10

Sedentos de Deus

-Tema: RENOVAÇÃO
II Reis 3.4-24
-Introdução: A bíblia conta muitas histórias de guerras que para nós parece às vezes estranho ou difícil de entender, mas servem para nos ensinar muito sobre nossas batalhas. Esta história nos fala sobre nossas lutas exteriores e ao mesmo tempo dos conflitos internos.
Neste tempo Israel estava dividida em duas partes, norte e sul. Vejamos um pouco sobre os personagens desta batalha:
Jorão era rei da nação de Israel, governando em Samaria, ao norte. Filho de Jezabel e Acabe, não servia ao Senhor embora nem de longe alcançasse a perversidade de seus pais. Jorão era o tipo de pessoa que não busca a Deus, mas que quanto ‘a barriga dói’, procura ajuda de todos os lados.
Mesa era o rei de Moabe, uma nação gentílica ao sul, próximo a Judá. Mesa devia ao pai de Jorão e quando Acabe morreu, Mesa se rebelou contra Israel e além de não pagar sua dívida, resolveu combater contra a nação.
Josafá era o rei de Judá ao sul de Israel. Homem temente a Deus. Não tinha nada a ver com o problema de Mesa rei de Moabe contra Jorão rei de Israel. Entrou nesta batalha pra ajudar a nação irmã.
Sobre o rei de Edom não há muitas informações, nem mesmo o seu nome. Edom entrou na peleja também para ajudar Jorão e porque escolheram usar sua fronteira ao sul de Moabe para atingir esta nação.
A guerra começou quando Mesa, rei de Moabe se rebelou contra Jorão rei de Israel e este pediu ajuda de Josafá rei de Judá e também do rei de Edom. Então foram três reis com seus exércitos contra um. Parecia que a batalha já estaria ganha, mas não foi tão fácil assim.
Como vencer as batalhas da vida?
Vamos comparar esta guerra com as lutas que vivemos no dia a dia e aprender como vencer:
1- A Luta Interior:
Eram três reis contra apenas um, de maneira que aos olhos humanos a batalha já estava ganha. Contudo quando ficaram sem água pra beber se enfraqueceram. Além da guerra exterior também tinham uma luta interior dentro de suas vidas. Com isso podemos aprender o que fazer para vencer nossa luta interna antes de enfrentar os desafios que estão diante de nós:
a)      Peça ajuda, mas não confie no homem: “serei como tu és, o meu povo como o teu povo, os meus cavalos como os teus cavalos” v.7
O rei Jorão chamou outros reis para guerrear com ele e foi o primeiro a desanimar (v.10) colocando a culpa em Deus. Isso acontece porque “Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, faz da carne mortal o seu braço e aparta o seu coração do SENHOR!” (Jeremias 17.5). Também nunca culpe a Deus por seus problemas “Ninguém, ao ser tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele mesmo a ninguém tenta” (Tiago 1.13).
Por outro lado também não podemos nos isolar de tudo e de todos achando que podemos lutar sozinhos. Precisamos procurar reforços com pessoas próximas ou mais preparadas “porque se caírem, um levanta o companheiro; ai, porém, do que estiver só; pois, caindo, não haverá quem o levante” (Eclesiastes 4.10) “um ao outro ajudou e ao seu próximo disse: Sê forte” (Isaías 41.6).
Você tem confiado no homem ou em Deus?
Peça ajuda das pessoas, mas confie plenamente em Deus!
b)      Cuidado com as escolhas erradas: “então perguntou Jorão: Por que caminho subiremos? Respondeu ele [Josafá] pelo caminho do deserto de Edom” v.8
Josafá sugeriu ir pelo deserto de Edom porque seria o caminho mais perto para ele, mas na verdade seria o mais difícil. Foram combater em terreno do inimigo, uma terra estranha para eles e quando estavam já há sete dias de caminhada e não tinham mais forças para voltar atrás, começaram a desfalecer no deserto.
As escolhas determinam o futuro. Nem sempre o caminho mais perto é o melhor. Jesus disse “entrai pela porta estreita porque larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela” (Mateus 7.14). Por isso também é preciso tomar cuidado com que procura para pedir opinião, porque a pessoa pode falar do seu problema de forma que seja mais favorável a ela e não a você.
Suas escolhas têm sido direcionadas por Deus?
Ore antes de tomar qualquer decisão!
c)      Reconheça suas fraquezas: “após sete dias de marcha, não havia água para o exército” v.9
Os três exércitos estavam equipados com armas, cavalos, carruagens, soldados treinados e tudo o mais que um exército precisa, mas esqueceram de preparar água. Eles estavam com sede no meio do deserto. Não poderiam enfrentar seus inimigos porque estavam enfraquecidos de sede.
Que coisa terrível é sentir sede! Ninguém vive sem água, por isso Jesus disse “aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna” (João 4.14). Assim como não existe vida sem água, também não podemos viver sem Jesus.
Muitas pessoas não conseguem vencer suas lutas porque sentem uma sede interior, um vazio, insatisfação e carências emocionais que fragilizam a vida. È muito importante reconhecer as fraquezas para buscar forças para vencer, tapar as brechas e ser dependente de Deus que nos fortalece “porque, quando sou fraco, então, é que sou forte” (II Coríntios 12.10).
Você tem reconhecido suas fraquezas?
Reconheça suas limitações e seja fortalecido por Deus!
                              
