Encontre uma Pregação

2

Liberdade!!!


-Tema: LIBERTAÇÃO
João 8.32
-Dinâmica: entregar um pedaço de barbante para cada pessoa e pedir que em duplas, um amarre o outro com as duas mãos juntas como se fosse uma algema. Pedir que permaneçam com as mãos presas enquanto ouvem a pregação para refletir sobre a necessidade de libertação que temos. Durante a oração final todos serão convidados a arrebentar o barbante como sinal de libertação.
-Ilustração: Quando criança tive a experiência de soltar um passarinho da gaiola esperando vê-lo voar. Infelizmente não voou. Depois meu pai me explicou que aquele passarinho foi criado em cativeiro e nunca aprendeu a voar. O passarinho caiu e morreu.  Com isso aprendo que ser livre não é apenas ser solto. Ser livre é voar. Muitos jovens acham que são livres e se prendem em coisas do mundo e acabam morrendo. Quando adoramos a Deus, experimentamos a verdadeira liberdade de atravessar o céu em oração e transpor todas as barreiras.
-Introdução: Vivemos em tempos que se prega a liberdade. Liberdade de expressão, liberdade religiosa, política, econômica, etc. Até mesmo os povos de cultura mulçumana, tão rígida estão em busca de liberdade para suas nações.
Contudo a liberdade não pode ser confundida com libertinagem, que é uma liberdade descontrolada. Sabemos que nossa liberdade tem um limite onde começa a liberdade do nosso próximo. Como Jesus ensinou “Tudo quanto, pois, quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vós também a eles;” (Mateus 7.12) e o apóstolo Paulo também “Vede, porém, que esta vossa liberdade não venha, de algum modo, a ser tropeço para os fracos.” (1 Coríntios 8.9).
A bandeira de Minas Gerais está escrito LIBERTAS QUÆ SERA TAMEN (muitas vezes traduzido como "Liberdade ainda que tardia"). Este lema nos traz uma lição importante, precisamos buscar nossa libertação enquanto é cedo (Isaías 55.6).
Você já foi liberto? Você é livre?
Vamos refletir sobre o tema libertação abordando três áreas humanas passíveis de aprisionamento e sua necessidade de libertação:


1- Libertação do corpo, COISAS / VÍCIOS:
Muitas pessoas estão apegadas a objetos. São materialistas. Escravos da tecnologia, do dinheiro, da comida, bebidas, moda, etc. Por isso caem em muitos vícios como jogos de azar, jogos virtuais, novelas (palavra que vem de novelo = enrolar), glutonaria, bebedices, cigarros, avareza (vício por dinheiro) e até por sexo.
O vício é algo que domina. Uma prática que se torna hábito e não pode mais ser controlada.
A vaidade excessiva faz a pessoa ser escrava de si mesma com medo de envelhecer. Cuidar do corpo, da beleza e da saúde é bom, mas não pode ser algo doentio e destrutivo. A ditadura da beleza não pode nos restringir à felicidade.
Esta libertação ocorre no âmbito corporal. Precisamos libertar nosso corpo de qualquer dependência. Deus não criou o ser humano para ser dominado e sim para dominar (Gênesis 1.27).
Liberte seu corpo de coisas que podem se tornar vícios!
                        
2- Libertação da Alma, EGO / MEDO:
Muitas pessoas são aprisionadas em si mesmas. Isso pode ser percebido pela timidez excessiva, inibição ou até mesmo por máscaras que a pessoa assume com um estilo de vida que venha esconder quem realmente é.
O medo é uma mentira, uma ameaça de algo ruim que possa acontecer. A noção de perigo é um medo saudável que nos leva a ter cuidado com coisas perigosas. Mas o medo cria personagens e situações fictícias aumentando o perigo ou criando ilusões perigosas irreais.
As mágoas, raiva, rancor e ódio também são uma prisão para a alma. A raiva é um medo de que o outro seja melhor do que eu, um medo de perder. um sábio dizia que quando ficamos com raiva de alguém, vamos dormir com essa pessoa na cabeça. Deus não nos quer presos a sentimentos ruins. O amor nos permite estar livres o tempo todo.
Os traumas marcam a vida de pessoas para sempre. Por isso recomendamos aos pais que não ensinem seus filhos a ter medo e nem os ameacem, pois uma mariposa pode se tornar um monstro se houver medo.
Quem tem medo sofre por causa do passado, do presente e do futuro. Esse medo só pode ser controlado dentro de si mesmo. Por isso o autor Augusto Cury em O código da Inteligência, recomenda a duvidar de nossos medos. Faça este exercício, duvide, pergunte: por que eu estou com medo? Há alguma razão? Então reflita e verá que não há por que temer. Esse exercício desconstrói o medo reeditando nossa memória para não temer mais.
A Bíblia tem o vocábulo “não temas” 365 vezes para nos lembrar todos os dias do ano que não há o que temer.
Deus não quer ver o homem/mulher ser escravo de nada, nem de si mesmo. O Senhor nos deu o fôlego de vida e nos deu capacidade de escolher o que é certo ou errado e nada disso pode nos dominar “Porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação.” (2 Timóteo 1.7).
Liberte sua alma de qualquer coisa dentro de si mesmo que possa te amedrontar.

