Eventos Apocalípticos

-Tema: APOCALIPSE  

Marcos 13.1-37
-Introdução: Os textos apocalípticos falam sobre a volta de Jesus e os eventos finais da história humana. Em seu Sermão Profético, Jesus fez uma descrição de sua volta com detalhes, que pode ser conferida nos três evangelhos sinóticos.
Sermão Profético: Mateus 24 e 25 > Marcos 13 > Lucas 21
Nestes textos, que são chamados de Sermão Escatológico de Jesus, falando sobre fim dos tempos, o Mestre segue a mesma linha de raciocínio lógico, demonstrando a ordem dos fatos apocalípticos: Sinais do Fim, Princípio das Dores, Grande Tribulação, Volta de Jesus e Juízo Final.
*Observação: seguimos a ordem do texto bíblico em Marcos 13, que confere com Mateus 24 e Lucas 21. Respeitamos pensamentos diferentes sobre a sequência das profecias.
Como interpretar as profecias?
As profecias anunciadas por Jesus se cumprem em três momentos:
1) Naquele tempo: coisas que aconteceriam naquela geração, como por exemplo, a destruição de Jerusalém (Marcos 13.1, 2, 30).
2) Durante a história: fatos que se cumpririam posteriormente e seriam sinais da volta de Jesus (Marcos 13. 5 a 8 e 20).
3) No fim de tudo: quando todas as profecias se cumprirem plenamente (Marcos 13.14-27).
As profecias não são apenas simbólicas!

Qual seria a ordem dos fatos apocalípticos?

Fatos em ordem segundo o Sermão Profético de Jesus:

1- Sinais do Fim: Marcos 13.1-7

Os Sinais do Fim são avisos de que o tempo está se cumprindo. Durante os séculos Deus tem dado oportunidades para o ser humano e muitos fatos que acontecem são para despertar a humanidade a voltar-se para o Senhor.
Alguns fatos do Sinais do Fim são:
- Sinais de avisos de Deus para a humanidade (v.1,2);
- Apostasia: inversão de valores e heresias (v.5);
- Surgimento de falsos cristos e falsos profetas (v.6);
- Guerras e rumores de guerras (v.7);
A cada geração acontecem fatos que servem para avisar que Jesus voltará. A apostasia com a inversão dos valores e a desvalorização da fé vem aumentando a cada dia. O surgimento de falsos profetas, seitas e heresias têm avolumado cada vez mais confundindo as pessoas. As guerras que afligem os povos em toda história se tornam cada vez mais violentas e duradouras. Tudo isso serve para avisar sobre a volta de Jesus.
Os Sinais do Fim são avisos de Deus!

2- Princípio das Dores: Marcos 13.8-13

O Princípio das Dores é o tempo em que as coisas começam a dificultar, pois se aproxima o momento final do cumprimento das profecias e a consumação do plano de Deus sobre o mundo.
Alguns fatos do Princípio das Dores são:
- Terremotos e problemas climáticos (v.8);
- Perseguição aos crentes (v.9);
- O Evangelho pregado em toda a terra (v.10);
- Necessidade de perseverança (v.11);
- Frieza no amor (v.12);
- Escândalos e ódio (v.13);
Quanto mais se aproxima a volta de Jesus, mas o tempo aperta e as coisas se tornam mais difíceis. Os terremotos e problemas climáticos têm aumentado consideravelmente causando enormes catástrofes no planeta. A perseguição aos cristãos acontece em todo o mundo de diversas maneiras, chegando ao extremo do martírio dos seguidores do cristianismo em muitos países. Mas antes da volta de Jesus o evangelho será anunciado em todo o mundo trazendo um grande avivamento sobre a terra. Por isso é preciso perseverar neste tempo tão difícil. Infelizmente a frieza no amor e os escândalos são tão intensos que as pessoas ficam insensíveis.
O Princípio das Dores anuncia que Jesus Já está vindo!

