onde estão as doze tribos de Israel? As doze tribos se originaram dos filhos de Jacó que posteriormente passou a ser chamado Israel. Estas famílias se organizaram e formaram tribos que com a conquista da terra de Canaã se estabeleceram semelhante a estados da nação. Contudo as doze tribos não existem mais nem de forma geográfica ou étnica2. Na diáspora os judeus se espalharam por todo o mundo e mesmo com a tentativa de preservar sua raça e religião, seu povo se misturou às outras nações3. Na própria Bíblia existem listagens diversificadas das tribos em momentos diferentes dificultando a separação das mesmas (Gênesis 46.8-27; 49.3-27; Números 26.4-51; Ezequiel 48.1-8; Apocalipse 7.4-8). Estes argumentos nos levam à segunda hipótese.
b) Simbólica: por causa do significado das expressões utilizadas. Percebemos no texto uma insistência sobre o número doze. O numeral cento e quarenta e quatro um múltiplo de doze dúzias de mil, formando um resultado perfeito. O número doze aparece 10 vezes no Apocalipse mostrando as doze tribos de Israel (21.12), os doze mil de cada tribo (7.5-8), as doze estrelas (12.1), as doze portas de Jerusalém (21.12 e 21), doze anjos (21.12), e doze fundamentos da muralha (21.14) com os nomes dos apóstolos (21.14), medindo também a cidade doze mil estádios (21.16), tendo doze pérolas como portas (21.21). Também havia os doze frutos da árvore da vida (22.2). O número 12 na Bíblia simboliza a organização do governo de Deus sobre seu povo, por isso Israel se organizava em doze tribos e Jesus iniciou seu ministério com 12 apóstolos (Mateus 10.1).

Como são os 144 mil selados? Apocalipse 14.2-5
Algumas características dos cento e quarenta e quatro mil selados:
a) são judeus, originários do povo de Israel (Apocalipse 7.4-8). Estes representam os judeus que se converterão ao verdadeiro Messias nos últimos dias.
b) estão cantando diante do trono do Cordeiro (Apocalipse 14.3).
c) vida santificada, como sacerdotes consagrados na sua vida moral “porque são castos” (Apocalipse 14.4) e espiritual (Apocalipse 14.5).

Podemos concluir que os 144 mil selados representam os redimidos de Israel ou a redenção do povo judeu em todo o mundo. O doze é um numeral representativo com significado de totalidade ou abrangência para o governo Divino. Muitos estudiosos interpretam que a Igreja é o verdadeiro “Israel de Deus” (Gálatas 6.16) e por isso não há como fazer “distinção entre judeu e grego” (Romanos 10.12) e “porque não há distinção, pois todos pecaram e carecem da glória de Deus” (Romanos 3.22b e 23). Mesmo assim é possível entender como um propósito de Deus para o povo de Israel em fazer uma Nova Aliança (Romanos 11.25,56).

3- A grande multidão: Apocalipse 7.9-12

Em seguida a cena visualizada pelo Apóstolo João é de uma enorme multidão de pessoas, tão grande que seria incontável.
a) Quem são as pessoas na grande multidão? Apocalipse 7.9-12
- Salvos “de todas as nações, tribos, povos e línguas” (v.9), ou seja, os salvos por Cristo de todas as épocas e lugares. O propósito de Deus é salvar toda humanidade, por isso Jesus amou e morreu pelo mundo (João 3.16) e depois enviou seus discípulos para pregar a “toda criatura” (Marcos 16.15).
- Vestes brancas, que representa a santidade (Eclesiastes 9.8), por isso estas pessoas estão diante de Deus (Hebreus 12.14).
- Palmas nas mãos, como símbolo de vitória (Neemias 8.16), semelhante ao momento em que a multidão recebeu Jesus entrando em Jerusalém (Mateus 21.8,9). Estes salvos são os vencedores que alcançaram a vida eterna.
De onde vêm e para onde vai a grande multidão? Apocalipse 7.13-17
A grande multidão dos salvos de todos os povos são pessoas que “vêm da grande tribulação” (v.14), e vão para a presença do Cordeiro que “os apascentará e os guiará para as fontes da água da vida” (v.17). Sua função agora é louvar a Deus o tempo todo diante do seu trono (v.16), recebendo a proteção do Senhor (v.15).
Todas as nações serão alcançadas pelo Cordeiro, formando uma grande multidão de pessoas. Esta é a Igreja do Senhor formada por todos os salvos de todos os tempos.

Jesus virá buscar o seu povo!

-CONCLUSÃO:
O plano de Deus é salvar todas as nações, tanto Israel com os gentios, porque “será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então, virá o fim (Mateus 24.14). As duas alianças, da Lei e da Graça são e melhor explicação para este texto. Ao vero os judeus selados, João percebe que Deus também salvará o povo de Israel. Já na grandiosa multidão é mostrado que o número de redimidos de todas as raças e povos é infinitamente maior por causa da Graça de Deus.

Você é um entre os remidos!

______________________________
Citações Bíblicas: Bíblia Revista e Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.

¹ VINE, W.E., Merril F. Unger e William White Jr. Dicionário Vine, tradução Luís Aron de Macedo, Rio de Janeiro: Casa Publicadora das Assembleias de Deus, 2006 – 7ª edição. Páginas 979 e 980.
2 http://guiadoestudante.abril.com.br/aventuras-historia/diaspora-descubra-como-judeus-se-espalharam-pelo-mundo-743351.shtml
3 https://pt.wikipedia.org/wiki/Tribos_de_Israel


E-book: Manual Simbólico do Apocalipse 

Quem disse que o Apocalipse é um livro que anuncia coisas ruins? Com certeza quem divulga que o Apocalipse é um livro de más notícias são pessoas que não conhecem a Boa Nova do Evangelho.
O Apocalipse faz parte desta Boa Notícia para aqueles que serão salvos, mas para quem não será salvo realmente é uma má notícia. O evangelho é uma boa notícia de que todos podem ser salvos e felizes em Cristo Jesus.
Adquira o eBook:

Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões.
Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP - Universidade Metodista de São Paulo.
Pós Graduação em Filosofia pela ISEIB - Instituto Superior de Educação Ibituruna.
Licenciatura em Letras pela ISEED - Instituto Educacional Elvira Dayrell.
Extensão em Grego Bíblico pela MACKENZIE - CPAJ.
Siga Google+.

0 COMENTE!:

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.
Direitos autorais protegidos:
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Seguidores

Pregações por email

Livro

Livro
E-books do Pr. Welfany Nolasco
Powered by Blogger.