A Igreja que eu quero ser

-Tema: IGREJA
Gálatas 1 e 2
-Introdução: A carta aos Gálatas é um texto doutrinário para a igreja. Contudo o apóstolo Paulo introduz com uma autobiografia. Enquanto conta seu testemunho, doutrina a comunidade. Sua preocupação ao moldar aquela igreja era ser um modelo para os cristãos. Dizia como deviam ser igreja, mas também mostrava o exemplo de ser cristão.
A Igreja é você. Somos nós. Sou eu. Não adianta apontar os defeitos da igreja e esquecer que fazemos parte deles. Como uma canoa furada, que se afundar, todos vão naufragar. Devemos trabalhar juntos para tapar as brechas e salvar nossas vidas.

Como você tem sido igreja?

Podemos refletir alguns aspectos sobre ser Igreja:

1- Uma Igreja DE DEUS e não de homens: Gálatas 1.1 e 10-12

Paulo inicia a carta aos Gálatas deixando bem claro que seu ministério não é “da parte de homem algum, mas por Jesus Cristo e por Deus” (Gálatas 1.1), também esclarece que não almejava favor de homens (v.10), não pregava o evangelho segundo a opinião dos homens (v.11), visto que aprendeu diretamente da revelação da pessoa de Jesus Cristo (v.12).
A Igreja Cristã precisa ser mais de Cristo do que dos homens. Muitas igrejas infelizmente estão vivendo um evangelho antropocêntrico, onde o homem é o centro, através da figura ilustre de um líder, cantor ou pregador famoso. O resultado disso são crentes fracos e carnais que não resistem ao primeiro obstáculo. O verdadeiro evangelho é cristocêntrico, pois tudo gera em torno da pessoa de Cristo.
Seja uma igreja de Deus e não carnal!      

2- Uma Igreja VERDADEIRA: Gálatas 1.20

Paulo é direto e claro em suas palavras (v.6,7). Certa vez confrontou a Pedro por sua dubiedade (Gálatas 2.11-15). Por isso o apóstolo Paulo insiste em mostrar sua tese baseada na verdade (v.20).
A igreja é formada por pessoas falhas e incoerentes, mas precisa ser um lugar onde se fala a verdade com amor (Efésios 4.15). A sinceridade deve ser uma característica do cristão que tem o compromisso de falar sim ou não e “o que passar disso vem do maligno” (Mateus 5.37), mas também devemos ser educados com nosso próximo sem a intenção de ofender. A igreja deve ser um lugar onde todos se olham nos olhos sem medo de esconder o que pensam ou ferir seu irmão.
Seja uma igreja verdadeira!

3- Uma Igreja de CONVERTIDOS: Gálatas 1.15 e 23

Paulo dá seu testemunho de conversão, de como sua vida foi transformada pelo evangelho. Declara que foi chamado pela graça de Deus (v.15) e que se tornou um novo homem (v.23).
Um terrível problema para as igrejas é acumular adeptos que não se converteram genuinamente. Qualquer atrativo como música, o conforto de um belo templo ou até mesmo boas programações não são o suficiente para a transformação do ser humano. Somente o evangelho pode mudar a vida de uma pessoa (II Coríntios 5.17). Se a pessoa não for realmente convertida será como a semente que cai à beira do caminho, entre espinhos ou em pedras (Marcos 4.1-20), sem contar nos problemas que pode gerar por não ter a mente de Cristo (I Coríntios 2.16).
Seja uma igreja convertida!

4- Uma Igreja INSPIRADA: Gálatas 2.2

Paulo diz que sua vida é dirigida pelo Espírito Santo de Deus que lhe mostrava para onde ir (Atos 16.6,7). Todo argumento de Paulo não provinha de filosofias humanas, mas da revelação de Deus (Colossenses 2.8).
O ministério do Espírito Santo é de nos ensinar a vontade de Deus (João 14.26). Uma Igreja espiritual busca a inspiração Divina para tudo o que faz. Antes de tomar suas decisões a igreja precisa buscar ao Espírito Santo que a ilumine para cumprir a vontade de Deus (Atos 15.28). A pregação da Palavra deve ser inspirada (II Timóteo 3.16) assim como foi inspirada sua escrita (I Pedro 1.20,20).
Seja uma igreja inspirada!

5- Uma Igreja CUIDADORA: Gálatas 2.3-6

Percebe-se que o apóstolo nunca está sozinho, pois há uma preocupação em cuidar um do outro (Gálatas 6.1-5). Paulo se preocupa com más influências no meio do povo de Deus e por isso procura defender o evangelho porque havia falsos irmãos (v.4), mas Paulo não perdia tempo com eles (v.5). Também havia quem mostrasse ser algo que na verdade não era (v.6). Para Paulo a Igreja deveria cuidar e proteger suas ovelhas de qualquer engano.
A Igreja precisa ser mais protetora e acolhedora de seus membros. Para isso é necessário haver uma grande unidade onde todos se cuidam e se protegem sem haver acusações nem cobranças, mas mútua aceitação. Ao mesmo tempo, a exemplo de Paulo, precisamos ser firmes quanto aos erros e ensinar a verdade. Todo bom pastor tem a vara e o cajado que consolam (Salmo 23.4).
Seja uma igreja cuidadora!

