O Caminho do Pecado

-Tema: VIDA CRISTà 


Tiago 1.15 “Então, a cobiça, depois de haver concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, uma vez consumado, gera a morte.”
Introdução: O pecado não acontece por acaso nem de uma vez só, mas é um processo gerado no interior do coração humano, como Jesus mesmo disse (Marcos 7.21-23).
A história do surgimento do pecado é tão atual, que se cumpre a todo o tempo. Qualquer pessoa sincera pode ser testemunha da veracidade destas palavras, descrevendo o processo do erro na vida humana.


Como é o caminho do pecado?

Vamos refletir sobre o caminho de ida e de volta do pecado:

1- O caminho para o pecado

Gênesis 3.6 “Vendo a mulher que a árvore era boa para se comer, agradável aos olhos e árvore desejável para dar entendimento, tomou-lhe do fruto e comeu e deu também ao marido, e ele comeu.”

Existe uma sequência natural de fatores que influenciam o pecado, que é descrito na Palavra de Deus.
·   OLHAR: “vendo a mulher que a árvore era boa para se comer...” (Gênesis 3.6ª).
Primeiro a mulher olhou para o fruto proibido e seu olhar gerou o sentimento. O olhar é uma das portas de entrada do nosso interior e pode gerar o desejo.
·  SENTIR: “...agradável aos olhos e árvore desejável para dar entendimento...” (Gênesis 3.6b).
Depois a mulher sentiu o desejo, chamado também de cobiça em Tiago 1.15. A vontade é o que move a pessoa, por isso o pecado começa com um desejo.
·  FALAR: “...e deu também ao marido...” (Gênesis 3.6c).
Uma séria conversa da mulher com a serpente fomentou o processo do pecado, quando a serpente duvidou da Palavra de Deus e aconselhou a mulher (Gênesis 3.6). Então a mulher falou com o marido lhe dando também do fruto. A verbalização do desejo é um passo em direção ao pecado, quando falamos o que desejamos confirmando a vontade.
· FAZER: “... tomou-lhe do fruto e comeu e deu também ao marido, e ele comeu.” (Gênesis 3.6d). Por fim a mulher comeu do fruto junto com o homem. O ato do pecado é concretizado de forma consciente e voluntaria. O homem também precisou ver, desejar e falar antes de fazer.
A consumação do pecado é um ato que começa com um simples olhar, um desejo, uma palavra e então a atitude, mas desde o início já era pecado. O caminho do pecado não é externo a nós, mas passa pelo olhar, o pensamento, as palavras até os atos. Quando conhecemos este caminho traçado pelo pecado podemos evitar e parar estes passos antes de chegar ao seu fim.
O texto de Tiago 1.15 fala sobre o fim deste caminho: “... o pecado, uma vez consumado, gera a morte”. A serpente mentiu quando disse que não morreriam (Gênesis 3.4) e até hoje tem engando muitas pessoas fazendo-os pensar que o pecado não gera morte (II Coríntios 11.3). Foi justamente o que aconteceu com o homem e a mulher, os primeiros pecadores expulsos do jardim (Gênesis 3.19-22) e até os dias atuais (Romanos 5.12).
Evite o caminho do pecado!

2- A saída do pecado

Romanos 3.22,23 “Agora, porém, libertados do pecado, transformados em servos de Deus, tendes o vosso fruto para a santificação e, por fim, a vida eterna; porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor”.
Todo caminho tem duas vias: ida e volta. Por isso, assim como o caminho para o pecado tem uma direção, também há uma saída.

A mesma sequência pode ser seguida apontando como vencer o pecado:
·   OLHAR para Deus: “Agora, porém, libertados do pecado” (Romanos 3.22ª).
Quando olhamos para Deus, estamos nos buscando sua presença, virando as costas para o mundo e voltando para o Senhor, recebendo sua libertação através da verdade (João 8.32-36).
·  SENTIR a presença de Deus: “...transformados em servos de Deus, tendes o vosso fruto para a santificação e, por fim, a vida eterna...” (Romanos 3.22b).
A presença de Deus nos concede o fruto da santificação, que supera o fruto proibido do pecado, nos transformando de pecadores em servos do Senhor.
· FALAR a Palavra de Deus: “... porque o salário do pecado é a morte...” (Romanos 3.22c). 
   Confessar o pecado é reconhecer o erro e falar com Deus pedindo perdão (Provérbios 28.13). A Palavra de Deus é a verdade e nos alerta seriamente do pecado, por isso precisamos proclamar o ensino do evangelho que é a boa notícia diante da seriedade do pecado e suas consequências.
·   FAZER a vontade de Deus: “... mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Romanos 3.22d).
A vontade de Deus é que possamos obedecer e não desobedecer. Quando deixamos nossos desejos para buscar a vontade do Senhor estamos saindo do caminho do pecado.
Da mesma forma que vamos em direção ao pecado também podemos sair dele com a ajuda do Senhor. Deus é fiel e nos dá forças para vencer (I Coríntios 10.12), nos perdoando e dando uma nova chance ao apagar todos os nossos pecados (I João 1.6-9). Embora o fim do pecado seja a morte, Jesus morreu para nos dar a vida e nos livrar de toda condenação (Colossenses 2.13,14).
Saia do caminho do pecado!

Jesus é a solução para o pecado!

CONCLUSÃO

O caminho do pecado tem um fim muito triste: a morte. Mas existe uma saída: receber a vida em Jesus, que morreu para nos salvar. Através do sangue de Cristo somos libertos de todo mal e renovados para uma nova vida na presença do Senhor (II Coríntios 5.17).
Existe uma saída para o pecado: Jesus!
______________________________
Citações Bíblicas: Bíblia Revista e Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.

#pregação #EstudoBíblico

Siga-nos nas redes sociais:








Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.