Os nomes de Deus - Pregações e Estudos Bíblicos

Os nomes de Deus

tetragrama hebraico

“Não tomarás o nome do SENHOR, teu Deus, em vão, porque o SENHOR não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão”. Êxodo 20.7

Introdução: Devido ao mandamento da lei citado no texto, o povo de Israel tinha uma imensa reverência com o nome do Senhor. Tomavam todo o cuidado ao pronunciar o nome de Deus porque Seu nome é santo.
O que é falar o nome de Deus em vão?   Talvez seria dizer à toa, irrefletidamente (como: ai meu Deus!) ou em piadinhas.
Em contrapartida a esse respeito todo com o nome de Deus, também achavam que um só nome não seria o suficiente para expressar a “multiforme graça de Deus” (I Pedro 4.10). Então de acordo com a situação que viviam expressavam um nome de Deus que declarava o poder de Deus para resolver seus problemas, juntamente com sua fé na capacidade Divina.
Em diversos momentos da história de Israel quando Deus os livrava eles associavam a sua necessidade ao nome Divino (EL ou JEOVÁ) expressando sua fé no Senhor.
Os nomes de Deus nos mostram os atributos da personalidade Divina e nos levam a compreender melhor quem é o nosso Deus. Estudamos muito a palavra de Deus, a história do povo de Deus, Suas promessas e mandamentos e muitas vezes esquecemos que precisamos conhecer mais do próprio Deus.

OBSERVAÇÕES

a) Como a língua hebraica é muito diferente da portuguesa e de difícil tradução para esta, você poderá encontrar grafias e pronúncias diferentes das que apresentaremos aqui. Por exemplo o nome Jeová no original se diz IERROVÁH ou IHAVEH, também de forma simplificada: Javé ou Jah. Comumente se encontra no lugar de V um W e um H depois da última vogal. O importante aqui é o significado!
b) Este estudo não apresenta novidades espirituais ou místicas como por exemplo uma fórmula de orações utilizando estes nomes (embora isso possa ser feito). O grande acréscimo deste estudo é o conhecimento de Deus, como se revelava ao seu povo e como este povo o invocava. Nossa prática cristã é neotestementária. A ‘receita’ ensinada por Jesus para a oração é orar ao Pai em nome do Filho e sob a intercessão do Espírito Santo (João 16.8-11; 23 e 24).
c) Não é necessário chamar a Deus por estes nomes como ensinam algumas seitas. Estes nomes estão muitos ligados à cultura judaica.

Vejamos 20 nomes de Deus utilizados no Antigo Testamento:

ASSISTA o estudo:

Clique nos links e aprenda mais sobre cada nome de Deus:
Em Jesus encontramos tudo o que foi falado e recebemos todas as bênçãos citadas e podemos pedir tudo em seu nome (João 14.13,14). Através de Cristo temos o acesso direto a Deus (ler todos os nomes no quadro). O nome de Jesus é o nome supremo sobre tudo, através dEle a obra  é completa em nossa vida!

BIBLIOGRAFIA

HICKEY, Marilyn, Os Nomes de Deus, 1º  Edição 1994, Rio de Janeiro, Editora Adhonep, 211 pág.
BOYER, O.S. Pequena Enciclopédia Bíblica, 1996, 22º Edição, São Paulo, Editora VIDA, 664 pág.

livro os nomes de Deus

E-book: Os Nomes de Deus 

Os nomes de Deus são expressões usadas pelo povo de Israel para se referir ao Senhor através de seus atributos e obras maravilhosas. Em cada fase da história do povo de Deus, aprenderam um pouco mais sobre a glória do Senhor e o chamavam por nomes que marcavam esse momento. Este estudo é um convite a se relacionar cada vez mais com um Deus que é tudo que precisamos e sempre se revela a nós com amor.

Adquira o e-Book

Tecnologia do Blogger.