Ads Top

As Profecias Apocalípticas

-Tema: APOCALIPSE  


“Dize-nos quando sucederão estas coisas, e que sinal haverá quando todas elas estiverem para cumprir-se. ” Marcos 13.4
-Introdução: As profecias bíblicas, bem como os textos apocalípticos são um grande desafio para estudo da Palavra de Deus. Existem vários métodos para entender os textos proféticos ou apocalípticos (SUMMERS, 1972. Pág. 52-81). Podemos simplificar a metodologia de estudo em quatro vertentenses principais que apontam para as possíveis interpretações: preterista, contínua, futurista e simbólica.
Os discípulos perguntaram ao Mestre quando aconteceriam os fatos proferidos em seu sermão profético (Mateus 24.3; Marcos 13.4 e Lucas 21.7) e Jesus explica usando uma série de “quando” para apontar sinais do cumprimento das profecias. As palavras de Jesus em seu ‘discurso apocalíptico’, nos ajudam a alinhar o entendimento sobre o apocalipse.

Como entender o apocalipse?

Vamos aprender sobre quatro métodos de interpretação do apocalipse baseando no texto do sermão profético de Jesus em Marcos 13:

1- Método PRETERISTA

Marcos 13.30 “Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que tudo isto aconteça. ”
Jesus deixa claro que parte da profecia se cumpriria naquele tempo, como por exemplo, a destruição de Jerusalém (Marcos 13.1, 2), fato que aconteceu realmente naquela geração, no ano 70, quando o imperador Tito invadiu a cidade de Jerusalém e destruiu o templo.
A interpretação Preterista se dedica a um momento da história, considerando os primeiros destinatários da mensagem e o tempo em que foi escrita. Este método é uma forma de olhar para trás, como se usasse um retrovisor para ler o apocalipse e as profecias. Esta metodologia ajuda a entender a forma que o texto foi composto e seu contexto, contudo se limita ao passado.
Um perigo do Método Preterista é não atualizar o sentido da mensagem, pensando que a mesma ficou somente no passado.
O método Preterista interpreta a partir do passado!

2- Método CONTÍNUO:

Marcos 13.31 “Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão. ”

Jesus garante que todas as suas palavras se cumprirão detalhadamente. Vários fatos se cumpriram durante a história como sinais da volta de Jesus como o surgimento de falsos profetas (Marcos 13. 5 a 7 e 20), guerras e terremotos (Marcos 13.8).
Esta metodologia se baseia na história para a interpretação das profecias e ajuda a entender sua mensagem através dos tempos. Em cada geração acontecem fatos que anunciam a volta de Jesus.
Um perigo do Método Contínuo é tentar aplicar tudo o que aconteceu às profecias, sem levar em conta o caráter específico de cada uma.
O Método Contínuo interpreta a partir da História!

3- Método FUTURISTA:

Marcos 13.32 “Mas a respeito daquele dia ou da hora ninguém sabe; nem os anjos no céu, nem o Filho, senão o Pai. ”
Jesus disse que o dia e a hora não pertencem a nós (Atos 1.7) e por isso precisamos estar atentos esperando em todo o tempo. Muitos fatos preditos por Jesus só se cumprirão quando voltar, como a ressurreição dos mortos, arrebatamento da igreja e o juízo final (Marcos 13.27).
A metodologia Futurista acredita que as profecias se cumprirão no fim de tudo plenamente e de forma definitiva (Marcos 13.14-26). Ensina a olhar para o futuro e entender o desenrolar dos fatos apocalípticos com expectativa.
Um perigo do Método Futurista é fazer especulações sobre o futuro e contagens de tempo para o cumprimento das profecias.
O método Futurista interpreta a partir do Futuro!

4- Método SIMBÓLICO:

Marcos 13.33 “Estai de sobreaviso, vigiai [e orai]; porque não sabeis quando será o tempo. ”
Ao ser “interrogado pelos fariseus sobre quando viria o reino de Deus, Jesus lhes respondeu: Não vem o reino de Deus com visível aparência” (Lucas 17.20). O Método Simbólico se baseia no fato de que muitas expressões proféticas são baseadas em simbolismos e ninguém sabe o dia nem a hora (Marcos 13.32).
Esta metodologia é mais idealista e trabalha o significado moral e prático das profecias, aplicando para a realidade atual. Os símbolos ajudam a ilustrar a mensagem profética, de forma didática para os ouvintes.
Um perigo do Método Simbólico é pensar que as profecias são apenas simbólicas e não se cumprirão plenamente, mas Jesus garantiu que tudo acontecerá (Marcos 13.23).
O método Simbólico interpreta de forma moral e prática!

Entenda as Profecias!

-CONCLUSÃO:

Marcos 13.37 “O que, porém, vos digo, digo a todos: vigiai!”
Jesus alertou para a necessidade de estar vigilante o tempo todo. Este é o principal objetivo das profecias, o despertamento para buscar ao Senhor e fazer sua vontade.
Jesus disse para o apóstolo João:
Apocalipse 1.19 “Escreve, pois, as coisas que viste, e as que são, e as que hão de acontecer depois destas. ”
Isso confirma que a Profecia Apocalíptica pode ser entendia olhando para o passado, para a história, para o futuro e para o significado moral e prático da mensagem. Cada uma destas metodologias pode ser usada para a interpretação das Escrituras, com equilíbrio. Apocalipse significa revelação só podemos entender o significado através do Espírito Santo que inspirou as suas Palavras (I Pedro 1.20,21).

Busque revelação da mensagem apocalíptica!

______________________________
Citações Bíblicas: Bíblia Revista e Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.
SUMMERS, Ray. Digno é o Cordeiro: Uma interpretação do Apocalipse. Rio de Janeiro: Casa Publicadora Batista, 1972.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.