O estilo de vida de um Discípulo

-Tema: DISCIPULADO  

João 20.1-10
-IntroduçãoCada pessoa tem seu estilo de vida e muitos seguem a moda de pessoas famosas ou tendências do momento. Mas tudo isso passa. Jesus veio ao mundo e deixou sua marca na vida das pessoas que mudaram completamente seu jeito de viver. Até hoje milhares de vidas são transformadas pelo poder do evangelho de Cristo (Romanos 1.16,17).
No trecho de João 20.1-10 encontramos algumas informações importantes:
Palavra-chave: outro discípulo (v.2, 3 4 e 8).
Verbo principal: ver (v.1, 5, 6 e 8).
Personagens: Maria Madalena, Pedro, João (outro discípulo) e Jesus.
Sem dúvida alguma os discípulos eram pessoas comuns, mas com a diferença de ter conhecido a Jesus. O texto bíblico de João 20 e 21 nos traz várias lições sobre o estilo de vida de um discípulo, mostrando o que os marcou após a ressurreição de Jesus mudando suas vidas definitivamente.
Num tempo em que as redes sociais buscam seguidores que são influenciados o tempo todo, precisamos aprender a viver um estilo de vida diferenciado seguindo o exemplo de Jesus.

Qual é o seu estilo de vida?

Vamos refletir sobre algumas características de um verdadeiro discípulo de Jesus:



1- Seguir Jesus: v.1-3

Neste texto apresenta-se uma corrida dos discípulos em busca de Jesus, que havia morrido. Eles foram ao sepulcro. Primeiro chegou Maria Madalena, que logo voltou para contar aos demais discípulos. No mesmo instante Pedro e João correram para lá. João chegou primeiro e parou na porta do sepulcro. Pedro passou na frente e entrou para ver o túmulo vazio.
Este texto nos revela três tipos de discípulos:
- Maria Madalena: aqueles que vêm Deus agir, mas não entendem (v.1);
- Pedro: aqueles que correm demais e não conseguem perceber (v.3 e 6);
- João: aqueles que buscam entendimento e creem no poder de Deus (v.8).
Quem você tem seguido?
Discípulo significa seguidor. Jesus está à sua frente? Ou você está tentando tomar a frente de Jesus (v.4). Muitas vezes perdemos o rumo e precisamos retornar seguindo os passos do mestre (I João 2.6). Deixe o Mestre marcar sua vida e transformar seu estilo de viver completamente para ser um verdadeiro discípulo de Jesus.
Seja um Discípulo: seguidor de Jesus!

2- A certeza de que Jesus te ama

v.2 “... o outro discípulo a quem Jesus amava...”.
Quando o evangelista João usa a expressão ‘outro discípulo’, está se referindo a si mesmo. Esta era uma técnica literária usada como forma modesta do autor falar de si mesmo como se fosse outra pessoa.
João escolheu falar de si mesmo como “o outro discípulo a quem Jesus amava” (João 13.23; 20.2; 21.7 e 20). Com isso está declarando a maior convicção de sua vida: que Jesus o amava. Ele sabia que Jesus amava seus companheiros também, mas para ele era importante lembrar do amor que sentia por seu Mestre. Dias antes João havia se reclinado no peito do Mestre para sentir o seu amor ouvindo o seu coração bater pelas últimas horas (João 13.23).
Maria teve uma experiência pessoal com Jesus após sua ressurreição. Depois que Pedro e João saíram da sepultura, ela ficou ali triste e olhou novamente para dentro do túmulo, então viu dois anjos sentados e apareceu o Mestre, mas ela não o reconheceu, pensando ser o jardineiro até que Jesus a chamou pelo nome e viu ser Cristo ressurreto (João 20.11-18). Isso aconteceu para que Maria sentisse pessoalmente que Jesus a amava.
Pedro também teve seu encontro pessoal com Cristo após sua ressurreição. Foi como na primeira pescaria maravilhosa em que Pedro foi chamado para seguir Jesus (Lucas 5.1-11). O Mestre apareceu para os discípulos e houve uma segunda grande pescaria lembrando-os de seu poder e de seu chamado ao discipulado (João 21.1-14). Mas neste momento Jesus interrogou pessoalmente a Pedro perguntando três vezes se o amava (João 21.15-19). Neste momento Pedro teve três oportunidades de confessar seu amor por Cristo e corrigir seu erro ao negar o Senhor três vezes (Lucas 22.55-62).
O que sustenta nossa vida espiritual, nosso compromisso com Deus é o nosso amor por Jesus e saber que Jesus nos ama. Se você tiver apenas esta certeza, não haverá temor nem dúvida alguma em seu coração, pois “o perfeito amor lança fora todo medo” (I João 4.18).
Tenha certeza de que Jesus te ama!

3- Viver pela fé: v.8 “viu e creu”.

