Vencendo a Ansiedade

-Tema: MOTIVACIONAL


Lucas 12.22-31
Introdução: Jesus falou, em seu Sermão do Monte, há quase dois mil anos sobre um assunto que afeta a vida moderna: a ansiedade. A palavra original merimnaó (μεριμνάω)* aparece 19 vezes no Novo Testamente e por cinco vezes Jesus cita o termo neste texto (v. 11, 22, 25, 26 e 29), com o sentido de preocupação e distração, justamente o que a ansiedade faz, te ocupar antes da hora e tirar o seu foco.
Jesus fala para “não andeis ansiosos” (v.22 e 26) e depois para “não vos entregueis às inquietações (v.29). Quando Jesus diz para não andar e não se entregar, está ensinando que a ansiedade pode até vir sobre nós, mas não podemos nos deixar ser dominados. Precisamos prosseguir a vida e não deixar que a ansiedade seja maior que nossos sonhos.
Para entender como vencer a ansiedade, precisamos compreender a sua origem e o que nos provoca para estar ansiosos. Quando entendemos os motivos, poderemos tratar desde a raiz do problema e então definir um destino para onde direcionamos nossos sentimentos.


Qual a origem da ansiedade?

Vamos aprender com as palavras de Jesus o que pode gerar ansiedade:


1- Preocupação com coisas essenciais

Lucas 12.22 “A seguir, dirigiu-se Jesus a seus discípulos, dizendo: Por isso, eu vos advirto: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer, nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir”

Jesus sabia que as pessoas viviam dificuldades no seu tempo, quando haviam muitas injustiça e exploração, por isso falou de coisas comuns, como comida (v.22 e 29) e vestes (v.22, 27,28). Por isso usa termos como semeadura, colheita, fiação de tecidos (v.27), bens (v.33), tesouro (v.34) e a unidade de medida ‘côvado’ (v.25) para falar sobre o trabalho, um dos motivos que causam ansiedade.
Neste sentido a ansiedade pode ser de dois tipos:
- Positiva: coisas que deseja ter ou fazer e isso dá prazer (II Timóteo 1.4 e Tiago 4.13-15).
- Negativa: coisas que tem medo que aconteçam (Salmos 27.3).
Mesmo a ansiedade positiva, que nos move em direção ao que desejamos, mas que pode se tornar em uma frustração posterior, se não acontecer como queremos, como também a ansiedade negativa que nos faz temer o mal antes de acontecer, precisam ser controladas para não nos dominar.
Não deixe a ansiedade te dominar!

2- Preocupação com o tempo

Lucas 12.25 “Qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida?”

A questão do tempo também é uma fonte de ansiedade, pois vivemos cumprindo prazos. A vida corrida do mundo modernos exige horários e datas para tudo, desde a partida de uma viagem, um atendimento marcado e até o pagamento de contas. Por isso muitas ansiedades estão relacionadas ao tempo.
Neste sentido a ansiedade tem duas origens:
- Passado: ansiedade por causa de coisas que aconteceram durante a vida e causam más lembranças (Lamentações 3.21).
- Futuro: pré-ocupação com coisas que ainda vão acontecer (Filipenses 4.6).
O tempo não pertence a nós e não conseguimos mudar a ordem natural, mas podemos cuidar de nosso coração e mente. Se não podemos alcançar algo que está acima de nós e se não conseguimos mudar o tempo, podemos entregar tudo nas mãos de quem é maior e pode transformar todas as coisas: Deus.
Não deixe a preocupação com o tempo te dominar!

3- Preocupação gerada por sentimentos

Lucas 12.26 “Se, portanto, nada podeis fazer quanto às coisas mínimas, por que andais ansiosos pelas outras?”

As emoções dominam nossas vidas e nem sempre entendemos os seus ‘porquês’. Por isso o medo, a tristeza, a angústia, a raiva e muitos outros sentimentos podem alimentar mais ainda a ansiedade. Jesus ensina a se render diante do impossível e confiar em Deus que pode fazer o que não podemos. Precisamos parar de alimentar sentimentos ruins e fortalecer boas impressões.
Existem fatos e palavras que geram ansiedades, mas nosso coração não pode estar sujeito totalmente às coisas externas, por isso precisamos da “couraça da justiça” (Efésios 6.14), que protege o peito do soldado, como símbolo de proteção emocional.
Jesus manda olhar:
- Pássaros: corvos e outros animais (v.24), que representa a liberdade;
- Flores: os lírios no campo (v.27), que nos lembra da beleza da vida.
Precisamos parar de olhar para as coisas pequenas ou ruins e contemplar a beleza de tudo o que Deus criou, como os pássaros que em sua fragilidade têm leveza para voar. Os sentimentos podem passar, mas a bênção do Senhor permanece sobre nós.
Não deixe sentimentos ruins te dominarem!

Entregue sua ansiedade para o Senhor!

CONCLUSÃO

v. 29 “vosso Pai sabe que necessitais delas”
Falamos de onde vem a ansiedade, que são coisas essenciais da vida, o tempo e os sentimentos, mas não podemos esquecer de pensar para onde vai a nossa ansiedade, precisamos entregar toda ansiedade nas mãos do Senhor em oração “lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós” (I Pedro 5.7). A oração é solução para a ansiedade, quando desabafamos e entregamos todas as preocupações diante do Senhor (Salmos 38.9).

A oração é um remédio para ansiedade!


OBSERVAÇÃO: Não podemos negligenciar a necessidade de acompanhamento profissional com terapeutas e profissionais especializados, de acordo com a necessidade. A medicina também é um dom de Deus.

______________________________
Citações Bíblicas: ARA –Almeida Revista e Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.

* STRONG, James. Dicionário Grego do Novo Testamento. Bíblia de Estudo Palavras-Chave: Hebraico. Grego. Tradução de João Ferreira de Almeida. Edição Revista e Corrigida. Rio de Janeiro: CPAD, 2011. Verbete 3309. Página 2297.

#pregação #EstudoBíblico #ansiedade


Siga-nos nas redes sociais:








Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.