O desafio de um cristão

-Tema: VIDA CRISTà 

Efésios 5.1,2
-Introdução: Ser cristão é um grande desafio. A cada momento, situações nos desafiam a manter nossa fé cristã diante de um mundo deturpado pelo pecado (Colossenses 1.23). O ser humano é incoerente, inconstante e muitas vezes cai em contradições. Por isso, manter a fé é um grande desafio.
Ser cristão não é apenas levar um título, usar símbolos, contar histórias e cumprir rituais. Para ser um verdadeiro cristão é preciso seguir o exemplo de Jesus. O mundo atual nos desafia a cada instante a viver o que pregamos.

Qual o maior desafio de um cristão?

Vamos refletir sobre alguns desafios de ser cristão:



1- Imitar Jesus:

v.1 “Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados”.
O primeiro grande desafio de um cristão é buscar ser semelhante a Jesus. A expressão ‘cristão’ no grego bíblico (Χριστιανός = cristianos)1 tem o sentido diminutivo, como se dissesse que somos ‘pequenos cristos’. Ser um cristão é representar Cristo na terra como “embaixadores em nome de Cristo” (II Coríntios 5.20).
A vida de um cristão deve ser a imitação de Cristo na terra como parte do “corpo de Cristo” (I Coríntios 12.27). O testemunho de vida é principal marca da Igreja, por isso os irmãos de Antioquia foram os primeiros chamados de cristãos devido seu estilo de vida parecido com Jesus (Atos 11.26).
Quem segue a Cristo deve “andar assim como ele andou” (I João 2.6) seguindo o seu exemplo de amor “não vos conformeis com este século” (Romanos 12.2) rejeitando as coisas que são contrárias à sua vontade. Para ser cristão é preciso imitar o exemplo de Cristo em suas ações e ensinamentos (I Tessalonicenses 1.6).
Seja um imitador de Jesus!

2- Amar as pessoas:

v.2ª “e andai em amor, como também Cristo nos amou e se entregou a si mesmo por nós”
O segundo grande desafio de um cristão é amar. O amor não é apenas um sentimento, mas atitudes práticas de nossa vida com Deus e com o próximo (Marcos 12.30,31). A maior prova de ser um verdadeiro cristão é a prática do amor, pois “aquele que não ama não conhece a deus, pois Deus é amor” (I João 4.8). O amor não se explica em poesias, romances ou palavras, mas em atitudes práticas de nosso dia a dia (I Coríntios 13.1,2).
Tudo o que Deus faz é por amor, pois “Deus é amor” (I João 4.8) e a essência de Deus é o amor. Onde não tem amor, falta a presença de Deus e se o Senhor não estiver também não existe amor. Jesus é o Deus encarnado, então ser cristão é ter este Deus amoroso no coração (Romanos 5.5).
Jesus deixou o maior desafio para seus seguidores perdoarem seus inimigos como prova de seu amor (Mateus 5.44). Para ser cristão é preciso amar as pessoas sinceramente diante de um mundo aparências e enganos (I Pedro 1.22), sem hipocrisia, pois Deus sabe de tudo que se passa em nosso coração (I Timóteo 1.5).
Ame ao próximo como verdadeiro cristão!

3- Fazer Sacrifícios:

v.2b “como oferta e sacrifício a Deus, em aroma suave”.
O terceiro grande desafio de um cristão é fazer sacrifícios por amor a Deus. Estes sacrifícios são apenas a prova de nosso desejo de imitar Jesus e amar a Deus acima de tudo, nos esforçando para fazer a vontade de Deus. Isso mostra que ser cristão não é fácil. Mas o texto fala de um “sacrifício a Deus, em aroma suave” (Efésios 5.2). Que tipo de sacrifício é esse?
No tabernáculo ou no templo, o sacerdote oferecia os seguintes sacrifícios:
-o cordeiro oferecido em holocausto (Êxodo 29.38-41) para remissão dos pecados (I João 1.29),
-o incenso para acender as lâmpadas (Êxodo 30.1-37), que representa a oração (Apocalipse 5.8)
-os pães asmos sobre a mesa, como lembrança dos pães que o povo levou do Egito (Êxodo 12.8 e 25.30) que hoje simbolizam o cuidado com as pessoas e a confiança no sustento de Deus (Filipenses 4.18),
-o azeite para acender as lâmpadas (Êxodo35.8, 14 e 28) que permaneciam acesas constantemente (Êxodo 27.20), significam o testemunho de vida (Mateus 5.14).
Não temos mais que oferecer o sacrifício de um cordeiro porque Jesus já fez isso. O sacrifício que Deus pede de nós como cristãos é oferecer a Deus este aroma suave, simbolizado pelo incenso e o azeite, de um testemunho cristão que seja luz e agradável às pessoas ao nosso redor (II Coríntios 2.16). Quando servimos ao nosso próximo é algo que agrada a Deus como um aroma suave (Filipenses 4.18).
Jesus fez o a maior e definitivo sacrifício pelo perdão dos nossos pecados (Hebreus 9.26), mas mandou que continuássemos sua obra ao levar a nossa cruz (Marcos 8.35-38). Hoje nós somos sacerdotes de Deus para sacrificar ao Senhor o nosso amor não por sofrimento, mas com alegria (I Pedro 2.5).
O sacrifício de um cristão é servir a Deus com empenho (Lucas 17.10) e se esforçar pelo Reino de Deus (Mateus 11.12) levando a sua cruz todos os dias (Marcos 8.35-38). Também é um sacrifício deixar de fazer algo que possa aborrecer nosso irmão (Romanos 12.13-20). O nosso louvor a Deus é uma vida de sacrifício da carne para servir ao Senhor (Hebreus 13.15).
Ofereça sacrifícios agradáveis a Deus!

Aceite o desafio de ser um cristão!

-CONCLUSÃO:
Ser cristão é algo desafiador. A cada dia uma nova oportunidade de demonstrar a vida cristã, mas não é simples, pois as vontades da carne nos contrariam continuamente. Não existe uma receita pronta, mas é um aprendizado constante a cada dia. Para ser cristão é preciso imitar Jesus em suas ações, amando as pessoas ao nosso redor e oferecendo sacrifícios através do esforço persistente de uma vida transformada pelo poder de Deus.

Seja um verdadeiro cristão!

______________________________
Citações Bíblicas: Bíblia Revista e Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.
1 STRONG, James. Dicionário Grego do Novo Testamento. Bíblia de Estudo Palavras-Chave: Hebraico. Grego. Tradução de João Ferreira de Almeida. Edição Revista e Corrigida. Rio de Janeiro: CPAD, 2011.
Verbete 5546, página 2463.

Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões.
Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP - Universidade Metodista de São Paulo.
Pós Graduação em Filosofia pela ISEIB - Instituto Superior de Educação Ibituruna.
Licenciatura em Letras pela ISEED - Instituto Educacional Elvira Dayrell.
Extensão em Grego Bíblico pela MACKENZIE - CPAJ.
Siga Google+.

2 comentários:

  1. E importante lembrar que interpretação desse sacrifício não é, como algo que precisamos oferecer, e sim fazer!

    Por que o obedecer é melhor do que Sacrificar!!!

    Em outras palavras o fazer e melhor do que o oferecer.

    ResponderExcluir
  2. Maravilha essa mensagem.. deus o abençoe pastor..

    ResponderExcluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.
Direitos autorais protegidos:
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Seguidores

Pregações por email

Livro

Livro
E-books do Pr. Welfany Nolasco
Powered by Blogger.