O Fruto do Espírito: AMOR

-Tema: FRUTO DO ESPÍRITO  
“Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós; e devemos dar nossa vida pelos irmãos” I João 3.16
-Introdução: O amor é fruto porque deve ser semeado, cuidado e quando colhemos devemos reconhecer que somente Deus pode fazer brotar e crescer. Quando desfrutamos do amor, sentimos o prazer e bem estar inigualáveis que saciam a alma do ser humano.
Para o mundo, o sentido do amor foi deturpado. Quando as pessoas falam que ‘amam sorvete’, ou que ‘fazer amor’ é apenas o ato sexual, ou que ‘amor’ é um tempero artificial para comida. Nada disso pode explicar o verdadeiro amor.
O apóstolo João, era conhecido como o “discípulo amado” (João 19.26), porque em sua vida o que mais marcava era o amor que conheceu em Jesus. Em sua primeira carta à Igreja Cristã, se preocupa em definir e ensinar sobre o verdadeiro amor que vem de Deus 1. Várias doutrinas e costumes estranhos estavam tentando se infiltrar na igreja e o apóstolo procurou trazer o povo de volta ao que é mais importante: o amor de Deus. A primeira epístola de João pode ser chamada de ‘uma carta de amor’.

Como é fruto do amor?

Vamos aprender sobre o amor através da carta de I João:


1- O que é o Amor?

I João 4.8 “Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor”.
Na verdade, a pergunta correta seria: Quem é o Amor? Deus é a essência do Amor e o Amor é a essência Divina. O amor de Deus é sacrificial e incondicional (Romanos 5.8). Então o amor não é um sentimento passageiro, mas sim atitudes características da pessoa de Deus.

a) O amor é uma entrega total:

I João 4.9 “Nisto se manifestou o amor de Deus em nós: em haver Deus enviado o seu Filho unigênito ao mundo, para vivermos por meio dele”.
Deus entregou o seu Filho Jesus Cristo por amor a nós para mostrar quem o amor se doa voluntariamente pelo outro.

b) O amor perdoa:

I João 4.10 “Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou e enviou o seu Filho como propiciação pelos nossos pecados”.
Quem ama é capaz de perdoar como Jesus que nos perdoou de nossos pecados mesmo não sendo merecedores.

c) O amor é Gratidão a Deus:

I João 4.11 “Amados, se Deus de tal maneira nos amou, devemos nós também amar uns aos outros”.
O amor nos faz ser gratos primeiramente a Deus e também ao nosso próximo por tudo o que nos faz. A ingratidão é um sintoma de desamor.

d) O amor é a presença de Deus:

I João 4.12 “Ninguém jamais viu a Deus; se amarmos uns aos outros, Deus permanece em nós, e o seu amor é, em nós, aperfeiçoado”.
Sem a presença de Deus é impossível amar, pois o próprio Deus é o amor presente em nós.

e) O amor é obediência:

I João 5.3 “Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; ora, os seus mandamentos não são penosos”.
Quem ama consegue obedecer por amor e não por obrigação ou sacrifício. A obediência não é difícil se houver amor.

A única forma de conhecer o amor é conhecendo a Deus e para permanecer no amor precisa continuar na presença de Deus. Somente Deus pode capacitar o ser humano a amar verdadeiramente.
Deus é o verdadeiro amor!

ASSISTA:

2- Como Amar?

I João 4.21 “Ora, temos, da parte dele, este mandamento: que aquele que ama a Deus, ame também a seu irmão”.
O amor não é um sentimento passageiro, mas sim as características da pessoa de Deus. O amor é o maior mandamento (Marcos 12.30,31) e também o maior dom (I Coríntios 13.2).

a) Guardando a Palavra:

I Joao 2.5 “Aquele, entretanto, que guarda a sua palavra, nele, verdadeiramente, tem sido aperfeiçoado o amor de Deus. Nisto sabemos que estamos nele”.
Através da Palavra de Deus aprendemos sobre o verdadeiro amor revelado em Jesus.

b) Conhecendo o amor de Deus:

I João 3.1 “Vede que grande amor nos tem concedido o Pai, a ponto de sermos chamados filhos de Deus; e, de fato, somos filhos de Deus. Por essa razão, o mundo não nos conhece, porquanto não o conheceu a ele mesmo”.
Quando conhecemos o amor de Deus por nós e nos entregamos a Jesus, recebemos o amor Divino em nossos corações.