2- A saída:
No meio do deserto e sem água, não sabiam o que seria pior: voltar pra traz ou enfrentar o inimigo mesmo sabendo que não tinham condições. Foi nesta encruzilhada que eles procuraram uma saída. Sempre há uma saída! Se a solução não estiver de um lado nem de outro, certamente estará lá no alto, vindo da presença de Deus. Por isso é importante saber como encontrar esta saída:
a)      Procure servos de Deus: “perguntou, porém Josafá: não há, aqui, algum profeta do Senhor, para que consultemos ao SENHOR por ele?” v.11
Jorão procurou o rei Josafá pra ajudá-lo e quando perceberam que tomaram uma decisão sem consultar a Deus, por isso tudo estava dando errado, Josafá resolveu buscar ao Senhor em oração antes de continuar. Ele perguntou se ali havia algum profeta de Deus para interceder por eles. Jorão não gostava do profeta Eliseu e este lhe resistiu por saber que seguia a maldade de seus pais (v.13-14), mas por casa do rei Josafá que era temente a Deus, o profeta intercedeu por eles e Deus respondeu com sua misericórdia.
È muito importante saber com quem anda e “não vos enganeis, as más conversações corrompem os bons costumes” (I Coríntios 15.33). O discipulado é uma forma de preparar o cristão para ser imitador de Cristo (I Coríntios 11.1) e nunca “se assenta na roda dos escarnecedores” (Salmos 1.1). Se você estiver com pessoas de Deus, certamente tudo o que fizerem juntos será abençoado pelo Senhor. Procure alguém mais preparado ou experiente na fé para te aconselhar (Tiago 5.16).
Você tem andado com servos de Deus?
Seja um discípulo e procure pessoas que te edificam!
b)      Adore ao Senhor: “quando o tangedor tocava, veio o poder de deus sobre Eliseu” v.15
Eliseu poderia ter feito várias outras coisas como orar, jejuar, clamar ou sacrificar, mas resolveu louvar a Deus. O louvor torna a alma sensível ao poder de Deus O louvor é uma arma poderosa para curar e libertar vidas. Deus habita entre os louvores (Salmos 22.4).
Josué adorou ao Senhor com o povo tocando trombetas ao redor de Jericó e as muralhas caíram (Josué 6.1-17), Gideão tocou trombetas e venceu a batalha (Juízes 7.19), Davi tocava a harpa e o espírito mau saída de Saul (I Samuel 16.23), Isaías viu os serafins adorando ao Senhor no Templo (Isaías 6.3) e Paulo e Silas cantaram na prisão e foram libertos (Atos 16.25,26).
A adoração pode ser usada em nossas batalhas como arma que derrota os maiores inimigos e fortalece os que estão fracos espiritualmente. Quando estiver passando por um momento difícil, tire um tempo de adoração a Deus. Ministre na presença do Senhor. Ouça e cante louvores.
Você tem adorado a Deus mesmo em meio a suas lutas?
Quando não houver nada que possa fazer, adore ao Senhor e deixe o Senhor te defender!
c)      Esvazie-se para receber: “fazei neste vale covas e covas... este vale se encherá de tanta água...” v.16,17
O profeta Eliseu disse para o povo fazer muitos buracos no chão do deserto para armazenar a água que seria enviada. Se não houvesse lugar para as águas, seriam desperdiçadas.
Deus quer agir, mas é preciso fazer a sua parte e dar lugar para o Senhor. É preciso buscar ao Senhor de “todo o coração” (Jeremias 29.13) e não apenas em parte ou com o coração cheio de ansiedades. Por isso é preciso se esvaziar. Um copo, por exemplo, se estiver cheio de água, precisa primeiro ser esvaziado para depois ser preenchido com outro conteúdo. Do mesmo modo é preciso se esvaziar de si mesmo para então ser cheio da presença do Senhor.
Muitas vezes a manifestação do Senhor é conforme sua “multiforme Graça” (I Pedro 4.10) e não conforme a vontade do homem, por isso o profeta disse que “não sentireis vento, nem vereis chuva, todavia este vale se encherá de tanta água que bebereis vós, o vosso gado e vossos animais” para mostrar que Deus age como, onde e como quiser. É preciso aceitar a vontade do Senhor como Jesus ensinou (Mateus 26.42) e não desejar ver para crer (João 20.29).
Peça ao Espírito Santo que te convença para se arrepender de seus pecados (João 16.8-11), então confesse seus pecados ao Senhor (I João 1.9) e receba o perdão. Depois “vá e não peques mais” (João 8.11) procurando fugir de toda forma de mal (I Tessalonicenses 5.22) e negando a si mesmo para tomar a sua cruz (Mateus 16.24) e “Fazei, pois, morrer a vossa natureza terrena” (Colossenses 3.5) sabendo que “se viverdes segundo a carne, caminhais para a morte; mas, se, pelo Espírito, mortificardes os feitos do corpo, certamente, vivereis” (Romanos 8.13).
Você tem se esvaziado continuamente ou está cheio de si?
Esvazie-se e seja cheio da presença do Senhor!

