Religião Real ou Virtual?

Tema: VIDA CRISTà


I Coríntios 5.3 “Eu, na verdade, ainda que ausente em pessoa, mas presente em espírito”

Introdução: O apóstolo Paulo em seu pastoreio à Igreja de Corinto, precisou aprender a construir uma relação à distância para manter o cuidado e espiritualidade dos seus discípulos. Com outras igrejas como os Colossenses e os Filipenses Paulo testemunha que não teve dificuldades na relação à distância (Colossenses 2.5 e Filipenses 1.27), mas para pastorear os coríntios, foi um grande desafio.

A estratégia usada por Paulo foi manter contato com as pessoas usando o meio de comunicação mais moderno da época que era o envio de cartas, dizendo: (I Coríntios 5.3). Paulo usa constantemente o paralelo entre as palavras ausente e presente para mostrar os níveis de sua relação com os coríntios, quando estava presente fisicamente ou virtualmente.

Vivemos em um tempo em que a comunicação virtual se torna indispensável para qualquer relação, até mesmo para a religiosidade. Isso pode trazer grandes benefícios, mas requer alguns cuidados.


Qual a diferença entre religião real e virtual?

Vamos refletir sobre a vida espiritual em nível real e virtual:


1- A religião virtual é diferente da real

II Coríntios 10.1,2 “E eu mesmo, Paulo, vos rogo, pela mansidão e benignidade de Cristo, eu que, na verdade, quando presente entre vós, sou humilde; mas, quando ausente, ousado para convosco, sim, eu vos rogo que não tenha de ser ousado, quando presente, servindo-me daquela firmeza com que penso devo tratar alguns que nos julgam como se andássemos em disposições de mundano proceder.”

A principal diferença de uma relação virtual é a distância física entre as pessoas, mas que pode ser superada pela aproximação virtual. Um dos perigos do mundo virtual é a superficialidade ou aparências, podendo enganar e ser enganado.

Paulo reconhece as dificuldades que tinha no relacionamento à distância com os Coríntios, demonstrando ser mais rígido quando estava longe e mais amável quando estava presente. Isso nos ensina sobre a diferença no nível de relacionamento virtual e presencial. Precisamos discernir esta diferença e usar de forma sábia e consciente.

Reconheça a diferença entre o real e o virtual!


2- Precisa haver equilíbrio entre o real e o virtual

II Coríntios 10.11 “Considere o tal isto: que o que somos na palavra por cartas, estando ausentes, tal seremos em atos, quando presentes.”

O equilíbrio é essencial para tudo na vida, principalmente para os relacionamentos. A incoerência é uma característica humana que precisa ser trabalhada essencialmente no caráter da pessoa e pode refletir em sua vida espiritual.

O apóstolo Paulo se preocupava em ser coerente entre suas palavras e atos, tanto presente como ausente. Por isso Paulo tinha crédito com seus discípulos, que confiavam na veracidade de suas palavras. Suas cartas tinham relevância prática para a vida da comunidade de fé, que se sentia pastoreada, mesmo à distância.

Infelizmente existe um desequilíbrio de muitas pessoas quando estão interagindo virtualmente, pensando que atrás de uma tela podem dizer ou fazer o que quiser, sem pensar nas consequências e nos direitos das outras pessoas. Se uma pessoa age de uma forma das redes sociais e de outra forma quando ausente, algo está errado. Por exemplo, não seria correto para ser ‘amigo’ de alguém somente de forma virtual em seu painel social, se na prática não tiver ligação pessoal.

Mesmo para a evangelização através dos meios tecnológicos precisamos pensar nesta moderação, como característica cristã, para sermos sal da terra e luz do mundo, testemunhando o evangelho para todos (Mateus 5.14).

Busque ser equilibrado entre o real e o virtual!

 

3- O que acontece na vida real reflete no mundo virtual

II Coríntios 13.10 “Portanto, escrevo estas coisas, estando ausente, para que, estando presente, não venha a usar de rigor segundo a autoridade que o Senhor me conferiu para edificação e não para destruir.”

Tudo o que fazemos de forma presente pode refletir no mundo virtual. Então se a pessoa tem uma religiosidade prática e sincera presentemente, o recurso virtual irá acrescentar em sua fé. Mas se por outro lado a pessoa não cultiva sua fé, o recurso virtual irá contribuir para sua superficialidade.

Paulo aprendeu a conviver com os coríntios tanto longe como perto, por isso afirmou: “Já o disse anteriormente e torno a dizer, como fiz quando estive presente pela segunda vez; mas, agora, estando ausente (II Coríntios 13.2). O apóstolo assumiu as dificuldades desta relação à distância, deixando claro que seu relacionamento presencial era a base para suas palavras à distância.

Esse reflexo do real sobre o virtual é inevitável. Estas duas características são praticamente inseparáveis nos tempos modernos. Uma pessoa infiel no relacionamento virtual, também o faz de forma presente. Sendo assim, o que é real pode ser demonstrado de forma virtual. Por outro lado, o que fazemos de forma virtual se manifesta de forma real e prática em nossas vidas.


Expresse sua fé Real através do Virtual!

CONCLUSÃO

II Coríntios 5.9 “É por isso que também nos esforçamos, quer presentes, quer ausentes, para lhe sermos agradáveis”.

A fé precisa ser expressada tanto de forma presencial como virtual. Ambos os modos podem ser reais, dependendo da pessoa, de sua intencionalidade e intensidade. Paulo buscava este objetivo de abençoar as pessoas através de suas cartas, demonstrando o que ele era pessoalmente.

A Igreja atual vivencia um grande desafio, de alcançar o mundo moderno com uma linguagem atualizada, mas também é a maior de todas oportunidades para divulgação do evangelho em todo o mundo, pelos recursos tecnológicos avançados, que proporcionam grande alcance.

Viva pela fé até mesmo virtualmente!

______________________________

Citações Bíblicas: NAA – Nova Almeida Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.

 

#pregação #EstudoBíblico

Siga-nos nas redes sociais:








Oferte abençoando este ministério:

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Agência 4386 - Operação 001 - Conta 22027-1

BANCO DO BRASIL
Agência 5890-4 - Conta Corrente 1415-x


Tecnologia do Blogger.