c) Com atitudes práticas:

I João 3.17 “Ora, aquele que possuir recursos deste mundo, e vir a seu irmão padecer necessidade, e fechar-lhe o seu coração, como pode permanecer nele o amor de Deus?”.
Amar não é apenas um discurso bonito, mas deve ser expressado além das palavras, com atitudes práticas.

d) Nascer para Deus:

I João 4.7 “Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de Deus; e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus”.
O novo nascimento marca uma nova vida cheia de amor, deixando o passado de maldade.

e) Permanecendo em Deus:

I João 4.16 “E nós conhecemos e cremos no amor que Deus tem por nós. Deus é amor, e aquele que permanece no amor permanece em Deus, e Deus, nele”.
A cada dia precisamos crescer e aprender a amar com Jesus que é o nosso Mestre do amor.

Assim como as pessoas aprendem a não amar através do que o mundo faz e ensina, também podemos aprender amar seguindo o que Deus tem para nossas vidas: viver em amor.
Você pode aprender a amar!

3- Características de quem Ama:

I João 4.17 “Nisto é em nós aperfeiçoado o amor, para que, no Dia do Juízo, mantenhamos confiança; pois, segundo ele é, também nós somos neste mundo”.
Ninguém pode julgar ao outro se está amando ou não, pois não sabemos o que se passa em seu coração, mas podemos observar as características próprias de quem conhece e pratica o amor (I Tessalonicenses 5.21).

a) Andar na luz:

I João 2.10 “Aquele que ama a seu irmão permanece na luz, e nele não há nenhum tropeço”.
Quando amamos somos iluminados pela a luz de Deus que vence as trevas do mal com sua maior força que é o amor (João 1.5).

b) Ser filho/a de Deus:

I João 3.10 “Nisto são manifestos os filhos de Deus e os filhos do diabo: todo aquele que não pratica justiça não procede de Deus, nem aquele que não ama a seu irmão”.
Como um filho se parece com seus pais em todos os sentidos, desde o físico aos hábitos, quem se torna filho de Deus também aprende amar.

c) Vencer a morte:

I João 3.14 “Nós sabemos que já passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos; aquele que não ama permanece na morte”.
A morte significa todo mal quem vem do inimigo (João 10.10) e a vida vem de Deus que é mais forte para vencer a morte.

d) Vencer a mentira:

I João 4.20 “Se alguém disser: Amo a Deus, e odiar a seu irmão, é mentiroso; pois aquele que não ama a seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê”.
Quem ama sabe falar a verdade em amor (Efésios 4.15)

e) Vencer o medo:

I João 4.18 “No amor não existe medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo. Ora, o medo produz tormento; logo, aquele que teme não é aperfeiçoado no amor”.
O amor traz a confiança e certeza da presença de Deus para vencer todas as coisas e por isso não há o que temer.

Como cristãos precisamos buscar e cultivar as características de uma vida em amor. É necessário partir para a prática e não somente as palavras bonitas.
Busque as características do amor em sua vida!

Frutifique em amor!

-CONCLUSÃO:

I João 2.15 “Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele”.
A coisa mais importante que Deus procura em nós é o amor que nos faz retornar à sua “imagem e semelhança” (Gênesis 1.27). Conheça o amor verdadeiro, procure aprender amar e viva as características do amor.
Muitas pessoas não amam porque nunca foram amadas, então não sabem como amar. Mas quando conhecemos a Jesus, o verdadeiro amor passa a fazer parte de nossas vidas e tudo se transforma.

Deus ama você!

______________________________
Citações Bíblicas: Bíblia Revista e Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.
1 Bíblia King James Atualizada (KJA). São Paulo: Sociedade Líbero-Americana e Abba Press no Brasil, 2012. Página 2435.

Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões.
Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP - Universidade Metodista de São Paulo.
Pós Graduação em Filosofia pela ISEIB - Instituto Superior de Educação Ibituruna.
Licenciatura em Letras pela ISEED - Instituto Educacional Elvira Dayrell.
Extensão em Grego Bíblico pela MACKENZIE - CPAJ.
Siga Google+.

0 COMENTE!:

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.
Direitos autorais protegidos:
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Seguidores

Pregações por email

Livro

Livro
E-books do Pr. Welfany Nolasco
Powered by Blogger.