O que é Amor? - Pregações e Estudos Bíblicos

O que é Amor?

-Tema: VIDA CRISTÃ
“Aquele que não ama, não conhece a Deus, pois Deus é amor”. I João 4.8
-Introdução: O amor não é apenas um sentimento. Não é uma emoção passageira. Nem palavras bonitas. Na verdade o amor é uma pessoa: Deus. As características do amor verdadeiro não são humanas e sim Divinas. A maior prova de amor foi Jesus se entregar por nós na cruz (Romanos 5.8). Sem a presença de Deus não é possível amar.

Você conhece o verdadeiro Amor?

Vamos refletir no texto de I João 4.7-21 e formar um acróstico com as letras da palavra amor e refletir sobre seu significado:

1- Aceitação:

I João 4.7 “Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor é de Deus; e todo o que ama é nascido de Deus e conhece a Deus”.
Aceitação é primeira característica do verdadeiro amor é a aceitação. Quem ama aceita o seu próximo como é e não o recrimina, mas perdoa e acolhe. Aceitar não significa concordar com os erros (I Coríntios 13.6) e sim mostrar que a força do amor é muito maior que os problemas, pois “o amor cobre multidão de pecados” (I Pedro 4.10). Somente através do amor de Deus conseguimos aceitar o nosso próximo e amar como a nós mesmos (Marcos 12.31).
O pai do filho pródigo reconheceu seu filho maltrapilho e correu o abraçando, mas logo mandou que lhe dessem vestes novas (Lucas 15.20-22). Isso mostra a sua aceitação e o poder de transformação que a atua pelo amor.
O amor aceita incondicionalmente!

2- Maturidade:

I João 4.9,10 “Nisto se manifestou o amor de Deus para conosco: em que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por meio dele vivamos. Nisto está o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho como propiciação pelos nossos pecados”.
O amor nos faz amadurecer para a vida. Ao enfrentar a cruz, Jesus mostrou muita maturidade e firmeza de propósito aceitando, sobretudo a vontade do Senhor (João 17.1-26). Quando olhamos para tudo que Jesus fez por nós através do seu amor, percebemos que por mais que amemos nunca alcançaremos tamanha força para amar. Mas o propósito de Jesus é nos capacitar para este amor sobrenatural.
Algumas marcas da maturidade no amor são:
a) Persistência:
I João 4.16 “E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem permanece em amor, permanece em Deus, e Deus nele”.
Quem ama consegue perseverar porque sabe que o amor não se acaba.
b) Confiança:
I João 4.17 “Nisto é aperfeiçoado em nós o amor, para que no dia do juízo tenhamos confiança; porque, qual ele é, somos também nós neste mundo”.
O amor traz confiança ao coração que se torna esperançoso e sonhador com um futuro melhor.
c) Não ter medo:
I João 4.18 “No amor não há medo antes o perfeito amor lança fora o medo; porque o medo envolve castigo; e quem tem medo não está aperfeiçoado no amor”.
O amor maduro não tem medo e sim coragem de enfrentar as dificuldades.

Por amor aprendemos a perdoar, acolher, suportar e sofrer (I Coríntios 13.7,8). Aprendemos a deixar “coisas de menino” (I Coríntios 13.11) e ser mais maduros emocionalmente por meio do amor que “não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal” (I Coríntios 13.5). O amor imaturo não sabe esperar, se preocupa muito e exige do outro mais que a si mesmo.
O amor nos faz amadurecer!

3- Obediência:

O maior desafio do amor é amar quem não nos ama. Jesus nos amou antes mesmo de o conhecermos. Por isso nos mandou amar até mesmo nossos inimigos (Mateus 5.44). Por isso o amor não é apenas um sentimento. Se fosse uma emoção, na hora da raiva se perderia. O verdadeiro amor passa por crises, mas no fim aprende a obedecer a Deus. Por isso somos testados o tempo todo até onde suportamos amar o nosso próximo.
I João 4.21 “E dele temos este mandamento, que quem ama a Deus ame também a seu irmão”.
Muitas vezes não sentimos vontade de amar. A ira, desilusão, indignação e outros sentimentos tomam força dentro de nós e achamos que não teremos como amar. Mas quem conhece o amor de Deus sabe que devemos amar por obediência.
Mas o que significa este amor por obediência? É fazer o que Jesus fez e ordenou não somente quando sentimos vontade e sim pela fé de que é o melhor. Mas isso não seria fingimento ou hipocrisia religiosa? Não, se você for sincero com Deus reconhecendo suas dificuldades, mas se rendendo ao que o Senhor nos manda fazer, que é amar.
O amor obedece a Deus!

4- Respeito:

Outra característica do amor é o respeito. Nós não vemos a Deus, mas Ele nos vê o tempo todo e sabe tudo a nosso respeito. Deus nos ama tanto que nos deu liberdade de escolhas na vida, mas nos ensina o seu propósito eterno para cada um de nós que é a vida abundante em Cristo (João 10.10). Jesus veio ao mundo, se colocou em nosso lugar e sofreu as nossas dificuldades até o fim. Este é o maior ato de humanidade e respeito que alguém já teve.
I João 4.20 “Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, não pode amar a Deus, a quem não viu”.
Respeito não é algo que se impõe. Respeitar alguém é tentar compreender o que sente e pensa. Não vemos o que há dentro do coração do nosso próximo, mas Deus que vê e ama nos ensina a respeitar o sentimento do outro. Uma das piores formas de não amar é a incompreensão e desrespeito.
O amor nos ensina a respeitar!

A essência do Amor está em Deus!

-CONCLUSÃO

Sem Jesus é impossível amar. Então precisamos pedir a Deus que nos ensine e nos ajude a amar. O maior sacrifício foi feito por Jesus na cruz abrindo o caminho para que conheçamos o amor de Deus e sejamos capacitados para amar.
Por isso definimos o amor como:
Aceitação do próximo.
Maturidade para suportar dificuldades.
Obediência quando não sentimos vontade.
Respeito às diferenças.
Este é o desafio do amor: aceitar o outro, ser maduro para vencer tudo, obedecer a Deus e respeitar a opinião do nosso próximo.
Quando não conseguir amar, peça ajuda a Jesus!

______________________________
Citações Bíblicas: Bíblia Revista e Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.

Tecnologia do Blogger.