6- Uma Igreja MISSIONÁRIA: Gálatas 2.7-10
O público alvo da igreja de Jerusalém inicialmente eram apenas os judeus, mas com a conversão de Paulo a Igreja se voltou para outros povos seguindo seu chamado missionário desde o pentecostes. Deste modo Paulo declara que enquanto Pedro pregava para os judeus ele pregaria para os povos gentios (v.7,8). Esta diferenciação não poderia ser uma barreira entre eles, mas uma parceria missionária (v.9). Também não deviam se esquecer dos pobres e mais necessitados, o que fez deles uma igreja solidária (v.10).
A Igreja precisa ser mais inclusiva e missionária. Devemos ir ao encontro de vidas carentes do evangelho e de demonstrações de amor. A igreja missionária envolve todos os seus membros em trabalhos que visem alcançar vidas para Deus rompendo todas as barreiras de culturas, tradições ou diferenças sociais.
Seja uma Igreja Missionária!

7- Uma Igreja cheia de FÉ: Gálatas 2.20-21

A vida do apóstolo Paulo foi transformada em seu encontro com Jesus Cristo. A partir daquele momento passou de perseguidor a perseguido. Desde então passou a viver pela fé e não por si mesmo.
A Igreja precisa ser mais espiritual, mais centrada na cruz, gratuita e um lugar onde se prega e vive a fé. Nossa maior necessidade é aprender a vivenciar esta fé que pregamos. Devemos experimentar os milagres e o poder que provém da fé em nossas vidas. Por isso a atmosfera, o ambiente e tudo o mais na igreja deve ser cheio de fé. Cada desafio que enfrentamos serve para anular o nosso eu e nos fazer viver através da fé em Cristo.
Seja uma Igreja cheia de fé!

Seja você uma Igreja!

-CONCLUSÃO:

Assim como Paulo devemos saber que nós somos a Igreja. Sendo assim, devemos aprender a respeitar nossos irmãos e nossa liderança sem ficar cobrando deles. Se cada um fizer sua parte e souber que ele é a igreja, então muita coisa mudará na vida do povo de Deus.
Quando cada um se torna a igreja de Cristo, esta igreja será de Deus e não de homens, também será uma igreja verdadeira, de pessoas realmente convertidas, uma igreja inspirada pelo Espírito Santo, que cuida de suas ovelhas, faz a obra missionária e vive cheia de fé.
Você é a Igreja!

______________________________
Citações Bíblicas: Bíblia Revista e Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.

Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões.
Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP - Universidade Metodista de São Paulo.
Pós Graduação em Filosofia pela ISEIB - Instituto Superior de Educação Ibituruna.
Licenciatura em Letras pela ISEED - Instituto Educacional Elvira Dayrell.
Extensão em Grego Bíblico pela MACKENZIE - CPAJ.
Siga Google+.

5 comentários:

  1. Gostaria de saber se é correto por exemplo eu ler um sermão aqui ou ouvir uma pregação e usa-la em um sermão. Pois as vezes acho que fazer isso não me trará "mérito" visto que não foi uma palavra revelada para mim, mas sim para outra pessoa. Eu ouço coisas interessantes e as vezes as menciono nas minhas oportunidades... posso fazer isso ou eu devo orar e ler a palavra sozinho para elaborar uma mensagem? sem influência externa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu irmão, penso que os únicos méritos que teremos como pregadores serão as almas que ganharmos para Jesus. Deus pode revelar algo a mim e eu escrever e você pode receber a revelação escrita e transmitir falando para seu público. Com isso eu também estarei sendo abençoado com as vidas que serão alcançadas. No corpo de Cristo os membros têm diferentes funções: eu posso ter o dom de escrever e você o de falar. De qualquer forma tudo o que ministramos foi porque aprendemos com alguém. Se não fosse assim não poderíamos fazer estudos com revistas de Escola Dominical. Leia, pesquise, estude e prepare o sermão. Deus te usará de uma forma nova mesmo que se inspirar em um esboço escrito por outro irmão.

      Excluir
  2. Luciana oliveira Amei este estudo e Mem sentir mais forte e firme com jesus

    ResponderExcluir
  3. Muito bom este ministério querido do Senhor,e inspirador para ser aplicado de várias maneiras no ministério dá palavra, Deus seja contigo.a paz

    ResponderExcluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.
Direitos autorais protegidos:
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Seguidores

Pregações por email

Livro

Livro
E-books do Pr. Welfany Nolasco
Powered by Blogger.