Neste verso, encontramos a ênfase no verbo ver, que é o principal do texto. As três palavras do grego bíblico para o verbo ver neste texto são:
Blepei (βλέπει) nos versos 1, 5 que tem o sentido de visão natural ou superficial, perceber apenas com a visão física 1.
Teorei (θεωρεῖ) no verso 6, que tem o sentido de experimentar, olhar com atenção e refletir teoricamente sobre o sentido 2.
Eiden (εἶδεν) no verso 8, que significa discernimento, entender, participar do que está vendo e visão espiritual, por isso o texto completa a mensagem dizendo que “viu e creu” (João 20.8)3.
Isso nos mostra o tipo de visão que o cristão deve ter: uma visão carnal, uma visão racional ou a visão espiritual. Para ser discípulos de Jesus precisamos ter visão espiritual.
Andar pela fé é um exercício que precisamos treinar e aprender a ver tudo de forma espiritual “visto que andamos por fé e não por vista” (II Coríntios 5.7). Quando olhamos as coisas de forma natural não entendemos os mistérios de Deus, mas quando buscamos o discernimento espiritual aprendemos a visualizar espiritualmente pela fé (I Coríntios 2.9 e 14).
Vive pela fé e veja tudo espiritualmente!

4- Serviço: v.7

A ênfase de João no cenário detalhado principalmente citando pormenores como o lençol e o lenço usado para cobrir o seu rosto dobrado à parte indicam que isso tem um significado especial. Porque Jesus teria deixado um lenço dobrado à parte? Estava deixando um recado para todos usando a figura do servo e do senhor de uma casa.
Na tradição judaica, quando um convidado sentava à mesa ou o senhor da casa estava fazendo sua refeição e usava um lenço para limpar a boca, se embolasse o lenço seria porque terminou, mas se dobrasse o lenço ao se levantar da mesa era porque voltaria para continuar. Os discípulos entenderam que Jesus iria voltar para estar com eles e os buscar como prometeu (João 14.2).
O lenço dobrado também indica serviço porque Jesus não deixou o túmulo revirado, mas procurou organizar tudo antes de sair. O Mestre representou o servo ao cuidar de tudo e também como Senhor ao dobrar o lenço deixando a mensagem de que voltará.
Acima de tudo, a mensagem deste versículo é uma prova de que seu corpo não foi furtado, mas ele saiu espontaneamente após ter ressuscitado milagrosamente. Parece ter sido esta, a principal preocupação do autor ao descrever a cena. 4
Jesus tem chamado seus discípulos para seguir o seu exemplo e servir às vidas (Marcos 10.45). Somos servos do Reino de Deus nesta terra e devemos cumprir nosso chamado como ministros do Senhor (II Coríntios 5.20) estendendo as mãos para vidas que precisam de nosso apoio.
Ser discípulo é servir ao próximo!

Siga o estilo de vida do Discipulado!

-CONCLUSÃO: v.10 “e voltaram os discípulos outra vez para casa”.
Como você vai voltar para casa hoje? Retorne diferente, seguindo a Jesus, tendo convicção de seu amor, vivendo pela fé e servindo ao Senhor. Voltar para casa também nos lembra de voltar para a igreja que é o nosso lar espiritual (Salmos 27.4) e se você está afastado dos caminhos do Senhor, volte a ser discípulo de Jesus.
Jesus quer mudar nosso estilo de vida para melhor e nos dar vida abundante (João 10.10). Para isso precisamos seguir os passos de nosso Mestre, ter sempre a certeza de seu grande amor para conosco que é maior do que tudo, viver pela fé enxergando de forma espiritual e também servir ao nosso próximo demonstrando amor.

Seja um verdadeiro/a discípulo/ de Jesus!

______________________________
Citações Bíblicas: Bíblia Revista e Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.
1 STRONG, James. Dicionário Grego do Novo Testamento. Bíblia de Estudo Palavras-Chave: Hebraico. Grego. Tradução de João Ferreira de Almeida. Edição Revista e Corrigida. Rio de Janeiro: CPAD, 2011. Verbete 991, página 2116.
2 STRONG, verbete 2334, página 2233.
3 STRONG, verbete 3708, páginas 2324.
4 CHAMPLIN, R. N. Ph. D. O Novo Testamento interpretado versículo por versículo. São Paulo: Hagnos, 2014. Volume 2. Página 834.

Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões. Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP - Universidade Metodista de São Paulo. Pós Graduação em Filosofia pela ISEIB - Instituto Superior de Educação Ibituruna. Licenciatura em Letras pela ISEED - Instituto Educacional Elvira Dayrell. Extensão em Grego Bíblico pela MACKENZIE - CPAJ.
Siga Google+.

Um comentário:

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.
Direitos autorais protegidos:
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Seguidores

Pregações por email

Livro

Livro
E-books do Pr. Welfany Nolasco
Powered by Blogger.