Os falsos obreiros

-Tema: SEITAS
Judas 1.12,13
-Introdução: O apóstolo Judas, irmão de Jesus e de Tiago (Mateus 13.55 e Marcos 6.3) alerta ao povo de Deus quanto ao surgimento de falsos pregadores nos últimos dias e nos dá as características destes falsos pregadores. Em vários momentos nesta breve carta, o apóstolo Judas exorta à vigilância quanto a falsos obreiros.
Jesus mesmo advertiu que nos últimos tempos surgiriam falsos profetas e até mesmo falsos cristos (Mateus 24.7 e 24). Então este tema se torna indispensável nos dias atuais.

Como reconhecer falsos pregadores?

Vamos analisar as expressões no texto para entender o propósito da mensagem de Judas:


1- PASSADO OCULTO:

v.12ª “Estes homens são como rochas submersas”.
A primeira característica dos falsos obreiros é comparada a rochas que ficam em baixo da água e podem causar um acidente com uma pessoa ou até mesmo naufragar uma embarcação.
Isto representa o passado oculto de muitos pregadores, que surgem sem dizer de onde vieram ou se desligam de suas igrejas de origem iniciando novos ministérios sem ter uma ligação histórica de obediência como cobertura espiritual.
Estes falsos obreiros chegam sorrateiramente, “pois certos indivíduos se introduziram com dissimulação, os quais, desde muito, foram antecipadamente pronunciados para esta condenação, homens ímpios, que transformam em libertinagem a graça de nosso Deus e negam o nosso único Soberano e Senhor, Jesus Cristo” (Judas 1.4).
Quando for receber um pregador ou obreiro em sua igreja procure saber de onde veio, quem é seu pastor e qual sua igreja, bem como se tem autorização para ministrar pedindo a bênção de seus superiores.
Falsos obreiros ocultam seu passado!

2- FESTEIROS:

v.12b “em vossas festas de fraternidade, banqueteando-se juntos sem qualquer recato”.
A segunda característica dos falsos obreiros é que são muito interessados em festividades e momentos em que possam aparecer de alguma forma.
Verdadeiros obreiros são aqueles que fazem o serviço que ninguém vê: visitam hospitais e cadeias, evangelizam pessoalmente e discipulam vidas, sempre presentes nas pequenas reuniões de oração, não faltam os compromissos, estão sempre prontos para servir e fazer tarefas simples na obra de Deus. Mas os falsos obreiros querem destaque e oportunidade quando a igreja está cheia.
Por isso Judas ainda adverte que “estes, da mesma sorte, quais sonhadores alucinados, não só contaminam a carne, como também rejeitam governo e difamam autoridades superiores” (Judas 1.8). A Igreja não é feita só de momentos de festas e sim da rotina de trabalhos no dia a Dia.
Falsos obreiro só querem aparecer!

3- INTERESSEIROS:

v.12c “pastores que a si mesmos se apascentam”.
Outra característica dos falsos obreiros é que são interesseiros, procuram saber o que vão ganhar antes de fazer qualquer coisa. Muitos pregadores hoje só pregam ou cantam se for para um auditório grande, recebendo oferta com valor estipulado e exigem muitas coisas antes de ir fazer a obra e “são aduladores dos outros, por motivos interesseiros” (Judas 1.16).
Precisamos estar atentos porque grandes homens e mulheres de Deus se levantam após lutar com humildade (Lucas 23.12). Mas os falsos obreiros procuram seus interesses e “são estes os que promovem divisões, sensuais, que não têm o Espírito” (Judas 1.19).
Se algum obreiro ou pregador começar a fazer exigências, perceba que este não é um “servo fiel e prudente” que Jesus procura para servir aos pequeninos (Mateus 24.45).
Falsos obreiros são interesseiros!

4- INCONSTANTES:

v.12d “nuvens sem água impelidas pelos ventos”.
A quarta característica de falsos obreiros é sua inconstância. Muitos pregadores não conseguem firmar um propósito e nem mesmo suportam ficar muito tempo em uma mesma igreja.
Precisamos estar atentos a isso porque “no último tempo, haverá escarnecedores, andando segundo as suas ímpias paixões” (Judas 1.18) e por isso não conseguem ser perseverantes.
A perseverança é um fruto do Espírito Santo que nos faz ser fiéis, mansos, pacientes e com domínio próprio (Gálatas 5.22,23), qualidades estas que devem ser cultivadas em todo líder (Isaías 26.3).
O problema da inconstância pode ser tanto devido à falta de um propósito como também uma falha de caráter do obreiro que assume compromissos e não consegue persistir. Muitos se acomodam e fazem a obra só quando sentem vontade, o que é muito negativo. Por outro lado, se um falso obreiro aparecer, basta esperar e ver se terá persistência ou não (Atos 5.38,39).
Falsos obreiros são inconstantes!

