A mais terrível Profecia das Escrituras - Pregações e Estudos Bíblicos

A mais terrível Profecia das Escrituras

Tema: APOCALIPSE  


II Timóteo 3.1-7

Introdução: A mais severa de todas as profecias não é sobre o fim do mundo, as catástrofes naturais, guerras, terremotos, epidemias, a Grande Tribulação ou qualquer outra. A pior de todas as profecias é com respeito ao ser humano, como Jesus disse que “por se multiplicar a iniquidade, o amor se esfriará de quase todos” (Mateus 24.12). Esta é a mais terrível de todas as verdades dos últimos tempos. Mas ainda bem que não serão todos, então há esperança. Os zumbis, pessoas mortas vivas, retratadas pelo cinema revelam o que está acontecendo com a humanidade: a desumanização e autodestruição do ser humano.

O apóstolo Paulo escrevendo ao jovem discípulo Timóteo, faz uma lista de coisas que aconteceriam nos tempos finais. Mas a capacidade humana de fazer o mal, desde o início do pecado, assustou o próprio Deus (Gênesis 6.5,6), pois “Deus fez o ser humano reto, mas ele se meteu em muitos problemas” (Eclesiastes 7.29). Vários profetas alertaram sobre a ausência de bondade no mundo, em que o mal tem prevalecido (Oseias 4.1,2). Isso nos faz temer diante do que está por vir.


Até onde chega a maldade humana?

Vamos refletir sobre a maldade humana à luz da lista de II Timóteo 3.1-7 e aprender o que precisamos saber e o que fazer:

 

1- O que precisamos saber - PECADO

II Timóteo 3.1-4 “Mas você precisa saber disto: nos últimos dias sobrevirão tempos difíceis. Pois os seres humanos serão egoístas, avarentos, orgulhosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, ímpios, sem afeição natural, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, convencidos, mais amigos dos prazeres do que amigos de Deus”

A primeira coisa que precisamos é saber que somos falhos, reconhecendo o pecado. Não podemos nos excluir disto, porque somos pecadores (Romanos 3.23) e “se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos enganamos, e a verdade não está em nós” (I João 1.8), que seria como chamar Deus de mentiroso (I João 1.10). A solução é confessar o nosso pecado e reconhecer que fazemos parte de uma geração impura (Isaías 6.5).

Pare e pense sobre a lista escrita por Paulo a Timóteo:

         - Isto já está acontecendo no mundo?

- Você reconhece algum destes pecados?

Ninguém está ‘vacinado’ e livre destes erros. Infelizmente, muitas vezes participamos de coisas que não agradam a Deus. Negar isso é inútil. Precisamos reconhecer os pecados de nossa geração diante de Deus em oração (Daniel 9.8-16), confessar e deixar nossos erros (Provérbios 28.13), então depois de perdoados “vá e não peques mais” (João 8.11). Saber que existe o mal nos faz ser maduros. Um bom pai alerta os filhos sobre perigos e os ensina.

Reconheça seus pecados diante de Deus!

 

2- O que precisamos fazer - EVITAR

II Timóteo 3.5-7 “tendo forma de piedade, mas negando o poder dela. Fique longe também destes. Pois entre estes se encontram os que se infiltram nas casas e conseguem cativar mulheres tolas, sobrecarregadas de pecados, que são levadas por todo tipo de desejos, que estão sempre aprendendo e nunca conseguem chegar ao conhecimento da verdade.

O conselho de Paulo a Timóteo é fugir do meio destas coisas que desagradam a Deus, mesmo tendo aparência de espiritualidade, mas sem o poder de Deus, pessoas que querem saber tudo, mas não conseguem aprender. O orgulho impede muitas pessoas de enxergar seus próprios erros. Por isso Paulo recomenda evitar este tipo de coisa.

Reflita sobre o que você tem feito:

         - Você procura conversas erradas ou foge delas?

         - Você sente que pessoas erradas estão ao seu redor?

Provavelmente, quando estamos cercados do mal, seja em pensamentos, palavras ou ações, algo está errado e podemos estar sendo influenciados. Alguma brecha precisa ser fechada. Por exemplo: se tem muita fofoca ao seu redor, pode ser porque você está dando ouvidos, pois do contrário nem faria efeito. Muitas vezes o inimigo usa alguém para nos fazer o mal e então quando reagimos mal, significa que ressentimos (I Coríntios 13.5), ou recebemos o mal que nos foi feito e o reproduzimos, então nos tornamos igualmente maus (Romanos 12.21). Por isso devemos evitar toda forma de mal (I Tessalonicenses 5.21,22).

Seja diferente! Fuja do pecado!

 

Jesus é o bem que você precisa!

CONCLUSÃO

I Timóteo 4.1,2 “Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios, pela hipocrisia dos que falam mentiras e que têm a consciência cauterizada.”

É impressionante a atualidade deste texto. Jesus alertou sobre o surgimento de falsos profetas (Mateus 24.12). Isso tem acontecido nos últimos tempos de forma cada vez mais crescente dia após dia (Judas 1.17-19).

II Timóteo 4.3,4 “Pois, virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, se rodearão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos. Eles se recusarão a dar ouvidos à verdade, entregando-se às fábulas”

Os efeitos disso tudo são sentidos de forma interna na igreja através da confusão no mundo religioso (II Pedro 2.1-3) e de forma externa no mundo através da inversão de valores na sociedade (II Pedro 3.3,4), mas que de alguma forma também atinge o povo de Deus. Infelizmente, mesmo diante do juízo e da ira de Deus, muitas pessoas não irão se arrepender (Apocalipse 16.9 e 11).

Faça sua própria lista de coisas que gostaria de tirar de sua vida, por não desagradarem a Deus e comece um propósito de oração e consagração orando como Jesus ensinou: “não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal” (Mateus 6.13).

Arrependimento é a solução!

______________________________

Citações Bíblicas: Bíblia Revista e Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.

 

#pregação #EstudoBíblico

Siga-nos nas redes sociais:








Oferte abençoando este ministério:

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Agência 4386 - Operação 001 - Conta 22027-1

BANCO DO BRASIL
Agência 5890-4 - Conta Corrente 1415-x
Tecnologia do Blogger.