Obras da carne: IMPUREZA

-Tema: SANTIDADE

“Tendo, pois, ó amados, tais promessas, purifiquemo-nos de toda impureza, tanto da carne como do espírito, aperfeiçoando a nossa santidade no temor de Deus” II Coríntios 7.1


-Introdução: Uma coisa impura é porque foi contaminada por algo sujo ou estranho. O povo de Deus tinha sempre em mente a visão do que é puro ou impuro, preocupando-se sempre em não se contaminar (Ageu 2.13,14). Nos rituais de purificação, o povo devia lavar as suas vestes (Êxodo 19.10) e oferecer sacrifício pelo pecado (Levítico 16.16-19 e 30).
Alguns exemplos de rituais de purificação na Bíblia:
Purificação dos objetos do templo (I Crônicas 23.28 e 29.4).
Purificação do templo (II Crônicas 29.15-18 e Neemias 13.9).
Purificação do altar (Êxodo 29.36 e Levítico 8.15).
Purificação dos levitas (Números 8.6-21 e Neemias 13.22).
Purificação da mulher após o parto (Levítico 12.4-7).
Purificação de pessoas com hemorragia (Levítico 15.13).
Purificação do leproso (Levítico 13.7-35 e 14.1-52).
Purificação de uma casa com a água purificadora (Números 19.1-22).
Hoje sabemos que a purificação de nossos pecados vem pelo sangue de Jesus (Hebreus 9.13,14 e 22,23) e não apenas por rituais (Hebreus 10.2). Quando nos arrependemos e confessamos somos perdoados e purificados pelo sangue de Jesus (I João 1.7-9). Também nos conservamos limpos “tendo purificado a vossa alma, pela vossa obediência à verdade” (I Pedro 1.22), além de acreditar “purificando-lhes pela fé o coração” (Atos 15.9) e estudar a Bíblia “para que a santificasse, tendo-a purificado por meio da lavagem de água pela palavra” (Efésios 5.26).

Como purificar minha vida?

Vamos refletir alguns tipos de impureza que precisamos vencer:


1- Impureza na MENTE:

Hebreus 10.22 “aproximemo-nos, com sincero coração, em plena certeza de fé, tendo o coração purificado de má consciência e lavado o corpo com água pura”.
A primeira característica da impureza está em nossas mentes. A malícia muitas vezes faz com que as pessoas só pensem coisas ruins do seu próximo (I Coríntios 14.20). Por isso o apóstolo Paulo profetizou que no fim dos tempos as pessoas viveriam “pela hipocrisia dos que falam mentiras e que têm cauterizada a própria consciência” (I Timóteo 4.2), o que impede as pessoas de abrir sua mente para a verdade.
Como Cristãos, devemos procurar ter “a mente de Cristo” (I Coríntios 10.16), “levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo” (II Coríntios 10.5), procurando pensar que agrada ao Senhor.
Como diz o ditado popular: ‘mente vazia é oficina do diabo’. Então a Palavra de Deus nos orienta em que devemos pensar: “Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento” (Filipenses 4.8). Peça a Deus que purifique os seus pensamentos e se ocupe sempre com coisas que edificam para preencher sua mente.
Para saber mais sobre o assunto, leia o estudo: VENCENDO OS MAUS PENSAMENTOS.
Os maus pensamentos são uma forma de impureza!

2- Impureza nos OLHOS:

Mateus 6.23 “se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas. Portanto, caso a luz que em ti há sejam trevas, que grandes trevas serão!”.
Jesus sabia que os olhos são uma porta de entrada para nosso ser e através dos olhos, imagens são gravadas em nosso mente de forma que nunca mais se apaga. Mas Deus em sua sabedoria, criou em nós as pálpebras que se fecham espontaneamente e que precisamos aprender a fechar voluntariamente para não ver coisas impuras.
Jesus também disse que o olhar cobiçando uma outra pessoa é pecado (Mateus 5.28), também chamada de “concupiscência dos olhos” (I João 2.16), que é o olhar com desejo impuro.
Entre as sete coisas que Deus mais abomina, estão os “olhos altivos” (Provérbios 6.17), que é um ato de orgulho olhando as pessoas como se estivesse por cima, estão.
A cegueira espiritual acontece quando os olhos já estão tão impuros, que já não conseguem mais enxergar sua realidade, “pois aquele a quem estas coisas não estão presentes é cego, vendo só o que está perto, esquecido da purificação dos seus pecados de outrora” (II Pedro 1.9). Assim como Deus fez com Saulo, precisamos reconhecer nossa cegueira espiritual e pedir que o Senhor tire as escamas de nossos olhos (Atos 9.18).
Precisamos pedir a Deus que purifique nossos olhos, dizendo como o salmista “Não porei coisa injusta diante dos meus olhos; aborreço o proceder dos que se desviam; nada disto se me pegará” (Salmos 101.3). Esta fala deveria ser colocada em nossos celulares, computadores e televisores, para lembrarmos de não ver coisas impuras, nem dar ibope para o que não agrada a Deus e não edifica a família.
Ver coisas impuras traz contaminação!

