TERRAPLANISMO: o que a Bíblia diz? - Pregações e Estudos Bíblicos

TERRAPLANISMO: o que a Bíblia diz?

-Tema: ESTUDOS BÍBLICOS 

Gênesis 1.2 “A terra, porém, estava sem forma e vazia...”

Introdução: As primeiras palavras da Bíblia, ao se referir à criação diz que a terra era sem forma e vazia, mas quando foi criada, tudo era perfeito (Gênesis 1,10). Mas qual seria o formato da terra? Existe algum indício a respeito na Bíblia? Com certeza, a narração bíblica esclarece este conceito, mas é preciso considerar que a forma de expressar no tempo bíblico era diferenciada dos tempos atuais, visto não haver tantas informações científicas. Percebe-se que os antigos olhavam para o céu para concluir que a terra é redonda, fazendo sempre a relação entre céu e terra em sua compreensão do universo. 1

O terraplanismo prega que a terra é plana e não arredondada, contradizendo a ciência. O formato da terra foi entendido por muitos séculos como uma superfície plana e posteriormente como uma esfera. Vários estudiosos, filósofos, matemáticos, geólogos e navegadores discutiram a questão, chegando cada vez mais à conclusão de que a terra é redonda. Com o surgimento da aviação e desenvolvimento da astronomia, as viagens ao espaço tornaram a questão mais clara ainda.

O fundamentalismo tem fortalecido o terraplanismo nos últimos tempos, muitas vezes usando-se da Palavra de Deus e também fazendo ligações políticas sobre hipóteses de uma teoria da conspiração. Visto que os argumentos terraplanistas são fundamentalistas, vamos estudar o tema utilizando os termos originais das Escrituras para explicar baseado apenas na Bíblia sem conteúdo científico. Ao estudar palavras associadas o termo erets (אָ֫רֶץ 2 que significa terra, podemos entender um pouco sobre a compreensão bíblica de espaço.


Como a Bíblia descreve o formato da terra?

Vamos aprender sobre quatro palavras que são usadas na Bíblia para descrever o formato da terra:


1- ABÓBADA

Isaías 40.22 “Ele é o que está assentado sobre a redondeza da terra, cujos moradores são como gafanhotos; é ele quem estende os céus como cortina e os desenrola como tenda para neles habitar.”

A palavra chug (חוּג)3 é traduzida por redondeza ou abóbada, tem o sentido literal de ‘globo ou círculo’, citada apenas três vezes no Antigo Testamento, sempre se referindo ao horizonte entre a terra e céus, o que faz da palavra chug o principal termo para explicar o tema, visto que é usada especificamente para tal. Esta expressão transmite a ideia de que no tempo bíblico, as pessoas tinham um pensamento de que o universo é arredondado ou que rodava em círculos.

Jó 22.14 “Grossas nuvens o encobrem, de modo que não pode ver; ele passeia pela abóbada do céu”

A palavra chug também é traduzida por abóbada para expressar a glória celestial que reflete a presença de Deus sobre a natureza (Salmos 19.1). Ao olhar para o céu, percebe-se que a atmosfera acompanha o formato da terra, com profundidade maior ao centro e parecendo mais próximo nas extremidades horizontais.

Provérbios 8.27 “Quando ele preparava os céus, aí estava eu; quando traçava o horizonte sobre a face do abismo”.

A mesma palavra chug aparece agora como traçar com o sentido de ‘circular’, fazer algo em forma de um desenho arredondado. No texto de Provérbios 8.27, a narração da sabedoria explica que o mundo foi criado por Deus, que o desenhou de forma perfeita.


2- RODA

Salmos 77.18 “O ribombar do teu trovão ecoou na redondeza; os relâmpagos alumiaram o mundo; a terra se abalou e tremeu.”

A palavra original é galgal (גַּלְגַּל)4 significa roda, referindo-se a algo que gira, muito usada pelo profeta Ezequiel sobre as rodas dos querubins e seu movimento rodopiante (Ezequiel 10.2,6,13).

No Salmo 77.18 galgal também pode ser traduzida por redemoinho e algumas vezes por turbilhão (Isaías 17.13), descrevendo a luz dos raios que atravessa o céu do oriente ao ocidente, iluminando a linha do horizonte e destacando sua forma arredondada.