5- INFRUTÍFEROS:

v.12e “árvores em plena estação dos frutos, destes desprovidas, duplamente mortas, desarraigadas”.
A quinta característica dos falsos obreiros é que são infrutíferos, ou seja, não dão frutos espirituais e seu trabalho não alcança o resultado devido aos erros já citados.
Os frutos vêm com o tempo (Mateus 7.16-20). É preciso esperar e confiar que na hora certa o resultado vem. Por isso, um bom obreiro tem paciência e perseverança semelhante a um agricultor (Tiago 5.7).
Os frutos de um obreiro devem ser primeiramente de vidas para Deus e também de um caráter moldado segundo a Palavra, tendo Jesus como modelo.
Se você conhece um obreiro deve procurar saber os seus frutos de ministério e de vida cristã.
Falsos obreiros não produzem frutos!

6- SENSACIONALISTAS:

v.13ª “ondas bravias do mar, que espumam as suas próprias sujidades”.
A sexta característica dos falsos obreiros é que sempre aumentam as coisas para mostrar vantagens. São como os sensacionalistas da mídia que por falta de notícias sempre aumentam as coisas, pois “estes, porém, quanto a tudo o que não entendem, difamam; e, quanto a tudo o que compreendem por instinto natural, como brutos sem razão, até nessas coisas se corrompem” (Judas 1.10).
Quando Judas fala das ondas bravias do mar que espumam está falando de algo que faz tumulto, barulho e sujeira. Assim são os falsos obreiros, que bagunçam demais e são barulhentos, para mostrar algo que na verdade não são e “a sua boca vive propalando grandes arrogâncias” (Judas 1.16). Dizem que Deus usa somente o seu ministério e através de sua vida. Isso não glorifica a Deus e sim ao homem.
Se você vir algum obreiro que deseja mostrar demais o que faz e conta muita vantagem, tome cuidado porque pode ser um falso pregador.
Falsos obreiros são sensacionalistas!

7- PERDIDOS:

v.13b “estrelas errantes, para as quais tem sido guardada a negridão das trevas, para sempre”.
Por fim, a sétima característica dos falsos obreiros é que estão perdidos, não sabem para onde vão, assim como na primeira característica, ocultam de onde vieram, também não têm um destino certo.
Um verdadeiro obreiro deve ter um propósito de vida e ministério e saber qual o projeto de Deus para sua vida, além de obedecer às orientações de sua liderança.
Muitos pregadores estão perdidos porque “são murmuradores, são descontentes, andando segundo as suas paixões” (Judas 1.16). Mas quem vive sob obediência de sua liderança espiritual, bem como segue um projeto ministerial, não está perdido, porque sabe para onde vai o seu trabalho.
Uma forma de descobrir falsos obreiros é perguntando o que desejam para médio e longo prazo no ministério e principalmente o que estão fazendo para alcançar seus objetivos. Muitos deles falarão de sonhos exagerados e quase impraticáveis caindo em contradições que revelam que na verdade não sabem par aonde vão.
Falsos obreiros estão perdidos!

Seja um obreiro de verdade!

-CONCLUSÃO: II Timóteo 2.15 “Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade”.
As orientações de Judas ainda são muito úteis para nós hoje. Se você conhecer um pregador que tem um PASSADO OCULTO, se for FESTEIRO querendo só aparecer, demonstrar ser INTERESSEIRO, for INCONSTANTE sem um propósito ministerial, ser INFRUTÍFERO, contar muita vantagem sendo SENSACIONALISTA e por isso tudo estiver PERDIDO, então este é um falso obreiro.
Busque ser um obreiro aprovado por Deus que não tem que se envergonhar. Bons obreiros estão dispostos a passar por provas de caráter primeiramente e não se baseiam apenas em dons e talentos, mas em seu testemunho de vida.
Seja um obreiro aprovado por Deus!
______________________________
Citações Bíblicas: Bíblia Revista e Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.

Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões.
Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP - Universidade Metodista de São Paulo.
Pós Graduação em Filosofia pela ISEIB - Instituto Superior de Educação Ibituruna.
Licenciatura em Letras pela ISEED - Instituto Educacional Elvira Dayrell.
Extensão em Grego Bíblico pela MACKENZIE - CPAJ.
Siga Google+.

Um comentário:

  1. Palavra forte e abençoada, Que Deus abençoe irmão.
    Seus estudos tem me ajudado muito!

    ResponderExcluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.
Direitos autorais protegidos:
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Seguidores

Pregações por email

Livro

Livro
E-books do Pr. Welfany Nolasco
Powered by Blogger.