3- Grande Tribulação: Marcos 13.14-23

A Grande Tribulação é um momento decisivo antes de Jesus voltar, quando por sete anos, o anticristo perseguirá a Igreja do Senhor tentando primeiramente seduzir o povo de Deus e depois atacando cruelmente os cristãos (Daniel 9.26,27).
Alguns fatos da Grande Tribulação segundo Jesus:
- O anticristo no lugar santo (v.14);
- Perseguição e fuga dos cristãos (v.15,16);
-Tempo abreviado por causa dos eleitos (v.20);
- Falsos cristos e falsos profetas realizando sinais e maravilhas (v.22);
- Falsos anúncios da volta de Jesus (v.21,23);
Uma marca da Grande Tribulação será a perseguição da Igreja, por isso Jesus fala dos eleitos duas vezes (Marcos 13.20 e 22). Durante a Grande Tribulação o anticristo tentará se fazer por Jesus e os cristãos que o reconhecerem precisarão fugir, mas Jesus promete que este tempo será limitado a um período de sete anos (Daniel 9.27) por causa dos servos de Deus (Apocalipse 12.6). Mas falsos profetas e falsos cristos surgirão tentando enganar as pessoas até com sinais maravilhosos, anunciando falsas notícias sobre a volta de Jesus.
A Grande Tribulação é o tempo de perseguição da Igreja!

4- Volta de Jesus: Marcos 13.24-27

A volta de Jesus será o maior acontecimento de toda a história da humanidade. Jesus voltará em glória e poder sobre as nuvens do céu para julgar como Rei e Senhor sobre tudo e todos.
Alguns fatos sobre a volta de Jesus:
- Será após a tribulação (v.24 e Mateus 24.29);
- Haverão sinais nos céus (v.25).
- Surpreenderá a muitos porque ninguém sabe o dia e a hora (v.32);
-Todas as nações verão (v.26);
- O arrebatamento dos fiéis (v.27);
No final da Grande Tribulação Jesus arrebata sua Igreja e ressuscita os mortos salvos pela fé (I Tessalonicenses 4.16,17). Não se pode separar a volta de Jesus do arrebatamento da Igreja, pois assim teria que voltar duas vezes. Acontecerão muitos sinais no céu avisando sobre a volta do Senhor e mesmo assim as pessoas serão surpreendidas, mas todas as pessoas no mundo presenciarão a cena da volta de Jesus.
Jesus voltará para buscar sua Igreja!

5- Juízo Final: Marcos 13.28-37

O Juízo final será o acerto de contas de Deus com a humanidade. A misericórdia de Deus permaneceu pelos séculos com o ser humano, mas neste momento a taça da ira Divina se derramará sobre a terra (Apocalipse 16). Em Marcos não há muitos detalhes sobre o Juízo Final, apenas comparando, através das parábolas da figueira e do dono da casa (Marcos 13.28-37), mas em Mateus 25 o julgamento é descrito com detalhes interessantes.
Alguns fatos sobre o Juízo final:
- O Senhor reunirá todas as nações da terra e separará os seus servos à sua direita e outros à esquerda e os julgará (Mateus 25.35-41).
- Ninguém sabe o dia e a hora (Marcos 13.32, 33 e 35);
- Necessidade de vigilância (Marcos 13.33-37).
No Juízo Final o Senhor reunirá todas as pessoas que já viveram no mundo diante de seu grande trono onde serão julgadas segundo o seu proceder (Apocalipse 20.11-15). Os salvos irão para os céus com Cristo e os condenados serão lançados no lago de fogo eterno.
O Juízo Final cumprirá toda a justiça de Deus!

Jesus avisou sobre sua vinda!

CONCLUSÃO
“Estai de sobreaviso, vigiai [e orai]; porque não sabeis quando será o tempo”. Marcos 13.33
Somente quem crê na Palavra de Deus como revelação de Deus e profecia para a humanidade é que consegue entender realmente o sentido das palavras de Jesus em seu sermão profético. Podemos fazer um paralelo com os principais fatos do Apocalipse, mas para entender isso também é preciso crer na unicidade das Escrituras (II Timóteo 3.16), percebendo a relação entre as palavras revelas em textos variados, mas que foram inspirados pelo mesmo Espírito Santo de Deus (I Pedro 1.20).

Paralelo entre o Sermão profético e o livro de Apocalipse:

Através deste paralelo, pode-se compreender que durante a era da Igreja, revelado nas sete Igrejas do Apocalipse é o tempo dos Sinais do Fim. Já o Princípio das dores é o tempo em que os Sete Selos são abertos revelando a proximidade da volta de Jesus. A Grande Tribulação tem uma relação com as Sete Trombetas que anunciam a vinda de Cristo. As Sete Taças fazem parte do cumprimento do Juízo Final de Deus sobre o mundo.
Jesus voltará! Prepare-se!
______________________________
Citações Bíblicas: Bíblia Revista e Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.

#pregação #EstudoBíblico #apocalipse

Siga-nos nas redes sociais:








Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.