3- Libertação do Espírito, PESSOAS / IDOLATRIA:
O principal motivo que leva alguém a praticar a idolatria é o aprendizado com outras pessoas. Para ser aceito num grupo social, aderimos a times de futebol, partido político, fã clube, admiração por pessoas famosas, ou até mesmo reverenciar imagens de escultura. Tudo isso pode ser um tipo de idolatria.
Idolatria é tudo o que ocupa o lugar que só pertence a Deus em nossas vidas. Nada pode é maior que Deus. Por isso se colocamos algo em maior importância que o Senhor em nossas vidas, isso é idolatria.
A maior dificuldade de uma pessoa idólatra em quebrar seu vínculo com a idolatria é o fato de ter que romper com o grupo de pessoas que pratica tal hábito. Por isso é preciso de uma libertação da opinião das pessoas para chegar à liberdade de espírito. Muitas pessoas são presas ao que os outros pensam e isso paralisa suas vidas tendo que viver para agradar outros. Um relacionamento saudável não é obsessivo nem possessivo.
Quando um ser humano idolatra outro sempre acontece decepções, pois a própria palavra de Deus já avisa que “Maldito o homem que confia no homem, faz da carne mortal o seu braço e aparta o seu coração do SENHOR!” (Jeremias 17.5).
Liberte seu espírito de qualquer influência de pessoas que possa se tornar uma idolatria.
Deus nos criou para a liberdade!
-CONCLUSÃO: Ora, o Senhor é o Espírito; e, onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade. (2 Coríntios 3.17)
A palavra de Deus é como uma espada que corta profundamente (Hebreus 4.12) e desfaz todas as amarras do mau, também é como um martelo que esmiúça a penha (Jeremias 23.29) e como uma chave que abre as portas para a libertação (Apocalipse 3.8).
Deixe o Senhor cortar os embaraços, quebrar as muralhas e abrir portas para libertar sua vida.
Deus quer nos ver totalmente livres:
-no corpo, de coisas que podem se tornar vícios;
-na alma de qualquer coisa dentro de si mesmo que amedronta;
-no espírito de qualquer influência de pessoas que possa se tornar uma idolatria.
  Agora que você foi liberto, não deixe que nada te prenda novamente, pois "Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Permanecei, pois, firmes e não vos submetais, de novo, a jugo de escravidão" (Gálatas 5.1).


2 comentários:

  1. Email, pauloluiz41@hotmail.com

    Reflexões para serem usadas no século 21.

    Nosso passado é o melhor presente que recebemos na vida, ele será muito importante e útil se for usado com inteligência no nosso futuro.

    Nós só seremos solidários de verdade quando nós sentirmos o desejo de estarmos em mais de um lugar ao mesmo tempo.

    Se quiseres amar o próximo de verdade, esqueça por um momento os seus desejos mundanos e caminhe solidário pela senda dos necessitados.

    Coisas importantes devem ser construídas fora do nosso eu, pois coisas construídas somente dentro de nós são consideradas egoísmo.

    Quem vive a vida toda só para si, quando morrer sua bagagem estará incompleta, pois estará faltando agradecimentos.

    Na nossa vida existem dois caminhos, o certo e o errado, cabe a você decidir qual deles receberá os seus passos, nunca deixe que outrem interfira em seu livre arbítrio e sua soberana decisão.

    Não se esqueçam vivemos em um mundo de realidade, sendo assim temos que acreditar no que vemos e sentimos, qualquer coisa utópica e sobrenatural é fantasia.

    Se acomodar usando somente a fé é considerado preguiça mental, portanto use sua inteligência para procurar entender o intrincado mistério que envolve a nossa existência na terra.

    Se quiseres ser humano e solidário no caminho da vida não de a mão somente a quem estiver ao seu lado, se quiseres ajudar dê sua mão preferencialmente a quem estiver mais para traz.

    Tudo na vida passa. Somente o que não nos abandona é o desejo de sermos felizes, mas a felicidade só virá realmente quando todos os seres humanos se sentirem gozando de uma felicidade plena duradoura e coletiva.

    Paulo Luiz Mendonça.

    ResponderExcluir
  2. muito bom esse tema sobre a libertaçao. francisco assis.

    ResponderExcluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
Muito obrigado por participar!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...