3- REDONDEZA

Jó 37.11,12 “Também de umidade carrega as densas nuvens, nuvens que espargem os relâmpagos. Então, elas, segundo o rumo que ele dá, se espalham para uma e outra direção, para fazerem tudo o que lhes ordena sobre a redondeza da terra.”

No original é apnim (פָּנִים)5 seria ‘faces’ da terra que tem o sentido de arredondado como um rosto, que aqui é traduzido por redondeza, a mesma palavra usada em Gênesis 1.2 para dizer que o “Espírito se movia sobre a face das águas”. Também se refere ao “firmamento” (Gênesis 1.20) e sobre “face da terra” (Gênesis 1.29) ou “superfície” (Gênesis 7.18 e 23).

O texto de Jó 37.11,12 descreve nuvens se movendo nos céus demonstram que de um extremo do horizonte sobem e no outro extremo descem, revelando uma superfície arredondada no solo. No início do livro de Jó, a narração do diálogo de Deus com Satanás, duas vezes Deus pergunta ponde o diabo andava e ele respondeu “de rodear a terra e passear por ela” (Jó 1.7 e 2.2), o que confirma o pensamento de que o mundo é esférico.


4- ARCO

Amós 9.6 “Deus é o que edifica as suas câmaras no céu e a sua abóbada fundou na terra; é o que chama as águas do mar e as derrama sobre a terra; Senhor é o seu nome.”

A expressão aguddah (אֲגֻדָּה)6, usada para falar de arco ou feixe de hissopo amarrado, neste texto traduzida por abóbada, se refere ao firmamento entre o céu e a terra, dando a ideia de circundar. Também é usada para se referir a um bando ou grupo de pessoas. Amós utiliza esta palavra para expressar a glória Divina que envolve todo o universo com seu poder Criador.


A Bíblia diz que a terra é redonda!

CONCLUSÃO

Séculos antes da ciência descobrir que a terra é redonda, a Palavra de Deus já revelou isso claramente. Mas antes que alguém conteste usando a expressão “quatro cantos da terra” (Ezequiel 7.2; Apocalipse 7.1 e 20.8), que aparece apenas três vezes na Bíblia referindo-se não a uma borda ao redor de uma taboa, mas às extremidades do horizonte. Isso não exclui a existência do pensamento terraplanista no tempo bíblico, podendo ser citado na linguagem dos autores, contudo o conceito circular prevalece nas Escrituras.

O propósito deste estudo foi ajudar as pessoas que pensar que a terra é plana e muitas vezes pensando que tem fundamento bíblico para confirmar essa ideia. Por outro lado, também é importante atingir pessoas que não creem na Palavra de Deus, revelando sua sabedoria e respondendo suas dúvidas. Infelizmente muitos cristãos têm sido motivo de escárnio por causa de assuntos que envolvem a ciência e precisam de base bíblica para sua fé (I Pedro 3.16).


______________________________

Citações Bíblicas: ARA – Almeida Revista e Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.

1 HARRIS, R. Laird, organizador. Dicionário Internacional de Teologia do Novo Testamento. São Paulo: Vida Nova, 1998. Páginas 124 e 125.

2 STRONG, James. Dicionário Grego do Novo Testamento. Bíblia de Estudo Palavras-Chave: Hebraico. Grego. Tradução de João Ferreira de Almeida. Edição Revista e Corrigida. Rio de Janeiro: CPAD, 2011. Página 1540, Verbete 776.

3 STRONG, Página 1627, Verbete 2329.

4 STRONG, Página 1579, Verbete 1534.

5 STRONG, Páginas 1870 e 1871, Verbete 6440.

6 STRONG, Página 1506, Verbete 092.

Fonte da imagem: https://pixabay.com/illustrations/map-of-the-world-map-paper-1715049/

 

#pregação #EstudoBíblico


Siga-nos nas redes sociais:








Oferte abençoando este ministério:

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Agência 4386 - Operação 001 - Conta 22027-1

BANCO DO BRASIL
Agência 5890-4 - Conta Corrente 1415-x
Tecnologia do Blogger.