3- A Vitória:
Depois de resolver seu pior problema que era a falta de água, faltava ainda enfrentar seus inimigos. Para isso também precisavam de ajuda Divina. Semelhante aqueles reis em combate, também precisamos saber algumas coisas para lutar confiantes na vitória:
a)      Deus tem mais pra você: “isto é ainda pouco aos olhos do Senhor, de maneira que também entregará Moabe nas vossas mãos” v.18
Primeiro Deus resolveu o problema interior para depois ajudar na batalha. Muitos pedem uma bênção ou vitória, mas não cuidam da vida espiritual. Muito mais que isso, Deus quer que você seja uma bênção (Gênesis 12.2).
O Senhor não te abençoa segundo seus merecimentos ou necessidades apenas, Ele tem vida abundante pra você te abençoa “segundo a sua riqueza em glória” (Filipenses 4.19) e “com toda sorte de bênçãos” (Efésios 1.3). Creia que independente de qualquer situação, Deus é sua fonte inesgotável e sempre terá muito mais pra realizar em sua vida!
Você tem vivido a vida abundante que Jesus de oferece?
Creia que Deus sempre tem o melhor pra sua vida!
b)      A oração flui: “pela manhã, ao apresentar-se a oferta de manjares, eis que vinham as águas pelo caminho de Edom e a terra se encheu de água” v.20
No momento em que ofereciam a Deus uma oferta de louvor, o Senhor operou o milagre. Seria uma coincidência? Não. Deus flui na hora da oração!
Quando louvamos, servimos na sua obra ofertando a vida em consagração pela fé Deus opera o milagre. Jesus disse que “Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva (João 7.38).
Só existe um segredo pra ser abençoado pelo Senhor que é viver em oração constante. Deus quer fluir em sua vida, mas precisa que você ore. Por isso Jesus sempre perguntava “que queres que eu te faça?” (Marcos 10.51). Deus tem prazer em ouvir nosso pedido de oração.
Você tem orado incessantemente?
Permaneça em oração, que o Senhor fluirá em sua vida!
c)      O sangue de Jesus te protege: “em saindo o sol sobre as águas viram os moabitas defronte deles as águas vermelhas como sangue” v.22,23
Os inimigos acharam que o povo de deus tinha morrido e cantaram a vitória antes da hora. Viram os poços de água no deserto e com o reflexo do sol nascente avermelhado pensaram que era sangue e que os três reis tinham se destruído. Mas tiveram que correr do povo de Deus.
Este sinal simboliza que quando o inimigo olha para o servo de Deus, ele vê sobre nós o SANGUE DE JESUS! Este sangue foi derramado para perdão, cura, libertação e principalmente salvação de todas as pessoas. Quando você reconhece a presença de Deus fluindo em sua vida, o inimigo não pode te derrotar porque você está protegido pelo sangue de Jesus!
Se estiver no meio de uma batalha, não lute com armas carnais, com sua capacidade e vontade apenas, “porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes (Efésios 6.12). Não combata as pessoas, ore, interceda e profetize sobre suas vidas. Lembre-se que você tem uma arma poderosa que é o sangue de Jesus.
A batalha está difícil demais?
Clame o sangue de Jesus sobre sua vida!

