Desvendando o Coração

-Tema: CONVERSÃO
II Crônicas 32.24-31
- Introdução: Como conhecer o próprio coração? A Palavra de Deus diz que Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso: quem o conhecerá?” (Jeremias 17.9). Por isso muitas vezes não conhecemos a nós mesmos. No reino espiritual não existem amistosos porque o jogo é real e não tem simulado porque as provas são testes fatais. Deus nos permite ser provados para ser aprovados (Tiago 1.2,3).
Deus esquadrinha os nossos corações para descobrir cada parte de nosso ser (Jeremias 17.10). Isso acontece porque “a carne e o sangue não podem herdar o Reino de Deus” (I Coríntios 15.50), então precisamos aprender a lutar espiritualmente (Efésios 6.12). Se numa prova o cristão age carnalmente não é aprovado por Deus. Mas se não luta contra os homens então recebe aprovação do Senhor (I Tessalonicenses 2.4).
O rei Ezequias precisou passar por provas que serviram para conhecer o seu coração e revelar seus sentimentos (v.25 e 31). Ezequias foi reprovado nos primeiros testes, mas depois que conheceu o seu coração, então se concertou e recebeu a bênção do Senhor.

Você conhece o seu coração?

Veja como Deus nos ajuda a conhecer o nosso próprio coração:

1- Através da ORAÇÃO: v.24 “orou ao Senhor”.

A primeira atitude de Ezequias foi se virar para parede e chorar orando ao Senhor. Naquele momento o Espírito Santo traduziu seu gemido em oração (Romanos 8.26). Ezequias buscou ao Senhor de todo o seu coração (Jeremias 29.13), deixando de colocar o seu coração em suas riquezas e seu poder e voltando-se para Deus.
Quando oramos devemos pedir perdão pelos pecados confessando ao Senhor (I João 1.7-9). Ao sentimos o coração acusar de qualquer erro, significa que precisamos arrepender-nos (I João 3.20,21). Então é o momento de trancar a porta do quarto e orar a Deus em secreto (Mateus 6.6) abrindo o coração diante do Pai. Na oração não devemos apenas pedir o que precisamos. Devemos louvar ao Senhor declarando nosso amor de “todo o coração” (Marcos 12.30).
Em várias orações dos Salmos vemos Davi desabafando sua ira e todo sentimento do coração diante de Deus (Salmo 63.8-11). O momento da oração deve ser um tempo de compenetração de forma que possa refletir e sentir o que está acontecendo dentro do coração. Em seguida tudo isso é exposto diante do Senhor em oração.
Como você tem orado?
Abra seu coração diante do Senhor!

2- Pela PALAVRA: v.24c “lhe falou”.

Tudo o que Ezequias precisava era de uma Palavra de Deus para sua vida. A primeira palavra de Deus através de Isaías foi de que Ezequias morreria (Isaías 38.1), depois da oração, Deus mandou o profeta voltar e levar uma nova mensagem para o rei (Isaías 38.5). O Senhor deu um sinal de que o relógio voltaria dez graus e Ezequias creu que teria mais tempo de vida (II Reis 20.1-11). Sua vida a partir de então seria baseada nesta Palavra de Deus para sua vida.
A Palavra de Deus penetra ao profundo do coração porque “é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração” (Hebreus 4.12). Quando lemos as Escrituras o Espírito Santo nos revela a vontade de Deus para nossas vidas (João 5.39) e nos mostra o que precisamos mudar, por isso devemos levar a Palavra dentro do coração (Salmo 119.11). Se você não consegue ver sua vida quando lê a Bíblia (Salmo 40.6), peça ao Espírito Santo que revele e inspire você te lembrando das palavras de Jesus (João 14.26).
A Bíblia conta a história da humanidade e mostra os pecados dos homens. Através dos exemplos bíblicos podemos ver situações de nossas vidas. Quando Deus fala conosco, o Verbo que se fez carne (João 1.14) age dentro de nosso ser profundamente com o poder de sua Palavra. Não importa o que os outros digam e sim o que o Senhor diz para sua vida.
Você tem buscado a Palavra de Deus?
Deus quer falar com você!

3- Se HUMILHANDO: v.26 “se humilhou”.