3- Impureza no CORAÇÃO:

Salmos 51.2, 7 e 10 “Lava-me completamente da minha iniquidade e purifica-me do meu pecado. purifica-me com hissopo, e ficarei limpo; lava-me, e ficarei mais alvo que a neve. Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável”.
O coração é o centro de nosso ser, onde abrigamos nossos sentimentos e emoções. Se o coração estiver sujo, tudo o mais será impuro em nossas vidas. O amor é a principal forma de manter o coração limpo, pois nosso coração foi feito para amar (I Pedro 1.22).
Além disso, precisamos entregar nosso coração ao Senhorio de Jesus Cristo (Romanos 10.9,10), que preenche nosso coração. Um coração que é de Jesus não é lugar de mágoas, malícias ou qualquer impureza.
Jesus disse que de dentro do coração vem os pecados (Marcos 7.21), mas “o intuito da presente admoestação visa ao amor que procede de coração puro, e de consciência boa, e de fé sem hipocrisia” (I Timóteo 1.5). Somente Deus pode limpar nosso coração.
Jesus contou as parábolas comparando com a vida no campo, de forma que as pessoas entendessem. Na parábola do trigo e do joio (Mateus 13.24-30), Jesus disse que “enquanto os homens dormiam, veio o inimigo dele, semeou o joio no meio do trigo” (Mateus 13.25), mostrando que o inimigo tenta sujar nossos corações para impedir que sejamos frutíferos lançando raízes de amargura (Hebreus 12.15). Na parábola do semeador (Mateus 13.3-9 e 19-23), Jesus disse que as pedras, os espinhos e a semente que cai à beira do caminho representam corações que endureceram, que foram feridos e que “todos os que ouvem a palavra do reino e não a compreendem, vem o maligno e arrebata o que lhes foi semeado no coração” (Mateus 13.19).
Infelizmente, muitas pessoas já estão com seus corações tão endurecidos que “tendo-se tornado insensíveis, se entregaram à dissolução para, com avidez, cometerem toda sorte de impureza” (Efésios 4.19). Nosso coração precisa ser maleável e sensível à vontade de Deus. A “couraça da justiça” (Efésios 6.14) serve para proteger nosso peito para que nada fira nosso coração.
Não deixe nada suar o seu coração!

4- Impureza nos LÁBIOS:

Isaías 6.5 “Então, disse eu: ai de mim! Estou perdido! Porque sou homem de lábios impuros, habito no meio de um povo de impuros lábios, e os meus olhos viram o Rei, o SENHOR dos Exércitos!”.
A impureza nos lábios provém de coisas que falamos e não agradam a Deus. Jesus disse que o que sai da boca contamina o homem (Mateus 15.18) e que “a boca fala do que o coração está cheio” (Mateus 12.34), logo, estando impuro o coração, os lábios demonstram isso.
O profeta Isaías confessou seu pecado de ter lábios impuros, dizendo que seu povo também estava com pecado em sua fala. Então um serafim pegou uma brasa do altar e queimou os lábios de Isaías para purificar sua vida e fazer dele um profeta para falar as palavras de Deus (Isaías 6.6,7).
Dominar a língua é muito difícil, pois ela se torna “um mal incontido” (Tiago 3.8), mas a busca da santidade passa pelo controle das palavras “porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça no falar, é perfeito varão, capaz de refrear também todo o corpo” (Tiago 3.2). Então devemos ouvir mais e falar menos (Tiago 1.19).
Precisamos orar como o salmista que pediu ao Senhor: “Põe guarda, SENHOR, à minha boca; vigia a porta dos meus lábios” (Salmos 141.3) e crer na promessa de Deus que declara: “então, darei lábios puros aos povos, para que todos invoquem o nome do SENHOR e o sirvam de comum acordo” (Sofonias 3.9). Por isso, todo cristão deve evitar conversas que não edificam e sempre procurar assuntos que abençoam as pessoas.
Embora o mundo tenha costumes de palavras torpes, como cristãos devemos ter uma “linguagem sadia” (Tito 2.8) e expressões ofensivas, de duplo sentido ou palavrões “nem se nomeie entre vós” (Efésios 5.3). As palavras de um cristão devem ser “sempre agradável, temperada com sal” (Colossenses 4.6). Como o tempero que não pode ser muito nem pouco, devemos temperar nossas palavras.
A impureza dos lábios vem das palavras sujas!