O Senhor te dá vitória nas batalhas!
-CONCLUSÃO:
Muitas lutas que enfrentamos e não conseguimos vencer é porque há dentro de nós um problema, uma sede interior que só pode ser saciada por Deus. Por isso é importante procurar ajuda de pessoas sem confiar no homem, tomar cuidado com as escolhas erradas e reconhecer as fraquezas. Procure ajuda de servos do Senhor para edificar sua vida, adore ao Senhor de todo o seu coração e esvazie-se para receber o que Deus tem pra te dar. Você pode confiar que Deus tem mais pra você, na hora da oração Deus fluirá em sua vida e o sangue de Jesus te protege completamente.
Não desista de lutar. Você não está sozinho. Creia que Deus quer saciar sua sede interior, te cobrir com o sangue de Jesus e te dar a vitória.

COMPARTILHE esta Pregação:

10 COMENTE!

Deus te abençoe ,hoje Deus falou comigo pela pregação.sou diácono da Assembléia de DEUS e no dia 11 de dezembro 2011 sofri um acidente de carro e minha esposa fraturou a c4 c5 c6 vértebra ficou tetraplégica então ficamos abalados os médicos falarão que não iria andar mais iria vegetar. foi ai que me lembrei do DEUS que sempre preguei comecei a orar e buscar o SENHOR e noventa dias apos o acidente um es mendigo chamado Miguel chegou na minha casa e falou pra mim que Deus mandou ele orar pela minha esposa após ele orar minha esposa levantou da cadeira de rodas e esta andando para gloria de Jesus . pra Deus tudo e possível.

Respostas

Deus te abençoe ,hoje Deus falou comigo pela pregação.sou diácono da Assembléia de DEUS e no dia 11 de dezembro 2011 sofri um acidente de carro e minha esposa fraturou a c4 c5 c6 vértebra ficou tetraplégica então ficamos abalados os médicos falarão que não iria andar mais iria vegetar. foi ai que me lembrei do DEUS que sempre preguei comecei a orar e buscar o SENHOR e noventa dias apos o acidente um es mendigo chamado Miguel chegou na minha casa e falou pra mim que Deus mandou ele orar pela minha esposa após ele orar minha esposa levantou da cadeira de rodas e esta andando para gloria de Jesus . pra Deus tudo e possível.

Respostas

Benção essa palavra! Vou pregar ela.

Respostas

DEUS continue abençoando vcs

Respostas

parabens edificou muito a minha vida esta mensagem....

Respostas

Palavra maravilhosa falou profundamente no meu coração. Deus continue abençoando o vosso ministério.

Respostas

ESSA PREGAÇÃO COMOVE OS CORAÇÕES, MEXE COM A ALMA E NOS AJUDA NA CORREÇÃO DAS NOSSAS FALHAS, PROCURANDO ASSIM, NOS FIRMAR MAIS E MAIS NA PRESENÇA DOS SENHOR JESUS CRISTO.

Respostas

Eu tenho muitas dúvidas e é muito difícil para mim compreender o que Deus esta falando comigo e por na minha vida diária, pq as vezes procuro pessoas que penso ser muito usados por Deus mais na hora explicam fora ou não sabem! E tenho aprendido a buscar mais a cada dia apenas de Deus porque são pouquíssimos mesmo que tem uma vida com Deus! E isso me constrange muito....porque eu via tudo de outra forma! apdSJ... então aprendo a cada dia.

Respostas

Postar um comentário

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!