Quando Ezequias se exaltou foi humilhado (v.25) e quando se humilhou diante de Deus, foi exaltado porquanto, qualquer que a si mesmo se exaltar será humilhado, e aquele que a si mesmo se humilhar será exaltado” (Lucas 14.11). Tudo o que aconteceu com Ezequias serviu para revelar a vaidade de seu coração, mas com sua mudança e humilhação Deus lhe deu graça (I Pedro 5.5).
A humilhação serve para revelar nosso coração (Tiago 4.10). Existem pessoas que ficam revoltadas contra Deus quando passam por lutas. Outros só se voltam para o Senhor quando estão passando por provações e clamam pelo socorro de Deus. Também há cristãos que na hora da prova revelam as obras da carne dentro de seu coração reagindo com ira, vingança, ciúmes e dissenções (Gálatas 5.19,20).
Por exemplo, Jó quando foi provado revelou um coração de adorador (Jó 1.20). Naamã achou que seria humilhação se banhar no Jordão, mas foi curado quando obedeceu (II Reis 5.10-14). Nabucodonosor precisou ser humilhado pastando sete anos como um animal para então reconhecer a Deus (Daniel 4.25-35).
Se você está sendo humilhado, coloque-se debaixo da poderosa mão de Deus que Ele te exaltará no tempo certo (Tiago 4.6). Muitas vezes precisamos passar primeiro por um tempo de humilhação para que depois de mostrar fidelidade no pouco receber o muito do Senhor (Mateus 25.21).
Como uma ferida que é exprimida e solta excrementos, assim também o coração machucado revela a podridão das mazelas e sentimentos maus. Entretanto, assim como a ferida inchada precisa ser limpa para curar, Deus quer sarar o coração e precisa apertar para purificar. Jesus nos prometeu enxugar as lágrimas (Apocalipse 7.17) e o Consolador nos fortalece na hora da angústia (João 14.16).
Como você reage quando humilhado?
Seu coração é exposto na provação!

4- Quando PROSPERAMOS: v.27-30

O primeiro problema de Ezequias foi sua prosperidade na qual se apoiou confiando em si mesmo. Depois que se rendeu diante do Senhor, continuou sendo abençoado por Deus em tudo o que fazia.
As vaidades, orgulho e outras obras da carne (Gálatas 5.19,20) são revelados quando prosperamos “porque, onde estiver o vosso tesouro, ali estará, também, o vosso coração” (Lucas 12.34). Muitas pessoas não estão preparadas para ser abençoadas porque quando crescem costumam ficar ensoberbecidos.
Jesus disse na parábola dos Dez Talentos, precisamos aprender a usar e multiplicar o que Deus nos deu e com humildade dedicar tudo ao Senhor (Mateus 25.13-28). Jesus disse que não aceita a glória dos homens (João 5.41) e Deus não divide a sua glória com ninguém (Isaías 48.11), então precisamos aprender a receber tudo para a glória de Deus (I Coríntios 10.31).
O poder, a fama e a riqueza são verdadeiras armadilhas para o ser humano. Comumente as pessoas mudam depois que se tornam poderosas, ricas ou famosas, pois “o homem é provado pelos louvores que recebe” (Provérbios 27.21). Isso revela o que há em seu coração. Se mudar o comportamento, deixar amigos, família e principalmente parar de servir a Deus é porque já tinham isso em seu coração.
Quantas pessoas você já viu parar de buscar a Deus depois que recebem a bênção? Com certeza várias vezes. Isso porque quando prosperam se esquecem do Senhor. Deixam de vigiar quando estão em tempo de paz. Devemos fazer como Jó que glorificou a Deus tanto na sua miséria como na prosperidade se preocupando também com seus amigos (Jó 42.10).
Você fica cheio de si quando prospera?
Glorifique a Deus em tudo na sua vida!

Conheça o seu coração!

-CONCLUSÃO:
Ezequias orou ao Senhor e se humilhou diante de Deus, por isso teve uma oportunidade nova para sua vida (Isaías 38.1-8). Seu coração foi totalmente revelado diante do Senhor (Salmo 139.23,24).
O povo de Deus também foi provado na caminhada do deserto para revelar o seu coração e mostrar se estavam preparados para entrar na terra prometida (Deuteronômio 8.2). Todos os dias também passamos por estas provas que têm objetivo de nos testar e fortalecer, preparando nossas vidas para uma vida abençoada pelo Senhor.
Primeiro devemos buscar abrir nosso coração diante de Deus em oração, então ao ler a Palavra passamos a conhecer mais da vontade de Deus. Quando somos humilhados também revelamos o que está dentro de nós e na prosperidade mostramos o que sentimos. 

Examine a si mesmo e veja como está o seu coração!

Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões.
Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP - Universidade Metodista de São Paulo.
Pós Graduação em Filosofia pela ISEIB - Instituto Superior de Educação Ibituruna.
Licenciatura em Letras pela ISEED - Instituto Educacional Elvira Dayrell.
Extensão em Grego Bíblico pela MACKENZIE - CPAJ.
Siga Google+.

2 comentários:

  1. Meu nome é wania e Fiquei maravilhada com esta mensagem,parabens que Deus continue te abencoando e lhe usando para honra e gloria dele.

    ResponderExcluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.
Direitos autorais protegidos:
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Seguidores

Pregações por email

Livro

Livro
E-books do Pr. Welfany Nolasco
Powered by Blogger.