5- Impureza nas MÃOS:

Tiago 4.8 “Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós outros. purificai as mãos, pecadores; e vós que sois de ânimo dobre, limpai o coração”.
A impureza nas mãos consiste em tocar coisas impuras (Isaías 52.11). No tempo bíblico isso era levado muito a sério advertindo as pessoas para não tocar em nada contaminado (Números 16.26). Os fariseus repreenderam Jesus porque seus discípulos não lavaram as mãos para comer, o que era considerado um ritual de purificação, então Jesus os repreendeu porque era uma tradição de homens incapaz de purificar o interior do ser humano (Marcos 7.2-5).
As mãos podem estar impuras por se levantar contra o seu próximo (Deuteronômio 27.24), ou por se fechar para não ajudar quem precisa (I Coríntios 5.9-11). Outra coisa séria é quando a pessoa se levanta contra sua liderança espiritual, pois a Palavra nos adverte “dizendo: não toqueis nos meus ungidos, nem maltrateis os meus profetas” (Salmos 105.15). De modo geral somos orientados a “não toqueis em coisas impuras” (II Coríntios 6.17), para buscar a cada dia mais a santificação.
O mundo todo está sujo por causa do pecado (Tiago 4.4), por isso precisamos o tempo todo lavar nossas mãos e todo o nosso ser, caso tenhamos tocado algo impuro (Romanos 6.19).
Procure manter suas mãos limpas!

Jesus purifica sua vida!

-CONCLUSÃO: I João 3.3 “E a si mesmo se purifica todo o que nele tem esta esperança, assim como ele é puro”.
Os impuros não herdarão o Reino de Deus (Efésios 5.5; I Coríntios 6.9-18; Apocalipse 21.8 e 22.15)
Precisamos buscar a santificação, “porquanto Deus não nos chamou para a impureza, e sim para a santificação” (I Tessalonicenses 4.1). Uma coisa é considerada santa ou profana dependendo do uso que fazermos (Romanos 14.14). Para quem busca santidade, tudo em sua vida pode ser considerado puro, pois “todas as coisas são puras para os puros; todavia, para os impuros e descrentes, nada é puro” (Tito 1.15). Precisamos buscar a presença do “Espírito purificador” (Isaías 4.4), que nos santifica.
Não podemos nos julgar puros aos próprios olhos, mas devemos nos perguntar sempre se “seria, porventura, o mortal justo diante de Deus? Seria, acaso, o homem puro diante do seu Criador?” (Jó 4.17). Então devemos lutar contra nossa própria carne fazendo “morrer a vossa natureza terrena” (Colossenses 3.5), para que “despojando-vos de toda impureza e acúmulo de maldade” (Tiago 1.21), sabendo que Jesus é o único que pode nos purificar (Tito 2.14).

Fuja de toda impureza!

______________________________
Citações Bíblicas: Bíblia Revista e Atualizada, Sociedade Bíblica do Brasil.

Pr. Welfany Nolasco Rodrigues Publicado por Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

Pastor Metodista e pregador do evangelho. Escritor de esboços e sermões.
Formação: Bacharel em Teologia pela UMESP - Universidade Metodista de São Paulo.
Pós Graduação em Filosofia pela ISEIB - Instituto Superior de Educação Ibituruna.
Licenciatura em Letras pela ISEED - Instituto Educacional Elvira Dayrell.
Extensão em Grego Bíblico pela MACKENZIE - CPAJ.
Siga Google+.

2 comentários:

  1. Obrigado Pastor por este estudo maravilhoso creio que Deus esabedor de todas as coisas e conhece o coraçao de cada um de nos .Que o nosso Deus continue te abençoadoe nao pareessas mensagens tem ajudsdo muita gente a continuar lutado obrigado Senhor.Amem

    ResponderExcluir

Deixe um comentário sobre o que achou desta pregação.
IDENTIFIQUE-SE por favor., colocando seu nome no comentário.
Muito obrigado por participar!

Quem sou eu

Minha foto

Tenho prazer em meditar na Palavra de Deus.
Escrevo textos e reflexões sobre as Escrituras.
Direitos autorais protegidos:
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector

Seguidores

Pregações por email

Livro

Livro
E-books do Pr. Welfany Nolasco
Powered by Blogger.