Um erro não corrige outro erro

-Tema:  MOTIVACIONAL  
“Ensinai-me, e eu me calarei; dai-me a entender em que tenho errado” Jó 6.24
-Introdução: O pior de todos os erros é não reconhecer que está errado. O pedido de Jó deve ser inspiração para todas as pessoas que desejam aprender o que é certo. Precisamos estar abertos para ser corrigidos quando erramos. Quem não reconhece onde errou continua no seu erro e comete outras coisas erradas para tentar concertar.
Quando uma coisa começa errada, tem a tendência de continuar errada, pois “um abismo chama outro abismo” (Salmos 42.7), gerando uma sequência de erros. Mas podemos mudar isso. É possível corrigir e mudar enquanto há tempo. A justiça de um homem de Deus não está em não errar nunca, mas em reconhecer quando errou.

Você está repetindo o mesmo erro?

Vamos meditar sobre como mudar quando já erramos:

1- Reconheça o seu erro:

Provérbios 28.13 “o que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia”.
Quando Davi adulterou com Bate-seba (II Samuel 11.1-27), tentou concertar seu erro com outros erros, tirou Urias de seu posto de trabalho como soldado na guerra (v.6), tentou o ludibriar com conversas (v.7), mandou Urias para casa e lhe deu um presente (v.8), o embebedou (v.13), usou o próprio homem como portador de uma carta que seria usada para tirar sua vida (v.14), colocou Urias num lugar perigoso e mandou que deixassem morrer (v.15), então quis corrigir seu erro se casando com a mulher dele (v.27). Davi foi repreendido pelo profeta Natã (I Samuel 12.1-12) e Bate-seba perdeu o bebê que esperava (v.15).
Quando erramos devemos apenas reconhecer que estamos errados e não tentar corrigir com outro erro maior ainda. Seria como cavar um buraco no chão para tirar terra para tapar outro buraco ao lado e deixar um buraco do mesmo jeito. Não confessar os pecados e dizer que não erra é pecado (I João 1.7-9).
Reconheça quando estiver errado!

2- Levantar-se na direção certa:

Salmos 119.67 “Antes de ser afligido, andava errado, mas agora guardo a tua palavra”.
Para ir na direção certa é preciso se concentrar. Se uma pessoa estiver dirigindo um veículo e olhar mais para a direção errada do que a certa, provavelmente poderá se desviar. Muitas vezes nos concentramos muito nos erros e desgastamos a energia que precisamos para acertar. Foque no acerto e não no erro. Este comportamento se torna uma fixação que nos atrai mais para o lado errado do que para o que é correto.
O irmão do filho pródigo, não reconheceu que seu irmão se levantou para a direção certa ao voltar para casa (Lucas 15.28-30). Achou que seu irmão deveria continuar para sempre condenado por seu erro. O erro do pai em não ter orientado seu filho anteriormente e ter sido liberal com o mais novo, bem como o erro do filho pródigo abandonando a família, não seria corrigido por mais um erro do irmão mais velho ao rejeitar o retorno de seu irmão.
Às vezes cobramos demais das pessoas e não as ajudamos a acertar. Enfatizar seu erro não ajuda em nada para aprender o que é certo. Quando uma pessoa cai, Deus lhe dá uma chance de se levantar (Salmo 37.23,24). Todo mundo merece uma segunda chance.
Levante-se e recomece na direção certa!

3- Abandone o que está errado:

Provérbios 10.17 “O caminho para a vida é de quem guarda o ensino, mas o que abandona a repreensão anda errado”.
Pior do que errar é não querer aprender o que é correto. Com diz o ditado popular: ‘errar é humano, mas permanecer no erro é burrice’. Precisamos aprender a fazer o que é certo. Os maus hábitos se tornam tão enraizados em nós que temos dificuldades em mudar.
Quando os fariseus com uma multidão quis apedrejar uma mulher adúltera, estavam tentando corrigir um erro com outro erro (João 8.1-11). Por isso Jesus lhes perguntou se alguém ali não tinha pecado, autorizando que jogasse pedras somente quem nunca tivesse cometido erros (v.7). Então todos “ouvindo eles esta resposta e acusados pela própria consciência, foram-se retirando um por um, a começar pelos mais velhos até aos últimos” (v.9), tiveram que reconhecer que eram pecadores.
Dizer apenas ‘não pode’ não faz o mesmo efeito de “eu também não te condeno” (v.11). As pessoas precisam ser motivadas a acertar e não ser condenadas pelo seu erro. A resposta de Jesus para aquela mulher pecadora foi “vai e não peques mais” (João 8.11). Jesus não condenou a mulher, mas lhe deu uma oportunidade para continuar sua vida de uma forma diferente. Certamente aquelas palavras de Jesus ecoaram em sua alma ao ponto de não desejar mais o pecado.
Tente outra vez, você consegue acertar!

Não tente corrigir um erro com outro erro!

-CONCLUSÃO:
Marcos 2.21 “Ninguém costura remendo de pano novo em veste velha; porque o remendo novo tira parte da veste velha, e fica maior a rotura”.
Tome esta decisão: Não fazer remendos em sua vida. Jesus quem disse que não adianta remendar um pano novo numa roupa velha. Fica pior, além do desperdício. Então quando ver que fez uma coisa errada, reconheça seu erro, se levante na direção certa e abandone o que fazia de errado.

Você pode acertar!

______________________________
Citações Bíblicas: Bíblia Revista e Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.

Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões. Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP - Universidade Metodsita de São Paulo.
Siga Google+.

3 comentários:

  1. joao claro da cunha filho2 de maio de 2017 14:51

    Puxa vida nao tenho como explicar como tudo isso e bom parabens

    ResponderExcluir
  2. Irmao, é II Samuel 11.1-27.

    Ótima mensagem!!! Fica com DEUS!!!!

    ResponderExcluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.
Direitos autorais protegidos:
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Seguidores

Pregações por email

Livro

Livro
E-books do Pr. Welfany Nolasco
Powered by Blogger.